Autor: Samuel Berry (Page 1 of 18)

Os 6 motivos pelos quais você precisa do Seguro de Vida

Atualmente, uma das maiores preocupações da vida adulta certamente é cuidar da sua família, seja pais, avós, filhos ou netos. Todavia, por mais que tudo esteja perfeito, o pior pode acontecer e neste caso ter um Seguro de Vida pode ser o afiliado que sua família precisa para esses momentos.  

Pensando nisso, abaixo você vai conhecer os 6 principais motivos pelos quais você precisa contratar um Seguro de Vida. Vamos lá!

1.   Caso sofra um acidente

Principalmente para quem trabalha de forma autônoma, por exemplo, qualquer machucado simples pode afetar completamente a rotina de trabalho e consequentemente a renda da família.

Neste caso, com um Seguro de Vida, é possível receber indenização com base na diária. Como assim? Se você ficar 4 dias sem trabalhar, por exemplo, o Seguro de Vida pode cobrir suas diárias e fazer com que a renda mensal da sua família não seja prejudicada.

2.   Se você ficar doente

Atualmente, o Seguro de Vida paga indenização para o beneficiário assim que o mesmo falecer.

Porém, em muitos casos é possível efetuar essa solicitação antes do dia da morte. Embora seja burocrático, essa solicitação tende a ser aceita em casos de doenças, por exemplo.

Pois, de modo geral, os custos com médicos e hospitais tendem a ser acima do que a família pode pagar. Entretanto, existem diversos outros motivos que fazem possível o recebimento da indenização de forma precoce. Mas, para isso, é importante ler atentamente o contrato.

3.   Para quem precisa ficar afastado do trabalho

Assim como o tópico um, caso você seja um profissional liberal, dependendo do Seguro de Vida contratado, você pode receber indenização pela diária.

Ou seja, se você trabalha no computador, por exemplo, e por algum motivo, incluindo acidentes, você fica incapacitado de trabalhar, o seguro cobre algumas diárias para você.

4.   Para evitar despesas médicas, hospitalares e odontológicas

Principalmente no Brasil, ter um tratamento de qualidade é muito difícil. Embora o Sistema Único de Saúde (SUS) ajude milhões de pessoas, em muitos casos o mesmo é completamente ineficaz.

Neste caso, contratar hospitais e médicos particulares se tornam necessários. Porém, o que fazer para pagar toda essa conta?

Caso você seja o segurado (quem contratou o seguro) e por algum motivo precise gastar seu dinheiro para pagar despesas médicas, hospitalares e/ou odontológicas, o seguro pode cobrir tudo isso para você.

Com isso, você pode manter suas finanças organizadas e não afetar a receita mensal ou nas economias da sua família.

Mas lembre-se, isso também deve ser tirado a limpo em contrato, pois, na maioria das vezes essa cobertura só cobre o contratante do mesmo e não seus familiares.

5.   Despesas Funeral

Além de todo o tratamento médico, hospitalar e/ou odontológico, infelizmente o pior pode acontecer. Atualmente, o funeral, por exemplo, é uma grande despesa que a família precisa pagar.

Felizmente, para quem possui o seguro de vida, toda a despesa do funeral é paga pela seguradora. Na maioria dos casos a família paga a conta, porém, posteriormente a seguradora reembolsará todo o dinheiro injetado.

6.   Se você vier a falecer

Por fim, o último motivo é o que as pessoas mais buscam contratar o seguro de vida, a segurança financeira.

Atualmente, principalmente empresários ou empresárias tendem a ser o pilar da família. Porém, como a empresa é a única fonte de renda, se o pilar vier a falecer, a empresa morre junto.

Quando isso acontece muitas filhas ficam totalmente perdidas, até porque, a empresa era a única fonte de renda. Mas com um seguro de vida, assim que você falecer, sua família será indenizada.

Dessa forma, ela terá mais tempo para se reerguer emocional e financeiramente. Em outras palavras, essa indenização vai possibilitar que sua família sinta o luto, passe por ele e posteriormente, reconstrua toda a base financeira da família.

Caso essa indenização não exista, além de bancar os custos com o funeral, a família vai ser ver completamente perdida, sem dinheiro e sem o principal pilar emocional e financeiro, que, no caso, é você.

Mas lembre-se, para contratar um Seguro de Vida, é de suma importância ter um consultor de confiança ou até um segurado com credibilidade no mercado.  

 

Telefone Banrisul: como entrar em contato?

Se você está na busca de uma das Agências ou como entrar em contato pelo Telefone Banrisul, nós vamos facilitar a sua pesquisa ao longo deste artigo.

O Banco do Estado do Rio Grande do Sul é uma Instituição estatal e que está presente em todo o Rio Grande do Sul e outros estados do país.

Separamos uma lista com os telefones atualizados para entrar em contato, como SAC, Ouvidoria e Central de Atendimento.

Telefone Banrisul SAC

Por meio do SAC, os clientes podem fazer reclamações, elogios, sugestões ou fazer alguma solicitação ao banco.

Telefone para realizar bloqueios e cancelamentos: 0800 646 1515

Atendimento para SAC deficientes auditivos e de fala: 0800 648 1907

O SAC do Banrisul funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana.

