Faça seu próprio pão artesanal em casa. Aprenda essa receita!

Você sabia que um dos principais passatempos dos brasileiros durante o período de isolamento foi a produção caseira de pães artesanais e para 4500 pessoas produzir pão caseiro tornou-se um negócio, segundo afirma pesquisa do Sebrae?

A panificação artesanal cresceu muito nesse momento de pandemia possivelmente ser uma boa forma de distração e passatempo.

Ao falarmos em pães caseiros, logo surge a lembrança do pão fofinho, do cheiro de massa assada invadindo a casa. É realmente uma delícia.

A receita que trazemos nesse artigo é elaborada somente com os processos mínimos necessários para a fabricação de um bom pão caseiro. Dessa forma será utilizado o fermento biológico seco, dispensando a etapa de produção do levain ou fermento natural. Assim esse pão artesanal poderá ser feito até por quem não tem nenhuma experiência com panificação.

Se você ainda não sabe como fazer pão caseiro, o que acha de iniciar agora com uma receita bem fácil?

Fique atento! Evite esses erros comuns

Antes de passarmos a receita de pão artesanal é importante ficar atento em alguns detalhes para evitar esses erros que podem arruinar o seu pão. Veja abaixo:

Não seja apressado demais, deixe a massa descansar o tempo correto.

Não ponha farinha demais. Siga a receita!

Não sove a massa além do que é preciso.

Não deixe o pão assando muito perto da chama do forno assim ele irá cozinhar por dentro e por fora.

E por último, mas não menos importante, conheça o seu forno e o clima de sua cidade. As temperaturas do forno e da sua região irão influenciar no processo de produção.

Receita de pão caseiro fácil

Pão quentinho que deixa a casa toda com àquele cheiro gostoso de massa de pão assada e é muito simples de ser preparado. Está pronto para aprender? Vamos aos ingredientes:

  • 1kg de farinha de trigo
  • 5 colheres de sopa de açúcar
  • 2 pacotinhos de fermento biológico seco (20g)
  • 2 xícaras de água
  • 2 ovos inteiros
  • 2 colheres de chá de sal
  • 1/2 xícara de óleo
  • 1 gema para pincelar com 1 pitada de sal e 2 pitadas de açúcar

Passo-a-passo para fazer pão caseiro bem fácil

Produzir este pão é mais simples do que parece, basta seguir com cuidado todos as instruções deste artigo. Veja abaixo os passos do modo de preparo:

  1. Em um recipiente você irá adicionar 2 colheres de sopa de farinha de trigo, mais o açúcar, o fermento e uma xícara de água;
  2. Misture os ingredientes até ficar bem homogêneo, misture bem;
  3. Reserve a mistura deixando fermentar por 30 minutos ou até que dobre de volume (o tempo pode variar de acordo com a temperatura do ambiente, quanto mais quente, mais rápido o processo de fermentação);
  4. Em seguida adicione o restante da farinha de trigo e os outros ingredientes misturando até formar uma massa lisa e bem bonita;
  5. Leve a massa para uma bancada ou uma bacia coberta com um pouco de farinha e sove até que fique bem lisa e homogênea;
  6. Deixe a massa descansar coberta com filme plástico até que dobre de volume novamente;
  7. Divida a massa em pedaços de aproximadamente 50g e deixe crescer até triplicar de tamanho, essa massa rende um total de 32 porções;
  8. Depois desses processos é o momento de preparar para levar ao forno;
  9. Misture o açúcar, o sal e a gema e use para pincelar os pães com muita delicadeza;
  10. Leve ao forno preaquecido a 200 graus por aproximadamente 20 minutos, ou até dourar.

Agora você tem deliciosos pães caseiros para um café da manhã delicioso com pão macio e quentinho. E nem precisou ir até a padaria para isso. Se quiser mais opções de receitas de pão caseiro para diversas ocasiões veja o artigo com 12 Receitinhas fáceis de pão para fazer em casa .

Como montar um cardápio online?

