Categoria: Finanças (page 1 of 2)

Quem pode solicitar um empréstimo pessoal?

O empréstimo pessoal é um assunto muito conhecido, especialmente por aqueles que estão precisando de dinheiro rápido. No entanto, apesar de famoso, ainda há uma série de perguntas que rondam o assunto.

Para quem não sabe, o empréstimo pessoal se trata de um acordo firmado entre uma instituição financeira e uma pessoa física. Nele, a instituição empresta dinheiro, para que a pessoa pague após, aos poucos e com juros.

Mas, afinal, quem pode solicitar um empréstimo pessoal? Que tal descobrir?

Empréstimo pessoal: quem está apto a solicitar

Para início de conversa, qualquer um está apto a solicitar um empréstimo pessoal, seja pensionista, trabalhador autônomo, pensionistas e, até mesmo, aqueles que estão com o nome negativado.

No entanto, é preciso que você saiba que os valores sobre taxas e juros cobrados mudam de acordo com o seu status. Quando se está negativado, por exemplo, esses juros tendem a ser maiores.

Além disso, algumas instituições financeiras podem exigir que você comprove renda para que o empréstimo pessoal seja aprovado. No entanto, isso não é regra.

Outras, por exemplo, podem exigir algum bem como garantia. Muitas pedem imóveis, terrenos ou carros como uma garantia de que você irá pagar o empréstimo pessoal. Nessas há, inclusive, juros mais baixos devido ao risco.

Devo solicitar um empréstimo pessoal?

Analise se é realmente necessário solicitar um empréstimo. Afinal, apesar de ser uma forma rápida de se conseguir o dinheiro, ainda assim você pode arcar com juros muito mais altos e, além disso, corre o risco de não poder pagar.

O empréstimo pessoal é um acordo muito sério. Precisa ser pensado e repensado diversas vezes antes de ser requerido. Além disso, é importante que você pesquise sobre o tipo de empréstimo que é melhor a você.

Agora que você já sabe que você está apto a pedir um empréstimo, analise muito bem o assunto.

 

Empréstimo com maquininha: o que é e como fazer

A utilização de cartões de crédito para o pagamento de compras ou prestações de serviços tem crescido cada vez mais. Dessa forma, se torna imprescindível que o lojista ou prestador de serviço conte com uma máquina de cartão de crédito.

 

No entanto, a maquininha não se limita a apenas validar o pagamento com o cartão. Devido ao aumento no uso desta ferramenta, as administradoras passaram a incorporar novos serviços ao produto. Um deles é o empréstimo com maquininha.

 

Sem a necessidade de sair de casa para solicitar, o empréstimo com maquininha se tornou uma alternativa bastante válida para aqueles lojistas que procuram economizar tempo. Desse modo, confira como funciona este serviço e de que forma é possível solicitar.

Empréstimo com maquininha para investir na empresa

Na grande parte das situações o aumento nas vendas de uma empresa se deve a disponibilização de pagamento com cartão de crédito. Portanto, esse volume de vendas também representa uma necessidade de investir na ampliação e melhoria do estabelecimento.

 

Dessa forma, o empréstimo com maquininha pode ser encarado como uma forma de encontrar capital de giro para tal ampliação. No entanto, o valor disponibilizado varia conforme o volume de vendas da empresa na máquina.

 

Portanto, quanto maior o faturamento do comerciante com vendas no cartão de crédito, maiores são as chances de conseguir o valor que deseja no empréstimo com maquininha.

Empréstimo com maquininha com juros mais elevados

Toda a facilidade e agilidade que o empréstimo com maquininha oferece aos lojistas também representa valores diferenciados quanto aos juros.

 

De um modo geral, o empréstimo com maquininha possui juros mais altos em comparação às demais linhas de crédito pessoal.

 

Desse modo, os valores pagos pelo tomador do empréstimo se equivalem ao crédito rotativo, bastante utilizado por usuários de cartão de crédito.