Central de Atendimento Banrisul

Se deseja realizar o desbloqueio do seu cartão de crédito, modalidade pré-pago ou não, informar sobre perda ou roubo do seu cartão, consultar informações do saldo de sua conta, limite disponível do cartão de crédito, solicitar acesso para pagar contas no aplicativo do Banrisul Digital ou informações gerais, recomendamos que você use este canal de atendimento.

Telefone da Central de Atendimento: 0800 701 6888

Para clientes que estejam no Exterior: 55 11 3797-5901 – As ligações que forem feitas desde o Exterior devem conter o código de ligação local.

Telefone para deficientes auditivos e de fala: 0800 701 5549

O atendimento na Central acontece de segunda-feira à sábado, das 08h às 20h30.

Ouvidoria do Banrisul

A Ouvidoria do Banrisul presta atendimento para os seus clientes quando eles precisarem de informações ou fazer uma reclamação após não serem atendidos no SAC ou Central de Atendimento.

Essa é a última instância para comunicação do Banco com o consumidor antes de um processo judicial.

As demandas da Ouvidoria do Banrisul são finalizadas em até 10 dias úteis. Veja aqui como você pode acessar a Ouvidoria:

Telefone Ouvidoria Banrisul: 0800 644 2200

Telefone para deficientes auditivos e de fala: 51 3215 1068

Horário de atendimento da Ouvidoria Banrisul: De segunda à sexta-feira, das 9h às 17h, com exceção nos feriados.

Telefone Suporte Técnico

Telefone do Banrisul para suporte técnico: 51 3213 0553

Se precisar de um suporte técnico, pode ligar ou entrar em contato através do atendimento por chat. Os canais do Banrisul são “Home e Office Banking” além do aplicativo Banrisul Digital que já vem integrado à uma conta digital.

Horário de atendimento para suporte técnico: De segunda à sexta-feira, das 7h às 23h59. Também tem atendimento aos domingos e feriados, das 9h às 22h.

Atendimento do Banrisul por chat

O atendimento do Banrisul por chat acontece diretamente no site do Banco. Por lá, é preciso informar os seus dados, como nome completo e um e-mail válido. O Banrisul irá interagir com você e enviar uma resposta por e-mail.

Agências do Banrisul

Confira os telefones das principais agências do Banrisul:

Porto Alegre: 51 3210 0122

Caxias do Sul: 54 3223 3611

Santa Maria: 55 3222 8144

Passo Fundo: 54 3312 2100

Bento Gonçalves: 54 2102-9300

Pelotas: 53 3223 3322

Santa Cruz do Sul: 51 3715 1122

Florianópolis: 48 3207 3366

Lages: 49 2102 7200

Chapecó: 49 3700 6800

Um pouco sobre o Banrisul

O Banrisul é um banco centenário, com atuação voltada para a Região Sul do país. Atua nas áreas de crédito, investimento e também no setor de financiamento. Também presta serviços a produtos ligados ao setor público, agronegócios e outros setores da economia que se destacam principalmente na Região Sul.

O Banrisul também realiza trabalhos a caráter sustentável, com projetos voltados para a cultura, esporte, educação e também no meio ambiente.

 

Como posso deixar meu cabelo mais saudável?

O tema acima, permeia na mente de milhares de pessoas. Constantemente, vemos pessoas indo atrás de receitas milagrosas, que muitas vezes não são o que nossos cabelos realmente precisam.

Dicas para cuidar bem do seu cabelo

Devemos entender os sinais de nosso próprio cabelo, que muitas vezes só precisa de um pouquinho mais de cuidado e rotinas concisas.

Por isso, trouxemos para você no dia de hoje, algumas dicas básicas, que fazem toda a diferença no tratamento adequado de nossos fios. Por isso, fique ligado (a) com a gente!

Sempre lave os cabelos de 3 em 3 dias:

Muitos acabam deixando esse cuidado de lado, muitas vezes por não acreditar nos efeitos de uma limpeza constante, ou até mesmo por preguiça. Pois saibam que Deus ajuda quem sedo cuida dos cabelos (não resisti a tentação do bordão alterado).

Lavar os cabelos com essa constância, é primordial até mesmo para os cabelos crespos e cacheados, pois apesar de mostrarem ter oleosidade, ainda carregam com sigo, as impurezas acumuladas no dia a dia.

Pentes de madeira afastam o Frizz para bem longe:

Pentes de madeira, são a escolha perfeita para evitar o atrito com o cabelo. Por mais que eles não sejam tão comuns no dia a dia das pessoas, deveriam passar a ser a primeira escolha, pois além de serem biodegradáveis (vamos ajudar o planeta não é mesmo), são uma ótima pedida para quem tem o couro cabeludo muito sensível.

Por isso, procure um pente de madeira na sua loja de produtos capilares favoritas, e note as diferenças que ele irá proporcionar nos seus cuidados diários.

Aplicar shampoo nas pontas é necessário?

Muitas pessoas acabam cometendo esse erro diariamente, mas ao contrário do que elas pensam, o shampoo só precisa ser aplicado nas pontas. Aliado a isso, a massagem no couro cabeludo, vai realmente trazer o resultado esperado. Por isso, nada de shampoo nas pontas sem necessidade, somente enluve com o shampoo que cair do couro cabeludo.