Você deseja saber como montar um cardápio online? Então, provavelmente, já deve ter se questionado sobre os benefícios do mesmo em seu estabelecimento. O cardápio é o principal atrativo numa lanchonete, restaurante, pizzaria, entre outros, pois através dele que o cliente conhece um pouco da sua cozinha e pode avaliar se as opções são suficientes para que se tonem clientes.

No entanto, não basta ter o cardápio de mesa, já que, atualmente, pedir comida pelo aplicativo de um sistema delivery, tem sido a opção escolhida pelos clientes, o que resulta na necessidade de ter um cardápio online para apresentação.

Deseja saber como montar um cardápio online? Confira as dicas a seguir:

Dicas de como montar um cardápio online

O cardápio online é essencial para apresentar as opções do estabelecimento, para clientes que desejam pedir refeições pelo sistema delivery. Esse tipo de cardápio pode ser apresentado em redes sociais, site do restaurante, WhatsApp, aplicativo, etc.

Confira a seguir como montar um cardápio online:

Pense nos clientes

O público-alvo é a parte essencial para definir como deve montar o cardápio online, pois o menu precisa atender as necessidades do público, orientando de forma atrativa para que escolham fazer pedidos em seu restaurante, por exemplo.

É importante saber que as cores, o design e informações presentes no cardápio online, influenciam a mente do consumidor, ou seja, quanto mais atrativo, simples de compreender, e profissional, melhor será o seu resultado em vendas.

O cardápio deve ter informações bem claras

Ir à um estabelecimento e ter que ficar perguntando detalhes sobre o menu para garçons, acontece com frequência, mas pode acabar cansando o cliente, o qual, se for a sua primeira vez no local, pode não voltar e avaliar como uma experiência desagradável. No caso de pedidos online, o cliente pode desistir da compra.

Para atrair o público e evitar esse tipo de situação, as informações presentes no cardápio online, devem ser de fácil entendimento, esclarecendo detalhes importantes (risco para alérgicos), como exemplo: glúten, amendoim, frutos do mar, lactose, etc.

Estrutura do cardápio

É preciso detalhar o cardápio com informações claras, no entanto, você deve se atentar a estrutura, pois de nada adianta um monte de informações em uma estrutura que confunde os clientes, deixa a leitura pesada e difícil de compreender, além de ser cansativo aos olhos. Seja claro e objetivo.

Informe os nomes dos pratos de forma legível, colocando os preços a sua frente, em seguida, informe os ingredientes abaixo, além de categorizar os pratos (lanches, pizzas, refeições, petiscos, bebidas com álcool, etc.).

Atenção ao design

Como mencionado, as cores, estilo, estrutura e informações presentes, são essenciais. O design de seu cardápio online, deve atrair e não afastar o seu cliente, portanto, a aparência deve ser agradável e a menos poluída possível. Afinal, o profissionalismo e cuidado no cardápio online, começa a ser demonstrado nesta etapa.

As cores devem ser harmônicas, as imagens em ótima resolução e ocupando o espaço em branco, a fonte deve ser legível e o mais simples possível.

Cardápio online grátis

Existem algumas plataformas online que possibilitam a criação de um cardápio grátis, com recursos essenciais para deixar o seu menu impressionante. Basta realizar a pesquisa no mecanismo de busca e criar um cardápio atrativo, seguindo o passo a passo.

Como Antecipar Crédito da TIM Celular

Como Antecipar Crédito TIM, um serviço especial para quem está sem crédito e precisa fazer ligações, enviar SMS ou acessar a internet e não pode recarregar.


É cliente da TIM e quer aprender como antecipar crédito no seu celular? Então leia este artigo que vamos te ensinar como solicitar o serviço que pode ser muito útil em momentos de urgência.

Cliente pré-pago enfrenta situações complicadas quando os créditos se acabam. Uma dessas situações é quando, por não ter como efetuar uma recarga na hora, o fica impedido de fazer ligações importantes, mandar mensagens ou acessar a internet para responder um e-mail.

O pedido de como antecipar crédito se torna essencial nessas horas e também quando o seu saldo está acabando e a ligação promete se estender mais do que os créditos poderão segurar.