Tudo sobre empréstimo com maquininha

Aposto que você não sabia que é possível fazer um empréstimo com maquininha. Então, você precisa saber como fazer um empréstimo com maquininha. Por isso, nós vamos te ensinar tudo sobre empréstimo com maquininha.

Esse tipo de recurso nas maquininhas é uma novidade bastante interessante. Existia um tempo que os microempreendedores ou o profissional autônomo não podiam ter a oportunidade de fazer empréstimos, isso, porque, eles não têm uma forma de comprovar uma renda fixa.

Foi vendo isso que as empresas de tecnologia financeira, conhecidas como fintechs, vieram com essa grande novidade. Agora é possível realizar empréstimo com maquininha. E é tão simples como você pode imaginar.

Com qual empresa consigo fazer um empréstimo com maquininha?

Até a data da publicação desse artigo, somente duas empresas oferecem a opção de empréstimo com maquininha, são elas: Mercado Pago e PagSeguro. Nas duas situações, fazer empréstimo com maquininha é muito simples e fácil.

Fazer um empréstimo com maquininha da PagSeguro

Se você é uma das milhares de pessoas que possui uma máquina de cartão moderninha, e você está vendendo seus produtos há mais de seis meses pela maquininha, tem um histórico de crescimento de vendas e um faturamento mínimo de R$ 300,00, então, você está apto para solicitar um empréstimo com maquininha da PagSeguro.

O valor disponibilizado para empréstimo com maquininha pela PagSeguro é de R$ 300,00 e uma taxa de juros de 2,99%.

Fazer um empréstimo com maquininha do Mercado Pago

Para as pessoas que trabalham com as maquininhas da Mercado Pago, as possibilidades de empréstimo são maiores, isso porque, a empresa libera o valor de até 50 mil reais para operações de empréstimo com maquininha. Para isso, ela irá avaliar o seu perfil e te contactará. Para isso acontecer, você deve faturar mais de R$ 100,00 por mês e ter uma reputação de cor verde no site do mercado livre.

Investimentos: Quer começar a investir? Conheça esses fundos

Qualquer pessoa pode ser tornar um investidor, isso independente do capital que ela tem disponível para investimentos. Atualmente, os bancos oferecem aplicações bancárias com um investimento inicial de 30 reais, que são os títulos do Tesouro Nacional. Não importa qual tipo de investidor você é ou almeja ser, o fato de você estar fazendo investimentos, já te coloca a frente de grande parte da população.

Se você está pensando no seu futuro, pensando em ter uma tranquilidade daqui alguns anos, você deve estar pensando em ter grandes lucros e até mesmo enriquecer através de investimentos que tenham bom retorno. Então, continue aqui, pois, separamos algumas dicas para você começar a investir.

Principais tipos de investimentos

O número de investimentos que o mercado financeiro possui é muito grande. O que diferencia cada um é o risco e a rentabilidade. Veja a seguir os principais tipos de investimentos, para você que está pensando em começar a investir.

Tesouro Direto ou Títulos Públicos

Esses investimentos são considerados de baixo risco., pois eles estão diretamente atrelados ao governo. Esses títulos são emitidos pelo Tesouro Nacional, eles servem para captar recursos destinados ao financiamento das atividades públicas.

A remuneração nos investimentos do tesouro direto ou títulos públicos são feitas através de modalidade pré ou pós-fixadas, o valor unitário é uma estimativa do valor futuro descontando a taxa de juros.

Caderneta de poupança

O mais tradicional dos investimentos é a caderneta de poupança. É a modalidade preferida dos brasileiros e possui um formato muito simples de adesão. Você precisa apenas procurar uma instituição financeira, apresentar documentos pessoais e pronto, você já consegue poupar seu dinheiro e ter um rendimento mensal.