Tomar vitaminas de crescimento capilar é uma ótima ideia:

A ideia aqui, é que as pílulas são ótimas aliadas na saúde e crescimento capilar, desde que seja ingerida a pílula correta diariamente. Nos últimos tempos, tem se falado muito de uma pílula, que é um diferencial no mercado, já que ela traz todas vitaminas que um cabelo precisa para se manter saudável.

O nome dessa pílula é Beautvip, e ela é simplesmente incrível. Pegamos alguns relatos de pessoas que já a experimentaram, e só ouvimos resultados positivos, por que além de ajudar na saúde e fortalecimento capilar, ela mantém as unhas fortes e pele macia e brilhante. Talvez seja uma ótima ideia investir em um produto assim.

Aplicar um pouco de água fria nos fios:

O ideal segundo especialistas, é que lavemos o cabelo com água fria sempre que possível. Mas nem sempre isso é uma opção, então a ideia, é que se lave o cabelo com água em uma temperatura agradável (jamais quente demais), e após o banho, dar um jato de água gelado nos fios.

Com isso, é possível evitar a oleosidade em excesso, fechando as cutículas do cabelo.

As dicas de hoje terminaram, mas você pode seguir diretamente para a página da Beautivip, para conhecer os milhares de benefícios desse incrível produto.

Como podemos definir os stakeholders do projeto

Como podemos definir os stakeholders do projeto: Nenhum gerente de projeto trabalha sozinho.

Um projeto é um esforço de colaboração. Mesmo que você esteja encarregado de gerenciá-lo, para que o projeto tenha sucesso você ainda precisa confiar nele, trabalhar com ele e reportar-se a outras pessoas.

Ao longo deste guia, temos falado muito sobre as diversas pessoas envolvidas em levar um projeto da ideia à execução: sua equipe, outros departamentos dentro da organização, liderança, clientes e muito mais.

Essas pessoas são as partes interessadas do seu projeto. Mas o que isso significa, exatamente? Como suas partes interessadas afetam seu projeto? E o que você pode fazer para mantê-los felizes?

Qual é a definição de um Stakeholder em um projeto?

Qual é a definição de um Stakeholder em um projeto

Qual é a definição de um Stakeholder em um projeto

De acordo com o Project Management Institute, os Stakeholders são definidas como:

“Indivíduos e organizações que estão ativamente envolvidos no projeto, ou cujos interesses podem ser afetados positiva ou negativamente como resultado da execução do projeto ou da conclusão bem sucedida do projeto”.

Em outras palavras, as partes interessadas de seu projeto são as pessoas ou grupos que têm algo a ganhar (ou a perder) com o resultado de seu projeto.

O que é uma parte interessada na gestão de projetos?

O que é uma parte interessada na gestão de projetos

O que é uma parte interessada na gestão de projetos

Então, de acordo com a definição de partes interessadas do projeto acima, uma parte interessada é qualquer pessoa com interesse ou investimento em seu projeto. Mas o que isso realmente parece na prática?

Suas partes interessadas são um grupo variado, com interesses variados e podem até ter interesses completamente conflitantes que você precisa equilibrar.

Não apenas isso, mas a lista de partes interessadas pode mudar ao longo da jornada do projeto: a influência de uma certa parte interessada pode se tornar mais ou menos importante, dependendo da fase do projeto, por exemplo.

Seu trabalho como gerente de projeto é manter todas as partes interessadas informadas, envolvidas e a bordo durante todo o andamento do projeto.

A felicidade das partes interessadas é uma das principais métricas de um projeto bem-sucedido, portanto, é crucial certificar-se de obter a adesão correta e marcar as caixas certas – nos momentos certos.

Em última análise, gerenciar essas complexas relações com as partes interessadas é uma das principais habilidades de um gerente de projeto. Mas, com tantos interesses, perspectivas e personalidades diferentes para fazer malabarismos, não é uma tarefa fácil.

Eis o que você precisa saber sobre suas partes interessadas: quem são, o que fazem, por que são importantes e como trabalhar com elas.

Como podemos definir os stakeholders do projeto

Definir os stakeholders do projeto

Definir os stakeholders do projeto

Agora que você sabe a resposta à pergunta “o que são as partes interessadas em um projeto”, a próxima pergunta natural é “como podemos definir os stakeholders do projeto”.

Como já vimos na definição de partes interessadas do projeto acima, uma parte interessada é qualquer pessoa com um interesse ou investimento em seu projeto. Mas quando você realmente começa a mapear isso, você pode se surpreender com a extensão que a lista pode ter.

Isso porque o investimento em seu projeto pode assumir uma série de formas diferentes. Pode ser o dinheiro da empresa, o patrocínio de um executivo ou os recursos de um gerente.

Também pode se aplicar ao usuário final ou cliente, pois suas necessidades são uma consideração crítica quando se trata de dirigir seu projeto.

Vamos analisar mais de perto alguns dos diferentes tipos de partes interessadas em um projeto. Há dois tipos principais de partes interessadas na gestão de projetos, internos e externos.