Como Funciona os Créditos Antecipados TIM

Para entender como antecipar créditos na TIM é preciso aprender como é que este serviço funciona. Pois bem, o serviço Credito Especial funciona da seguinte maneira: O cliente entra em contato por um desses canais e aceita receber os créditos antecipados. O valor oferecido é de R$ 5,00 e esse saldo pode ser usado para chamadas, torpedos e acesso a internet.

Os R$ 5,00 oferecidos como crédito antecipado serão descontados da sua próxima recarga juntamente com uma taxa de serviço no valor de R$ 2,00. Ou seja, se você fizer uma recarga de R$ 14,00, R$ 7,00 serão descontados pelo uso do serviço.

Mas preste atenção: se você recarregar em até 24 horas após a solicitação dos créditos antecipados os R$ 2,00 não serão cobrados. Para receber a isenção nessa taxa é preciso recarregar valores acima de R$ 14,00.

As únicas regras para poder participar desse programa de como antecipar créditos é ter uma linha TIM com mais de três recargas desde sua ativação e que tenha menos de R$1,50 de crédito no momento da solicitação do serviço.

Como Pedir os Créditos Antecipados

Foi para momentos como esses que a TIM criou o Crédito Especial, um serviço para o cliente pré-pago que se encontra em situações parecidas com as listadas acima onde ter crédito se torna indispensável.

Como antecipar crédito com este sistema é bem simples e o cliente TIM tem mais de uma opção para contratar este serviço.

Uma delas é ligar para *222 e seguir as recomendações da gravação. O cliente também pode digitar *144# no celular e aguardar a confirmação dos créditos. Quem gosta de trabalhar com aplicativos pode descobrir como antecipar créditos através do aplicativo Meu TIM e para quem vive conectado ainda pode solicitar o serviço no site da sua operadora.

Para aproveitar esse serviço, escolha uma dessas formas de contato e aproveite dos créditos antecipados sempre que precisar. Mais informações no site oficial da operadora.

Dicas antes de adquirir um carpete

Dicas antes de adquirir um carpete – Se você também é daquelas pessoas apaixonadas por carpete, este artigo foi feito para você.

Que gosta de harmonizar seu ambiente com peças atrativas e elegantes.

Mas antes de escolher o seu carpete, é preciso conhecer as características e os tipos de material que melhor atendem a sua realidade.

Durante a reforma, um dos principais pontos a ser decidido é com relação ao revestimento do chão da casa.

A opção dos carpetes forração apresenta diversas vantagens.

Para conhecer melhor estes benefícios, confira as dicas e fique por dentro das melhores alternativas.  Neste Artigo criado pela Cidan, tentamos tirar suas dúvidas antes de adquirir um carpete.

 

Para que serve o carpete

carpetes forração

Dicas antes de adquirir um carpete de forração apresenta diversas vantagens.

Muito mais que um acessório doméstico que deixa sua casa mais bela, os carpetes forração oferecem conforto e é um eficiente isolante térmico.

Eles são comumente encontrados nas casas e nos comércios e apresentam benefícios e vantagens que fazem o investimento valer a pena.

Mas quais são estes benefícios?

  • Deixa o seu ambiente mais aconchegante e bonito
  • A variada gama de produtos, com estampas e designers variados possibilitam a escolha que mais combine com seu ambiente
  • Ajuda isolar o ambiente promovendo um conforto acústico
  • É eficaz na segurança de pessoas de capacidade reduzida, como crianças e idosos, por exemplo.

Outra grande vantagem de utilizar o carpete é a facilidade de higienização.

Uma receita caseira pode remover suas manchas.

Basta diluir uma colher de sopa de detergente neutro e uma colher de sopa de vinagre branco em 1 litro de água morna.

Balance o recipiente até que a solução se torne uma espuma, aplique diretamente na superfície a ser limpada e esfregue suavemente.

Depois de alguns minutos remova a espuma.

Existe um equipamento que pode ser utilizado ao limpar. Parece um pouco com o aspirador de pó.

Ele pode auxiliar na higienização caseira.