LCI – Letra de Crédito Imobiliário

A LCI é a Letra de Crédito Imobiliário. Ela é um investimento de renda fixa emitido pelos bancos. Os recursos gerados por esse investimento são utilizados para o financiamento das atividades do setor imobiliário. Em troca disso, o investimento oferece uma taxa de rentabilidade anual que pode ser definida no momento da compra.

As regras do consórcio de carro que você precisa conhecer

O consórcio de carros é uma das melhores maneiras de se adquirir um automóvel. No entanto, por se tratar de um investimento alto e de um compromisso de longo prazo, é preciso conhecer bem o funcionamento do consórcio de carros, para evitar complicações futuras. Um bom começo é entender como funcionam algumas regrinhas dessa modalidade de financiamento em grupo.

Uma regra muito importante diz respeito ao atraso no pagamento de parcelas do consórcio de carros. É bem simples: quem atrasa o pagamento não participa do sorteio e nem pode dar lances para arrematar a carta de crédito. Quem define a data de vencimento da parcela é a própria administradora. Ainda sobre as parcelas, é possível antecipar os pagamentos.

Outra regra fundamental é de que a administradora do consórcio de carros precisa ter autorização do Banco Central para atuar, como não poderia ser diferente. Afinal, trata-se de uma atividade financeira que normalmente envolve grandes valores.

Também vale ficar atento em relação às regras sobre o grupo do consórcio. Nem todo mundo sabe, mas é possível entrar num grupo de consórcio de carros já formado. Para isso, basta pagar a cota à administradora ou comprá-la de um participante que desistiu do consórcio de carros.

Algumas regras em relação à carta de crédito também merecem atenção. Ao ser sorteado no consórcio de carros ou arrematar a carta de crédito, o consorciado pode usar tal carta para comprar um carro novo ou usado. Ainda é possível utilizar 10% do valor da carta para pagar despesas relacionadas ao veículo, como seguro e IPVA.

E se você por acaso mudar de ideia e desistir de comprar um carro? Sem problemas. É possível solicitar o valor da carta de crédito em dinheiro. Para isso, é necessário ter todas as pendências com a administradora do consórcio de carros quitadas e aguardar seis meses após o fim do consórcio ou depois de ser sorteado.

 

Simular cartão de crédito: Simule seu limite e taxas de cartão de crédito

Antes de adquirir um cartão de crédito é muito importante simular cartão de crédito no site da operadora de cartão todos os serviços e benefícios que este cartão de crédito tem a oferecer. Mesmo por quê, como não sabemos exatamente quais os serviços e benefícios vamos utilizar direito, por isso, simular cartão de crédito torna-se um dos primeiros passos.

Mas que tipo de serviços podemos simular ao simular cartão de crédito?

Todos os serviços que as prestadoras têm a oferecer aos seus clientes. Alguns simuladores, ao permitir simular cartão de crédito, permitem verificar possíveis taxas de juros para empréstimo ou pagamento mínimo da fatura, outros permitem simular o valor das anuidades, mas um dos fatores mais legais ao simular cartão de crédito é poder mais ou menos prever o limite de crédito teremos, já que o objetivo de se ter um cartão de crédito é o fato de se ter crédito concedido na hora que você mais precisa.

Talvez você esteja se perguntando por que simular todas essas coisas. Simples. Com todas as simulações de serviços e benefícios possíveis, você — como futuro cliente — poderá decidir qual cartão melhor se enquadra a sua necessidade. Além, é claro, de prever as taxas em caso de alguma emergência. É importante se atentar que, para uma simulação mais condizente a sua necessidade e realidade, é necessário preencher os dados solicitados com informações verdadeiras, porque a prestadora de cartão provavelmente solicitará os documentos. Caso você preencha as informações solicitadas com dados não reais ou não condizentes com a sua realidade, a operadora se reserva no direito de não aprovar o pedido do cartão de crédito. E quando um cartão não aprovado por esse motivo, de preenchimento com informações não verdadeiras, fica ainda mais difícil conseguir um cartão de crédito na próxima vez. Portanto, é de suma importância esse preenchimento.