Stakeholders internos

Estas partes interessadas estão vindo de dentro da casa!!! As partes interessadas internas são pessoas ou grupos dentro da empresa, tais como membros da equipe, gerentes, executivos, e assim por diante.

Stakeholders externos

As partes interessadas externas são – como você provavelmente pode adivinhar – pessoas ou grupos fora da empresa. Isto inclui clientes, usuários, fornecedores e investidores.

Como você pode ver, as partes interessadas nem sempre trabalham para o gerente do projeto. É desnecessário dizer que isto pode acrescentar uma camada extra de complexidade, pois é preciso ser capaz de se comunicar com pessoas em todos os diferentes níveis do negócio e com diferentes graus de envolvimento, influência e interesse.

As partes interessadas em cada projeto em particular variarão dependendo do tipo de projeto e da indústria, mas aqui estão alguns exemplos dos tipos de partes interessadas no gerenciamento de projetos que você talvez precise considerar:

Gerente de projeto

Membros da equipe

Gerentes

Gerentes de recursos

Executivos

Alta administração

Empreendedores

Então, como você sabe em quais partes interessadas você precisa se concentrar para seu projeto particular? Para isso, você precisa fazer uma análise das partes interessadas.

Veja também: 6 bancos para abrir conta corrente pela internet

Conclusão

Ajude cada parte interessada a cortar o barulho e a obter uma visão imediata das métricas que são mais importantes para eles, criando Painéis de Controle personalizados.

Construa painéis personalizados com painéis para acompanhar coisas como tarefas, status do projeto, atividade da equipe, marcos, riscos e muito mais, para que seus participantes possam ver rapidamente como certas partes do projeto estão progredindo e obter uma visão geral imediata das informações que lhes interessam, num relance.

As partes interessadas não devem ser uma reflexão posterior. Em vez disso, incorpore-os em seu projeto desde o início, comunicando-se regularmente, mantendo-os atualizados e envolvidos e assegurando que eles se sintam valorizados e ouvidos.

Como configurar o celular para armazenar no cartão de memória?

Como configurar o celular para armazenar no cartão de memória? Há muitas pessoas que não atentam-se para a questão de como salvar arquivos no celular, ou seja, o local em que os mesmos são armazenados.

Você sabe para onde vai uma imagem que você salva em seu celular? Ele fica armazenado na memória interna do seu aparelho ou vai direto para o cartão SD?

Saber disso é muito importante para garantir que você vai ter um celular com maior memória disponível para que ele funcione da forma certa.

O grande problema é que a maioria das pessoas não possui nenhuma ideia a respeito de como configurar o celular para armazenar no cartão de memória.

Se esse é o seu caso, então não deixe de acompanhar esse texto até o final, pois aqui iremos mostrar tudo o que há de mais importante a respeito desse assunto.

O cartão SD como uma extensão da memória

Armazenar no cartão de memória

Armazenar no cartão de memória

Hoje em dia, cada vez mais os celulares já vêm com uma memória maior, justamente pensando na quantidade de arquivos que as pessoas recebem diariamente via Whatsapp, por exemplo, além também dos aplicativos baixados frequentemente.

Apesar disso, muitas vezes essa memória interna, por maior que seja, não é suficiente para garantir que tudo possa ser armazenado dentro dela.

É por isso mesmo que há quem opte por usar um cartão de memória no celular, para assim aumentar a memória total do aparelho e poupar espaço na memória interna do mesmo.

De forma padrão, os dispositivos sempre salvam novos arquivos diretamente na memória do dispositivo, o que pode acabar por deixar você sem espaço rapidamente.

Então, você deve buscar sempre aprender a como configurar o celular para armazenar no cartão de memória.

A seguir, nós iremos ensinar a você como isso é possível.

Salvando novas fotos direto no cartão de memória

Primeiramente, iremos explicar como é que você pode optar por fazer o armazenamento direto no cartão de memória das fotos que foram recentemente tiradas em seu celular.

Você deve abrir o aplicativo da câmera do seu celular e depois procurar pelo ícone de configurações, que normalmente está na forma de um celular.

Toque sobre ela e faça uma pesquisa para tentar encontrar uma opção que lhe permita trocar o local em que essas fotos são diretamente salvas.

Em geral, irá aparecer como “Local de armazenamento” ou algo do tipo, sempre variando de acordo com o modelo de celular que você possui.

Quando você clicar sobre essa opção, então irá abrir uma nova pequena janela que irá lhe dar diferentes opções de armazenamento do aparelho ou mesmo terá apenas o nome “cartão SD”.

Alguns aplicativos instalados no seu celular, além do tamanho do próprio arquivo, recebem mídias, como por exemplo fotos, vídeos, PDFs – E estes ocupam muito espaço no seu aparelho. Um exemplo de aplicativo é o GBWhatsApp, uma versão alternativa do WhatsApp convencional, porem com muitas outras funções.

Clique sobre essa opção para garantir que, a partir de agora, todas as fotos que forem tiradas no seu celular sejam salvas automaticamente no seu cartão de memória.

Transferindo arquivos do celular para o cartão de memória

Agora que você aprendeu a como salvar as fotos recém-tiradas diretamente no seu cartão de memória, é hora de aprender a como transferir aqueles arquivos já existentes no seu celular para esse cartão externo.