Caso não tenha, bucha, água e sabão resolvem. Evite produtos químicos.

Mas se desejar fazer uma limpeza profunda, pode contar com um serviço profissionalizado.

 

Os principais cuidados a serem tomados antes de comprar carpete

O carpete forração é usado nos mais variados tipos de estabelecimentos.

É o queridinho das salas de estar. Também está nos quartos compõe a identidade visual de lojas, escritórios.

Tem uma grande atuação nos cuidados com a saúde.

Já que evita o contato direto dos pés com o chão, evitando, assim o resfriado.

O revestimento com carpete pode evitar também que os ruídos sejam emitidos aos vizinhos.

Algumas pessoas se preocupam com algumas desvantagens, como por exemplo, as marcas que os móveis podem deixar no carpete.

Entretanto, se a manutenção for realizada de forma correta, a vida útil e a conservação dele será longa.

Se você o higienizar corretamente vai poder desfrutar do seu uso com conforto e segurança, deixando-o bem limpinho.

Porém existem opções na hora da escolha que ajudam a evitar este tipo de transtorno.

As dicas são:

 

1 – Tenha em mente que os cuidados cotidianos, vão te ajudar a ter um carpete novinho por um bom tempo.

Podem até existir outras alternativas de revestimento, mas os benefícios de optar pelo carpete, fazem com que ele seja amplamente escolhido.

Há quem não dispense o carpete, e os motivos são bem claros. Seja porque combina mais com a personalidade da pessoa.

Ou simplesmente, porque é lindo e aconchegante.

 

2 – Características e funcionalidades do carpete

Os carpetes forração pode ser produzidos em diversos materiais, graças a variedade de opções e a diversidade de processos.

Contudo, para cada utilidade há uma peça mais adequada. É importante levar em conta o local onde o acessório será utilizado.

É também à exposição a fatores que podem favorecer a alta necessidade de manutenção.

  • Carpete de nylon

As fibras deste tipo de material apresentam maior resistência ao desgaste e ao mofo. Outra vantagem é que os carpete forração de nylon possuem maior durabilidade.

E resiste bem ao peso dos móveis.

É um material que pode passar por transformação em sua coloração, ofertando grande variedade de escolha.

Estes motivos justificam o porque destes, serem os mais populares do mercado.

Se a superfície a ser revestida recebe um intenso fluxo de pessoas, diariamente, o nylon é a opção mais indicada.

  • Carpete de polipropileno

Cada dia mais, as pessoas procuram este tipo de carpete para forração de interiores.

Isso porque possui uma manutenção simplificada e é pouco suscetível as manchas.

Por isso, é mais indicado para ambientes com fluxo movimentado de pessoas e que possuem crianças.

  • Carpete de poliéster

Maciez e resiliência são as principais características dos carpetes forração de poliéster.

Além disso, ele estabelece uma boa relação de segurança com os alérgicos, já que não é propenso a formação do mofo.

Pode ser encontrado também com uma base ecológica. Muitos deles são produzidos com garrafas pets.

Para decorar o seu evento, o carpete pode ser encontrado nas mais variadas cores e modelos.

 

3- A importância usar o carpete no meio corporativo

A norma NBR 15.575, foi criada em 2013, pela Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).

Seu objetivo é certificar as condições mínimas de trabalho e assegurar a proteção de colaboradores ou demais presentes.

No ambiente, quanto aos problemas auditivos.

Ocasionados por projetos arquitetônicos e materiais inadequados.

Nem todas as organizações exercem o cumprimento da mesma, neste sentido, a orientação é que busquem se adequar.

O uso de carpete é uma alternativa com uma boa relação custo benefício.

Não só para atender aos parâmetros legais, mas para tornar seu meio corporativo seguro e aconchegante.

 

Conclusão

As fibras sintéticas  do carpete tendem a reunir diminutas porções de ar que resulta na retenção da temperatura.

O que o mantém confortável.

A forração também apresenta uma valorização estética de seu ambiente, dando identidade visual, alinhada à sua personalidade.

Pensando nisso, a JC Decor – Jeová Couros disponibiliza uma gama de produtos e soluções, bem como uma equipe que se encontra a sua disposição.