Consultar CPF: 3 Formas de consultar

Nos dias atuais, os comerciantes, vendedores e administradores, precisam ter uma garantia que, ao vender algo, o cliente irá de fato cumprir o pagamento do que está comprando. Isso serve, principalmente, quando o pagamento é feito por meio de cheques, notas promissórias, cartões próprios das lojas ou qualquer outra forma de pagamento a prazo.

Para isso, a busca por garantias da idoneidade do cliente é algo muito importante, não é mesmo? Uma das formas mais confiáveis de se fazer isso é através de consultar cpf. Essa consulta mostra se a pessoa está em dias com as suas contas ou se ela possui algum débito no CPF.

3 Formas de consultar cpf

Nós reunimos para você 3 formas de consultar cpf, veja a seguir quais são elas.

Consultar cpf pela Receita Federal

Consultar cpf pelo site da Receita Federal é feita de forma gratuita e permite que você busque qualquer CPF. Porém, essa forma de se fazer a consulta é um pouco limitada. Nela você consegue ver informações apenas sobre as entregas ou não de declarações no último exercício da pessoa física. Por não ser uma consulta completa, pode não ser suficiente para você determinar a idoneidade de seu cliente.

Consultar cpf pelo site Boa Vista

Consultar cpf pelo site Boa Vista também é feita de forma gratuita, porém, só permite a consulta do seu próprio cpf. O site Boa Vista tem o seu banco de dados conectado com o do Sistema Central de Proteção ao Crédito (SCPC) e pode ser usado para que a pessoa consulte o próprio CPF e fique sabendo se está com o nome sujo ou não.

Consultar cpf pelo Serasa Experian

A forma mais conhecida para consultar cpf dos clientes é através do Serasa Experian. Essa é a forma mais completa, você tem acesso a todas as informações sobre o CPF da pessoa. Porém, consultar cpf pelo Serasa Experian é feito de forma paga.

Simulador de cartão de crédito: Veja como simular cartão de crédito online

Nos dias de hoje, ter um cartão de crédito pode facilitar muitas coisas. Com ele é possível parcelar suas compras, e muitos sites e aplicativos só aceitam cartão de crédito como forma de pagamento. Se você está pensando em adquirir um, saiba que é muito importante utilizar um simulador de cartão de crédito antes, pois irá te auxiliar a encontrar a melhor opção de acordo com seu perfil financeiro.

Confira em nosso post onde encontrar e como utilizar o simulador de cartão de crédito.

Como usar o simulador de cartão de crédito

Para usar o simulador, é muito simples, basta entrar em algum site que tenha o simulador de cartão de crédito e comparar as opções de cartão e taxas, de acordo com o perfil desejado. Você passará por uma análise de crédito, e caso aprovado, o cartão chegará em sua casa em poucos dias.

Onde encontrar o simulador de cartão de crédito

Confira alguns sites para utilizar o simulador de cartão de crédito:

1.      Cote Compare:

O site tem diversas opções de perfis de cartão de crédito, por exemplo, se você é uma pessoa que viaja bastante, há a opção de programas de milhas no cartão, mas se no caso você é universitário tem opções de cartões sem anuidade. Para descobrir o melhor cartão para o seu perfil, basta entrar no site e utilizar o simulador de cartão de crédito do site. Você pode realizar a contratação lá mesmo, e se for aprovado o cartão será entregue na sua casa.

2.      Compare em Casa:

Essa operadora oferece mais de 30 parceiros e o simulador de cartão de crédito é bem rápido na cotação, apenas um minuto de espera. Após escolher o que mais adequa ao seu perfil, você solicita o cartão no próprio site, e o cartão chega na sua residência, se seu perfil for aprovado.