Há alguns aplicativos que servem para fazer o gerenciamento de arquivos que já estão no celular para serem transferidos para outros locais, como é o caso do Files do Google.

Para começar, você deve fazer o download do Files do Google e depois instalar o aplicativo em seu celular, concluindo-a para que seja possível começar a realizar a transferência de arquivos.

Com o aplicativo do Files do Google aberto, você então deve deslizar a tela do app até que encontre a opção “Mover arquivos para o cartão SD ou cartão de memória”.

Depois disso, você deve tocar na opção “Selecionar e liberar X Mb”, e então serão disponibilizados todos os arquivos que estão salvos no armazenamento interno do seu celular.

Você então terá a opção de escolher, entre aqueles que podem ser transferidos para o cartão SD, de forma a liberar espaço no seu celular.

É possível que você selecione todos os arquivos, se desejar enviar todos eles para esse cartão de memória, ou então fazer a escolha de forma individual, optando apenas por transferir alguns deles.

Depois de ter selecionado todos os arquivos desejados, então clique na opção “Mover para cartão SD ou cartão de memória” e confirme a escolha realizada.

Movendo arquivos direto pelo celular

Além da opção de como transferir os arquivos para armazenar no cartão SD, você terá uma outra opção em que não será necessário utilizar o Files do Google.

Essa é uma opção bastante simples e que serve para quase todos os sistemas Android, por isso é importante observar se é possível utilizar essa alternativa.

Para isso, você precisa acessar a pasta “Meus Arquivos” e clicar depois em “Armazenamento Interno”, e posteriormente selecionar a pasta que deseja enviar para o cartão SD.

Mantenha pressionados os arquivos ou as pastas desejadas e toque em “Mover”.

Após isso, clique em voltar e selecione a pasta “Cartão SD”, clicando depois em “Mover Aqui”.

A partir de agora, todos os arquivos que você selecionou e antes estavam no armazenamento interno poderão ser encontrados na pasta “Cartão SD” do seu celular, liberando memória interna no seu aparelho.

Conclusão

Como você viu, muitas pessoas procuram formas de aumentar a memória interna do celular, melhorando assim o funcionamento do aparelho e podendo salvar outros arquivos a mais.

Neste texto, mostramos como isso é possível através da configuração do seu celular para que ele passe a armazenar novas fotos e arquivos antigos no cartão de memória, deixando assim mais livre a memória interna do dispositivo.

Se você colocar em prática as dicas aqui, os arquivos do seu celular serão todos direcionados para o cartão SD, que normalmente possui uma capacidade de armazenamento muito maior.

Gostou do artigo de hoje sobre como configurar o celular para armazenar no cartão de memória?

Se você ficou com alguma dúvida sobre esse assunto, escreva-a abaixo nos comentários para que eu possa ajudá-lo.

 

Bairro do Tatuapé se transforma cada vez mais em área nobre de São Paulo

O bairro está se tornando cada vez melhor… isso faz com que que difícil de não reconhecê lo como um dos melhores de São Paulo…

É com toda certeza, impossível não falar de Tatuapé quando se fala de São Paulo, ele é um dos mais conhecidos da região e não é à toa! O bairro tem uma das melhores e mais completas infraestruturas comerciais da capital, a quantidade de estabelecimentos comerciais é bem grande e o melhor é que juntamente a combinação tranquila da área residencial, torna-se uma ótima opção para quem está em busca de de imóveis.

Se você está cogitando a ideia de alugar apartamento no Tatuapé, é só correr para o abraço, a região não deixa nada a desejar e inclusive está se tornando um dos melhores bairros nobres de SP, e aqui vamos mostrar o porque.

a área rica em comércio chama a atenção, tornando Tatuapé referência no que se trata de serviço e lazer. As ruas são cheias, repletas de lojas dos mais diversos segmentos, cosméticos, medicamentos, roupas, acessórios, restaurantes, bares e por aí vai. Mas não pense que por ele ser assim, repleto de comércios e o movimento abundante, que isso atrapalhe a mobilidade e facilidade na hora de se locomover pelo bairro, muito pelo contrário!

Quem vive na região tem várias opções de trajetos, como os doi metrôs (Tatuapé e Carrão) sendo que uma delas tem a integração com o ônibus. Claro que isso já ajuda muito, mas além disso p bairro dispões da Via Radial Leste, Marginal Tietê, Rodovia Presidente Dutra e ayrton Senna, que percorrem toda zona leste, fazem conexão com o centro, zona oeste da cidade e cidades do interior.

Tudo isso facilitando o seu dia-a-dia na correria do trabalho ou até mesmo te ajudando a chegar nas regiões do bairro onde da para se fazer compras e passar o tempo livre.

A Rua Tuiuti por exemplo, é repleta de lojas, daquelas que você entra e fica difícil sair de mãos vazias, é uma verdadeira tentação. E como se já não fosse bom comprar coisinhas interessantes das lojas, próximo a essa rua encontramos a Praça Silvio Romero, que é perfeita para dar uma volta com os amigos na sexta-feira após o serviço tomar aquela gelada, e levar a esposa para um jantar no sábado já que a praça é inundada de bares e restaurantes de excelente qualidade.