E o mais importante, você vai tudo isso sem sair do seu lar. É só acessar o nosso site.

Deixe o seu ambiente do jeitinho que você sonhou. Venha para a JC Decor e conheça as melhores condições.

Golden Retriever: Curiosidades sobre a raça

Se tiver boa saúde, nenhum cuidado especial será necessário para o golden retriever. Ele só precisa de acompanhamento veterinário, muito exercício e uma família amorosa. Esse cachorro pertence a linhagem britânica dos retrievers e foi criado para caçar aves aquáticas. Contudo, esse animal se mostrou útil para várias funções, inclusive cão de companhia. Nos próximos parágrafos, conheça algumas curiosidades sobre essa raça canina.

Cão escocês

Os registros mostram que o golden retriever foi criado durante o período vitoriano, pois as pessoas queriam um cachorro de porte médio capaz de caçar e nadar. Em 1850, o barão Dudley Coutts Marjoribanks criou o golden ao fazer o cruzamento entre o tweed walter spaniel e um cão da linhagem retriever. De forma rápida, esse animal se tornou popular na Escócia, pois conseguia “pescar” peixes com enorme habilidade.

Reconhecimento tardio

Existe uma organização responsável por reconhecer e registrar raças caninas e o nome dela é American Kennel Club (AKC). Apesar do golden retriever ter sido criado em 1850, esse cão só foi registrado pelo AKC em 1932. Essa raça não foi reconhecida antes, pois a entidade o via apenas como uma variação colorida dos cães retrievers.

Cão para trabalho

Desde que foi criado, o golden retriever sempre foi utilizado para trabalhar. Por exemplo, no século XIX, esse cão era muito requisitado para a caça. Além de ser muito esforçado, esse animal é muito apegado ao seu dono. Por conta disso, é muito comum vê-los trabalhando como cães-guia. Ademais, esse cão também auxilia pessoas que têm doenças graves. Esses cachorros também são muito utilizados em concursos e competições. Por exemplo, os três primeiros cães que venceram os concursos de obediência do AKC eram goldens retrievers.
Informações sobre Golden Retriever

Informações sobre Golden Retriever

Treinamento e exercícios

Os cães da linhagem retriever precisam gastar energia, pois são muito agitados. É necessário que eles se exercitem bastante, pois isso melhorará sua parte física e também sua parte mental. O golden retriever precisa se exercitar entre 30 e 60 minutos por dia, de preferência nas caminhadas. Quando esse animal não se exercita, ele fica entediado e estressado, o que pode lhe deixar muito agressivo. Como esse cachorro é muito desastrado, ele precisa ir ao adestramento ainda em sua infância. Isso lhe ajudará a ter um bom comportamento. Essa raça canina gosta muito de agradar a sua família. Por conta disso, adestrá-lo se torna uma tarefa relativamente fácil. Como esse cão é muito inteligente, ele tem facilidade para aprender novos comandos.

Amor pela água

Desde sua criação, o golden retriever gosta muito de nadar e de brincar na água. Por conta disso, eles ficam sujos com facilidade, pois não se importam de pular em poças de água ou de lama. Esse animal precisa tomar banho pelo menos uma vez por semana. Ademais, o dono do golden deve se preparar para muita bagunça, pois o banho é uma grande brincadeira para esses cães.

Amor pelas crianças

O golden retriever é muito amigável e tem muita facilidade para lidar com as pessoas, especialmente as crianças. Esses animais são protetores e possuem um grande senso de lealdade. Dessa forma, eles se tornam grandes tutores para os pequenos. Além disso, esse cachorro gosta de fazer novas amizades, inclusive com outros animais.