Empréstimos para MEI: Entenda como funciona o processo

Ser um microempreendedor tem muitas vantagens, mas quando chega o momento de fazer o pedido de empréstimos para MEI alguns desafios aparecem. Como é preciso comprovar a renda, e não possui uma renda fixa, conseguir a aprovação do crédito pode ser mais difícil do que parece. Por isso, existem tipos de empréstimo voltados 100% para quem é MEI, com o objetivo de facilitar essa aprovação.

O lado bom de um empréstimo pra MEI é que as taxas de juros são baixas, visto que são direcionados exclusivamente para microempreendedores. Mas, apesar dessa vantagem, é preciso comprovar que o dinheiro solicitado será investido na empresa.

Existem dois tipos de empréstimo para MEI disponíveis no mercado e conhecido e disponibilizados por instituições de confiança.

1.      Crédito

O mais conhecido e comum no mercado é o crédito, que a depender da empresa contratada, pode apresentar algumas vantagens para quem é MEI. Banco do Brasil, BNDES, Caixa Econômica e Banco do Nordeste são algumas empresas que oferecem esse serviço.

As taxas podem variar muito de uma instituição para outra, o que requer uma comparação minuciosa. É preciso levar em consideração a sua renda mensal para conseguir avaliar o melhor crédito disponível no mercado para você.

2.      Microcrédito

Outra maneira de conseguir empréstimo para MEI no mercado financeiro é o microcrédito. Diferente do crédito, ele oferece um valor menor, mas para compensar, a burocracia por trás do processo é muito menor e os juros apresentados são mais baixo.

Este tipo de empréstimo para MEI está disponível para empresários formais e informais.

 

Agora que você conhece as opções do mercado, compare as taxas de juros, benefícios e reputação das empresas que deseja contratar o serviço. Depois é só apresentar os documentos solicitados, assinar os papeis e esperar a aprovação do seu crédito.

Empréstimos simulação: Como fazer simulação de empréstimos?

Você gostaria de saber o valor aproximado das suas parcelas, as taxas de juros, os encargos financeiros e o valor total do contrato antes mesmo de formalizar o seu empréstimo? A resposta foi sim, sabemos e a boa notícia é que você já pode antecipar o seu planejamento financeiro e realizar uma simulação de empréstimos. Ficou interessado e que saber como fazer a simulação? Leia nosso artigo e esclareça suas dúvidas.

A simulação de empréstimos pode ser feita pessoalmente, na agência ou banco, ou na modalidade online – procurada com mais frequência pela facilidade. As duas modalidades lhe trarão as informações necessárias sobre o empréstimo que você pretende contratar, a escolha é um critério seu de acordo com a sua rotina e tempo disponível.

Simulação de empréstimos requer paciência e atenção da sua parte para preencher com calma os dados solicitados pela financeira. Você terá que preencher várias tabelas com suas informações pessoais, renda, data que pretende pagar suas parcelas entre outros requisitos que facilitarão a previsão do contrato. A simulação de empréstimos lhe trará dados importantes para influenciar a sua escolha.

Atente-se para os valores dos juros indicados e, se possível, faça pesquisas entre instituições financeiras. Leve em consideração que há uma diversidade de oferta de crédito no mercado e que você pode e deve escolher aquela que melhor se adapta ao seu orçamento. Não se deixe influenciar pela pressão de consumo ao crédito. Faça a sua simulação de empréstimos com atenção e responsabilidade financeira.

A simulação de empréstimos lhe indicará qual modalidade você deseja contratar. Se aposentado ou pensionista, o empréstimo consignado trará exigências e valores diferenciados. Da mesma forma se você for servidor público do Estado, da União ou do Município. Veja bem antes de preencher os dados para que o valor fique bem próximo da sua realidade. Lembremos que a simulação de empréstimo não vincula os bancos e instituições de créditos a concederem o empréstimo de acordo com aquele valor simulado. A simulação consiste num auxílio externo para ajudar você a se programar antes de assumir uma responsabilidade financeira.

« Older posts

© 2019 Cidan Dicas

Theme by Anders NorenUp ↑