Caso você prefira dar uma caminhada ao ar livre com a família, sem gastar muito, ou até mesmo nada, porque sua grana está curta, não há problema o bairro não tem somente Shoppings e lojas, também existem muitas opções de lazer gratuito como a Casa de tatuapé, Parque do Piqueri e as Bibliotecas para acrescentar conhecimento extra, que nunca é demais não é mesmo.

Há muitas formas para se passar o tempo no bairro, logo há também para trabalhar com sala comercial para alugar em Tatuapé para você conseguir seu dinheirinho abrindo seu próprio negócio,

Seria incrível trabalhar próximo de casa. O bairro possui uma área residencial bem tranquila, chega a parecer aquelas cidades do interior, que são bem calmas, o que é perfeito para quem tem criança, estuda ou faz home office.

E nem precisa se preocupar muito com exorbitantes quantias pelas casas e apartamentos, tem imóveis que se encaixam em todos os tipos de orçamento, a única coisa que é necessária na hora de comprar é força de vontade e estar preparado para a correria da mudança para vida nova.

Em questão de segurança pode ficar bem tranquilo, a Polícia Militar e Civil informou que embora o bairro tenha um certo movimento é muito seguro, devido a circulação de empresas de segurança, que foram um empreendimento feito pelos próprios moradores do bairro.

Bom, já foi falado da área comercial, residencial e da segurança e claro que não podemos deixar de lado o ensino…

Existe uma educação de muito boa qualidade, a região dispões de uma vasta gama de colégios, escolas com cursos de línguas estrangeiras e tudo de melhor que você possa imaginar. Vai da educação de uma pequena criança até se formar um jovem adulto, pronto para encarar a carreira profissional.

A infraestrutura desse bairro só pode ser descrita de uma forma… completa!

e é por isso que o bairro está evoluindo muito como bairro nobre referência. Evoluindo constantemente e investindo cada vez mais no bem estar e facilitação do dia-a-dia dos moradores da região.

É aí gostou de saber mais sobre esse bairro incrível de São Paulo? Então compartilhe nas suas redes sociais!!!

6 dicas para colocar a moto a venda

Na hora de trocar de motocicleta, é muito comum que o condutor coloque o veículo atual à venda, seja para levantar um valor específico ou para não ficar com uma moto parada. Se você está pensando em fazer o mesmo, conheça a seguir 6 dicas para colocar a moto a venda!

1. Dê uma geral na sua moto

Antes fazer o anúncio de que sua moto está a venda, é importante levar o veículo ao mecânico para que ele faça uma revisão completa, o que certamente vai ajudar a despertar o interesse dos possíveis compradores.

 A explicação é simples: ao comprar uma moto usada, o mínimo que o cliente espera é que a mesma esteja em boas condições de uso. Saber que o veículo passou por uma revisão recente significa que o comprador não vai precisar passar por essa etapa tão cedo.

Na revisão da moto, lembre-se de conferir desde o óleo do motor e os filtros, até a firmeza da grade para acomodar a baú para moto. E claro, informe que você fez uma revisão recente no anúncio de venda da moto.

2. Veja se a documentação está atualizada

Na correria do dia a dia, não é difícil esquecer do pagamento de alguma taxa ou mesmo do IPVA do veículo. O problema é que, para conseguir vender a sua moto, você vai precisar estar com a documentação atualizada.

Antes de anunciar sua moto, tenha certeza de que todos os documentos estão em dia, desde o IPVA até eventuais débitos com o Detran. Certamente, um interessado na compra só vai fechar negócio após checar a documentação.

Se você ainda tiver guardado, apresente notas de serviço ou peças que você comprou para turbinar a moto, já que isso pode impactar na valorização do veículo.

3. Defina um preço que esteja dentro da média do mercado

Normalmente, para estabelecer o preço de uma moto a venda, faz-se uma pesquisa na Tabela Fipe para saber qual o valor determinado. Entretanto, nem sempre o preço da Tabela Fipe vai estar de acordo com o que está sendo aplicado no mercado.

Por isso, além de verificar a tabela, pesquise online ou nas lojas próximas à sua casa qual é o preço que das motos do mesmo ano e modelo. Se você verificar que está abaixo da Fipe, pode diminuir um pouco o valor de venda para ter mais competitividade.

4. Considere todos os elementos que vão (ou não) com a moto

Por mais que sua moto já esteja usada, quanto mais completa ela estiver em matéria de acessórios originais ou colocados posteriormente, melhor.

Portanto, tire um tempo para levantar todos os itens que vão com a moto. Esses itens podem ser o manual de instrução, a chave reserva, a caixa plástica para moto que você utiliza, entre outros.

Ao saber quais acessórios da motocicleta você tem disponível e quer colocar a venda, você consegue dar mais informações para os compradores.

5. Se esforce para tirar fotos atrativas da sua moto

No mundo das vendas, a imagem faz toda a diferença. Afinal, é por meio de fotos e vídeos que o potencial cliente vai ter contato pela primeira vez com o produto.

O mesmo vale para a sua moto. Uma das melhores dicas para colocar a moto a venda é se esforçar para tirar fotos de qualidade do veículo.