Saiba mais sobre a Xiaomi, a empresa que vem revolucionando o mercado de Smartphones

A fabricante de smartphones Xiaomi Corp. entrou com sua oferta pública inicial (IPO) no início de maio de 2018. A empresa com sede em Pequim, liderada pelo co-fundador e CEO Lei Jun, gera receita através de quatro principais segmentos de negócios: smartphones, Internet da Produtos de coisas (IoT) e estilo de vida, serviços de Internet e serviços e produtos adicionais diversos. A empresa antecipou ambiciosamente um valor corporativo de até US $ 100 bilhões durante seu IPO.Em 9 de julho de 2018, a Xiaomi estreou na Bolsa de Valores de Hong Kong, fechando em 16,80 yuan (ou US $ 2,14), gerando uma capitalização de mercado de cerca de US $ 50 bilhões, o que é metade do que Jun esperava quando a listagem foi anunciada .Em 19 de julho de 2019, esse valor de mercado caiu ainda mais, chegando a menos de US $ 28 bilhões.

A Xiaomi foi fundada em 2010, lançando seu próprio sistema operacional no final daquele ano e lançando seus primeiros smartphones em 2011. O CEO Lei Jun fundou a empresa depois de vender seu fornecedor de software Kingsoft Corp. à Amazon.com Inc.O empreendedor em série disse à Bloomberg que o que mais o leva a desempenhar o papel de comandante da fabricante de smartphones não é o dinheiro que sua empresa deseja ganhar, mas a oportunidade de servir no comando de uma empresa chinesa e “tornar-se o 1º no mundo “, ao lado de titãs de tecnologia nacionais como o Alibaba Group de Jack Ma (BABA), a Tencent Holdings de Pony Ma e a Baidu Inc. de Robin Li (BIDU), além de gigantes internacionais como a Apple Inc. (AAPL).

Em apenas alguns anos, a Xiaomi havia se tornado a maior fabricante de smartphones da China.No entanto, as vendas despencaram em 2016, e a empresa caiu no ranking.Muitos no mundo da tecnologia em rápido movimento assumiram que a Xiaomi entraria em colapso completamente. Contra todas as probabilidades, a empresa subiu no início de 2017, enquanto os números de vendas e receita aumentaram desde então.No entanto, o preço das ações da Xiaomi permanece muito abaixo do seu IPO, até o momento em que este artigo foi escrito.

A Xiaomi entrou originalmente na lista em Hong Kong e depois esperava dividir a oferta vendendo metade das ações da IPO para investidores em Xangai através dos recibos de depósito chineses.O plano de listagem na China continental foi posteriormente suspenso e a empresa não deu indicação de um cronograma de quando isso aconteceria.A Bloomberg informou que os obstáculos regulatórios fizeram com que a Xiaomi abandonasse sua lista continental, enquanto seguia em frente com sua estreia em Hong Kong.

De acordo com os resultados anuais de 2018, a Xiaomi gerou cerca de US $ 25,4 bilhões em receita no ano passado, um aumento de 52,6% em relação a 2017. Cerca de dois terços da receita da empresa são provenientes do segmento de smartphones.

A Xiaomi passou do primeiro lugar entre os fabricantes chineses de smartphones (2014) para o número cinco (2016) antes de recuperar sua participação no mercado.

Modelo de Negócios da Xiaomi

No ponto mais baixo de 2016, a Xiaomi viu as vendas de smartphones caírem para 41 milhões, abaixo dos 70 milhões registrados em 2016, de acordo com o IDC. Seu fundador bilionário, que foi apelidado de “Steve Jobs da China”, decidiu que sua empresa venderia muito mais do que smartphones.

Inicialmente, a Xiaomi havia se financiado com a venda de produtos de hardware e serviços online, como muitos de seus colegas na era da internet. A empresa gerou grande parte de sua receita com vendas de dispositivos com margens mais baixas, enquanto a maioria de seus lucros veio do negócio de serviços on-line. Suas centenas de produtos, como scooters, carregadores, purificadores de ar, malas e smartphones, funcionam como plataformas para serviços como armazenamento em nuvem, além de fornecer uma assinatura mensal por milhares de horas de programas de TV, filmes, jogos e outros ofertas. Outros serviços incluem um serviço on-line lucrativo, que oferece pequenos empréstimos para usuários de telefones Xiaomi, alimentados por um mecanismo de inteligência artificial de última geração que avalia o valor do crédito , segundo a Wired.

