Muitas pessoas têm dúvidas de como conseguir descobrir o estabelecimento em que efetuou uma compra pelo cartão de crédito. Isso porque algumas empresas utilizam o nome fantasia na cobrança dos cartões de crédito. Por isso, vamos esclarecer suas dúvidas sobre como descobrir o estabelecimento pela fatura do cartão. E, também, qual a diferença entre a razão social e o nome fantasia de um estabelecimento. Vale lembrar que ter um controle financeiro é imprescindível para que você não crie dívidas. Porém, saber identificar o estabelecimento pela fatura do cartão pode ser útil para momentos de fraude e clonagem do cartão.

Qual a diferença entre a razão social e o nome fantasia?

Muitos ainda não sabem ou entendem qual a diferença entre a razão social e o nome fantasia de uma empresa. Entretanto, o significado de cada um deles é bem simples. A razão social é nada mais do que o nome registrado para que uma pessoa jurídica se individualize e consiga exercer seus serviços. Enquanto isso, o nome fantasia é uma nomenclatura popular utilizada para uma instituição pública ou privada. A razão social é o nome oficial e legal que aparecerá na escritura ou no documento de identificação de uma empresa. Isso tudo serve para demonstrar a sua constituição legal para uso de termos formais. Justamente por esse motivo, esse é o nome que é usado em documentos oficiais. Por exemplo: contratos, aberturas de contas em bancos e notas fiscais. Por outro lado, o nome fantasia ou também nome de fachada, é utilizado por uma empresa no âmbito comercia. Geralmente, é mais simples e curto que a razão social, para que o cliente consiga memorizar o nome.

Como descobrir o estabelecimento pela fatura do cartão?

A maneira mais fácil e rápida para você conseguir descobrir o estabelecimento através da sua fatura do cartão, é pelo modo digital. É simples, basta usar o aplicativo do seu cartão de crédito. Essa opção é muito tranquila de ser feita! Os bancos estão cada vez mais investindo em aplicativos modernos e de fácil acesso para os clientes, permitindo a visualização cada vez mais avançada. No aplicativo, basta você acessar o histórico da sua fatura do mês, que conseguirá ver o nome do estabelecimento. Junto dele vem a hora da compra, o valor pago e se foi ou não parcelado. Após esse primeiro passo, caso ainda não tenha conseguido identificar, você poderá pegar o nome do estabelecimento que apareceu na fatura e jogá-lo no Google para descobrir o CNPJ, por exemplo. Uma segunda opção é através do atendimento telefônico, o SAC (Sistema de Atendimento ao Cliente) do seu cartão. Para isso, você precisará pesquisar qual é o número do SAC do seu cartão. Por isso, preste atenção para a diferença entre eles, já que um número é apenas para capitais e regiões metropolitanas e o outro para as demais regiões do Brasil. A terceira maneira é para as pessoas que recebem a fatura do cartão via Correios, ao invés de visualizar pelo aplicativo de celular. Neste caso, você pode ver o nome do estabelecimento pela sua fatura física. Porém, fique atento que nessa opção você só conseguirá saber quando a fatura chegar em sua casa. Isso pode não ser tão viável para as pessoas que estão com urgência para descobrir o nome do estabelecimento. Um exemplo dessas situações são os mementos de suspeita de fraudes.

Descobri que uma compra no meu cartão de crédito é uma fraude, o que eu devo fazer?

Se após conferir sua fatura mensal do cartão de crédito, e perceber que há uma compra errada. Isso é, uma compra em que não reconhece ou não efetuou, é muito provável que você tenha sido vítima de uma fraude ou que seu cartão tenha sido clonado. Neste momento, o melhor a ser feito é entrar em contato com o SAC do seu cartão de crédito e reportar o acontecido. Outra opção é fazer o processo pelo aplicativo de celular. Eles cancelaram a compra e farão o estorno do valor. Também é possível que o seu cartão seja cancelado e que você tenha que solicitar um novo. Nesse caso, na hipótese ter ter sofrido com uma fraude e ele tenha sido clonado, você não passará por isso novamente. Outra opção é usar o cartão digital em compras via internet, para preservar ainda mais os dados do seu cartão físico, que é o principal. Gostou dessas dicas? Para mais como essas, siga o Nosso site  por aqui e fique por dentro de tudo desse mundo financeiro.