Para isso, dê “aquele trato” na moto: lave e encere o veículo para que ele cause uma boa impressão. Além disso, opte por fotografar a moto em um ambiente com poucos elementos, para que o destaque fique somente no produto a ser vendido.

6. A descrição também é importante

Se a imagem de qualidade é capaz de chamar a atenção do potencial comprador, é por meio da descrição que você vai conseguir passar todas as informações para que a pessoa considere comprar sua moto.

No campo de descrição, informe todos os detalhes da moto. Alguns dados que você não pode deixar de lado são:

  • Ano de fabricação;
  • Modelo da moto;
  • Quilometragem atualizada;
  • Capacidade do motor;
  • Se vem com algum acessório.

Além disso, você pode falar sobre outros aspectos da moto que podem ser importantes para quem estiver pensando em comprar. De qualquer forma, seja sempre sincero e descreva até mesmo as falhas na pintura ou algum defeito técnico. Inventar coisas sobre a moto nunca é uma boa opção.

 

Com tudo isso feito, é só colocar o anúncio no ar e esperar pelos contatos. Você pode usar sites especializados em vendas, redes sociais e até WhatsApp para comunicar que a sua moto está à venda.

Com essas 6 dicas para colocar a moto a venda, certamente o processo será mais fácil e você vai ter mais sucesso no anúncio.

 

6 bancos para abrir conta corrente pela internet

Não há como negar que a tecnologia tem sido abundantemente vantajosa na vida de quem está constantemente na correria. Fazer compras, pagar boletos, agendar consultas – tudo isso pode ser concluído online. Agora, você sabia que também é praticável abrir conta corrente pela internet?

Muitos bancos tradicionais, visando um público mais antenado e a onda de bancos digitais (como a NuBank e Agibank), já oferecem a oportunidade de abrir conta corrente online, de forma simples e sem burocracia.

Conheça 6 dicas de bancos que dispensam a presença do cliente na abertura de conta. Confira!

6 sugestões  de bancos para abrir conta corrente pela internet

1. Santander

No banco Santander você abre sua conta totalmente online, sem taxa de adesão e com direito a diversos serviços. Você pode realizar consultas pelo internet banking, fazer até quatro saques e dois extratos por mês emitir sua fatura cartão Santander e muito mais.

2. Itaú

O banco Itaú oferece um aplicativo denominado AbreConta para quem possui Android ou IOS. Juntamente ele, você pode abrir conta corrente pela internet e trazer direito a várias transações da mesma forma conforme se tivesse feito o cadastro presencial.

3. Banco do Brasil

Abrir conta corrente pela internet no Banco do Brasil também é fácil. A agência facilita tanto o cadastro pelo computador quanto pelo celular. No entanto, algumas opções precisam ser realizadas apenas na agência física.

4. Bradesco

O Bradesco oferece diversas modalidades de conta para você escolher qual se adapta a sua necessidade. E mesmo que você possa abrir uma conta online Bradesco, o banco tem a sua disposição um consultor para caso você não se sentir tão seguro ao abrir conta corrente pela internet.

5. Agibank

Agibank é um banco totalmente digital. Além de você abrir conta corrente online, todas as transações são feitas pela internet, por meio de um aplicativo. Você tem direito aos mesmos serviços de um banco físico, incluindo um cartão de débito e crédito.

6. Nubank

A startup financeira famosa pelo cartão de crédito roxo também permite abrir conta corrente pela internet. É a NuConta da Nubank. Apesar de ainda não ser factível depositar e sacar dinheiro nem ter cartão de débito, a NuConta permite transferência para outros bancos sem cobrança de tarifas.

O que você achou dessas dicas de bancos para abrir conta corrente pela internet? Escolha o melhor para você e abra sua conta online hoje mesmo!

Pegging: Confira algumas curiosidades!

Entre os fetiches sexuais, o pegging talvez seja o que mais gera polêmicas. Contudo, os casais que já utilizam a cinta peniana na cama não se mostram nem um pouco desconfortáveis com essa prática.

Se você quer saber mais sobre o pegging, então não deixe de conferir o que temos a dizer sobre esse assunto. Além de curiosidades, mostramos os cuidados que você deve ter ao utilizar a cinta peniana. Confira!

Afinal, o que é pegging? Como é utilizada a cinta peniana?

Antes de qualquer coisa, devemos definir o que é o pegging. Geralmente, essa expressão é usada para definir relações sexuais em que mulheres penetram seus parceiros homens com uma cinta peniana.

Contudo, o termo também pode ser usado para fazer referência ao uso desse brinquedo sexual por casais homossexuais, sejam eles de homens ou de mulheres.

Isso porque as cintas podem ser usadas das mais diversas maneiras, por pessoas de ambos os sexos.

Para que se possa ter uma ideia, as próteses do strap-on são adequadas para o sexo anal, vaginal e até oral.

Apesar de toda a versatilidade desse acessório, precisamos enfatizar que ele ficou associado à prática da inversão. E o motivo para isso é muito simples.

A próstata é uma região muito sensível à estimulação, que pode propiciar muito prazer ao homem.

E, é claro, a possibilidade de dominar um homem mexe muito com a fantasia feminina.