Em meio aos tempos mais difíceis da Xiaomi, a gerência decidiu adicionar uma terceira etapa para criar o modelo de negócios exclusivo da empresa. A fabricante de smartphones começou a jogar na ofensiva com investimentos em centenas de startups, com o objetivo de construir uma presença física no varejo muito além do escopo das vendas de smartphones. O objetivo era criar um ecossistema de startups parceiras, oferecendo uma gama diversificada de produtos domésticos e de tecnologia conectados à Internet, trabalhando para direcionar o tráfego de pedestres em locais de tijolo e argamassa.

“Comprar um telefone ou TV é um evento de baixa frequência. Quantas vezes você precisa voltar para a loja? disse Wang Xiang, vice-presidente sênior da Xiaomi, em entrevista à Wired. “Mas e se você também precisar de um alto-falante Bluetooth, uma panela de arroz com acesso à Internet ou o primeiro purificador de ar acessível na China – e cada um desses produtos não é apenas o melhor da categoria, mas custa menos do que os produtos existentes no mercado? Nosso ecossistema ainda oferece aos clientes novos produtos incomuns que eles nunca souberam que existiam.Então eles continuam voltando à Mi Home Store da Xiaomi para ver o que temos.

PRINCIPAIS PONTOS

  • A Xiaomi é uma empresa de tecnologia chinesa que fabrica e vende telefones inteligentes e outros dispositivos, serviços de internet e muito mais.
  • Após um IPO na Bolsa de Hong Kong em julho de 2018, a Xiaomi lutou para aumentar o preço das ações, apesar dos ganhos impressionantes em receita.
  • Para 2018, a Xiaomi gerou cerca de US $ 25,4 bilhões (US $) em receita.

Negócio de smartphones da Xiaomi

A Xiaomi continua a gerar grande parte de sua receita com telefones, que geram cerca de US $ 2 em receita por unidade e representam 65% da receita total. A receita de smartphones aumentou cerca de 41% de 2017 a 2018; em 2018, a empresa vendeu pouco menos de 119 milhões de unidades de smartphones. Enquanto a grande maioria desses telefones ainda é vendida na China, os números internacionais de vendas de smartphones da empresa também cresceram. Inclusive a empresa tem se expandido para outras partes do mundo. No Brasil por exemplo a Xiaomi já possui centro de atendimento aos clientes.

Negócio de produtos de IoT e estilo de vida da Xiaomi

As vendas de outros gadgets representaram cerca de 25% da receita em 2018, ou cerca de US $ 6,4 bilhões. Esse segmento inclui uma ampla variedade de produtos com capacidade para Internet, como TVs inteligentes, scooters elétricos, aspiradores de pó, câmeras, espelhos retrovisores e muito mais. A receita com a venda de TVs inteligentes e laptops foi particularmente forte; quase dobrou de 2017 para 2018.

Negócio de Serviços de Internet da Xiaomi

Aplicativos e serviços pré-carregados representaram cerca de 9,1% da receita, ou cerca de US $ 2,3 bilhões, em 2018. O segmento de serviços de Internet da Xiaomi também inclui anúncios e outros serviços.

O foco da Xiaomi em dispositivos domésticos conectados à Internet é graças a parcerias com dezenas de startups e tem sido visto como um componente essencial do sucesso renovado da empresa nos últimos anos.

Planos futuros

No futuro, a Xiaomi procura mudar sua dependência de seu mercado doméstico cada vez mais saturado e para clientes internacionais. A empresa investiu US $ 4 bilhões em seu ecossistema de parceiros chineses e também estabeleceu uma meta de investir outros US $ 1 bilhão em parcerias semelhantes com 100 startups na Índia, seu maior mercado fora da China.

A Xiaomi continua a estabelecer novas parcerias estratégicas para reforçar o uso dos dispositivos IoT pelos clientes;em 31 de dezembro de 2018, havia cerca de 151 milhões de dispositivos Xiaomi IoT em uso.Com a parceria da empresa em dezembro de 2018 com bens domésticos suecos e titânio para móveis IKEA, é provável que esse número continue a crescer.