Sem contar que há cinta peniana que possibilita às mulheres serem penetradas enquanto penetram, o que potencializa ainda mais o prazer feminino. Esse é o caso do strapless.

Homens que praticam o pegging são gays?

Um dos motivos que fazem com que o pegging seja tão controverso é o fato de os homens serem penetrados por suas parceiras. Afinal, o prazer do sexo anal é mais constantemente associado a homens gays.

Contudo, o prazer anal masculino não está relacionado à opção sexual. Na realidade, é um fato biológico.

Qualquer homem, independentemente de sua opção sexual, é capaz de sentir prazer ao ser estimulado diretamente na próstata. E essa glândula fica localizada no reto.

Justamente por conta da próstata, podemos dizer que o ânus é uma das zonas erógenas mais sensíveis do corpo do homem.

Logo, podemos concluir que homens que sentem prazer com o sexo anal não necessariamente são gays.

Na realidade, o pegging tem sido cada vez mais adotado por homens heterossexuais, que fazem questão de dividir com suas parceiras o prazer de penetrar e desejam sentir novas sensações na hora “h”.

A importância do diálogo aberto na hora de usar o pegging

Embora seja cada vez mais utilizado por mulheres e homens em todo o mundo, o pegging ainda enfrenta muita resistência, especialmente por parte do público masculino.

Isso pode ser visto como um preconceito com relação à prática. De fato, muitos homens veem o pegging como uma ameaça à sua masculinidade.

Contudo, esse preconceito não é apenas masculino. Na verdade, muitos homens que já são adeptos da cinta peniana podem sentir dificuldades em expressar esse desejo a suas parceiras, por medo de não serem compreendidos

Para evitar qualquer tipo de desentendimento em torno do assunto, o ideal é que o pegging seja abertamente discutido pelo casal.

Realmente, não se deve esquecer que o uso da cinta peniana deve ser feito de maneira consensual.

Pegging: mais prazer e diversão para homens e mulheres na hora “h”

Para concluir, não podemos deixar de sublinhar o quanto o pegging pode ser benéfico para um casal, independentemente da orientação sexual.

 

E você, o que acha de tentar fazer o pegging com seu parceiro ou parceira? Aproveite o espaço abaixo e compartilhe com os leitores do blog a sua experiencia!

Qual o melhor hospital em Vitória da Conquista?

Desde hospitais particulares, como hospitais gratuitos, quem é que nunca precisou realizar uma consulta em Vitória da Conquista e ficou receoso sobre qual o melhor hospital poderia procurar? Pois é e é exatamente por isso que vamos te explicar isso hoje.

Mas claro que a condição financeira de alguns, não é a mesma de outros por isso trouxemos hoje o melhor hospital em Vitória da Conquista gratuito e o melhor hospital em Vitória da Conquista particular para que assim consigamos atender a vontade de todos.

Melhor hospital Gratuito

O melhor hospital gratuito em Vitória da Conquista, é o hospital geral de Vitória da Conquista que seria o Sesab, que é um hospital que atende tanto a situações de médio risco até riscos gravíssimos, e nesse hospital você terá acesso de alguns serviços, e para saber mais você pode ligar para o telefone a seguir: 77 32292400.

E para saber mais dos serviços do hospital você também pode clicar no link a seguir, que seria o próprio site que o Estado da Bahia disponibiliza: Hospital Geral, e nesse site você pode ter o livre acesso do horário de atendimento, dos horários das visitas e do que você vai precisar para realizar uma visita a algum paciente que se encontra nesse hospital, como a documentação e algumas outras informações.

Melhor hospital particular

Mas se você dispõe de algum orçamento para cuidar da saúde da sua família, você pode optar pelo hospital particular, que seria o hospital Samur, que é um dos hospitais particulares mais completos em Vitória da Conquista e você ainda pode ser atendido via WhatsApp, Facebook e etc.

Por vias do hospital SAMUR é um dos hospitais que sempre dá o melhor de si para tentar atender bem os pacientes, e o hospital SAMUR ainda tem um blog próprio onde ele disponibiliza várias notícias sobre a região de Vitória da Conquista com referência à saúde.

E o hospital SAMUR ainda proporciona que você agende a sua consulta de forma online, e para isso basta que você clique no link a seguir: Hospital SAMUR, e no site você consegue ter acesso livre tanto dos serviços disponíveis como agendar uma telemedicina, usando o seu nome, seu telefone e o seu e-mail, e depois basta que você preencha o campo que tem logo abaixo explicando muito bem o serviço que você precisa utilizar.

E se você gostou do serviço do hospital você ainda pode preencher um formulário dando alguma sugestão crítica ou etc.

Qual o melhor hospital em Vitória da Conquista?

Em sumo os dois hospitais são muito bons, e por isso são considerados os melhores hospitais em Vitória da Conquista, a única barreira que fica entre eles é que um deles é pago e o outro é gratuito, ou seja isso vai depender do seu orçamento e do fato de você querer ou não gastar com a saúde da sua família, mas o hospital gratuito vai te atender tão bem quanto o hospital particular, já que essa é a função dos mesmos.

« Older posts

© 2021 Cidan Dicas

Theme by Anders NorenUp ↑