Um futuro com IA

A Xiaomi também concentrou seus esforços na expansão de seus recursos de IA em relação aos seus dispositivos IoT, bem como em um esforço para aprimorar a experiência do usuário.

Principais desafios

Embora a Xiaomi já tenha superado desafios significativos nos últimos anos, pois ressuscitou essencialmente suas vendas de telefones e outros negócios, sempre existem novas ameaças. O mercado de tecnologia chinês está cada vez mais saturado e os telefones acessíveis da Xiaomi, que já se destacaram por sua qualidade e preço, agora enfrentam forte concorrência.A empresa também deve continuar a fornecer variedade e qualidade estelares de produtos a clientes no mercado interno e no exterior, caso contrário, esses clientes podem muito bem levar seus negócios para outro lugar.

Uma infinidade de perigos adicionais

Além de questões relacionadas à concorrência e acompanhar o ritmo acelerado do avanço tecnológico, a Xiaomi enfrenta várias outras ameaças, incluindo preocupações de segurança cibernética para seus clientes, perigos em relação ao fornecimento de componentes necessários para a construção de seus produtos e muito mais.

Diminua o colesterol e emagreça bebendo Chá de Maçã com Canela

Os chás surgiram na China, lá por volta de 2.700 a.C. Porém, dificilmente quando falamos em chás, as pessoas logo remetem ao “chazinho das cinco” lá da Inglaterra .

Desde que a princesa Catarina Bragança de Portugal visitou a Inglaterra para seu casamento com o príncipe Charles II.

Segundo a história, dizem que ela estava resfriada e solicitou uma bebida quente, as empregadas lhe serviram um chá com ervas e após isso a bebida ficou extremamente famosa.

Já aqui no Brasil nossa cultura é um tanto que diferente, costumamos utilizar os chás para obter suas propriedades fitoterápicas, ou até mesmo durante o inverno.

Pois é, são nos dias mais dias frios de inverno que os chás passam a ser uma excelente opção para aquecer o corpo.

E para aqueles que não curtem muito o chá bem quentinho, ainda existem opções de chás gelados para serem ingeridos em dias quentes.

 

Estes chás, costumam ser bastante saborosos e de quebra são relaxantes. E não é apenas isso, não sei se todos sabem, mas os chás possuem propriedades medicinais, e podem contribuir de forma significativa em uma melhor qualidade de vida.

Existem muitas opções, porém existe um que é muito apreciado, que é o chá de maçã com canela. Além desse chá ser muito saboroso, ainda poderá lhe trazer inúmeros benefícios para a saúde, podendo facilitar o processo digestivo e acelerar o metabolismo e que também pode ser utilizado junto com banho de rosas vermelhas 

Agora lhe convido a continuar essa leitura e aprender informações preciosas sobre o chá de maçã e canela.

Propriedades:

  • A maçã possui as mais diversas fontes terapêuticas, auxilia o processo digestivo, é depurativa do sangue, rica em fibras, ferro e é antioxidante.
  • Já a canela é um ótimo agente anti-inflamatório, antibacteriana, expectorante, anti alérgico, além de melhorar a circulação e a digestão.

Benefícios do chá:

 

  • A casca da maçã auxilia no emagrecimento. Ela possui uma substância chamada pectina que reduz a absorção de gorduras pelo corpo;
  • Ela ajuda a controlar o colesterol;
  • Por ser uma rica fonte de fibras, ela possui efeito laxativo e ajuda na digestão;
  • Ela possui ácido ursólico, que controla o nível de açúcar no sangue e também ajuda a reduzir o nível de gordura;
  • Essa suculência toda contém bastante potássio, o que ajuda a eliminar o sódio que circula excessivamente em nosso organismo e ajuda a eliminar os líquidos retidos.

Ele emagrece?

Sim, o chá ajuda a emagrecer, funcionando muito bem como antioxidante, reduz inchaços e dificulta a absorção de gorduras pelo organismo.

É ideal para diabéticos e para pessoas que têm o colesterol alto, pois estimula a produção de insulina a melhora todo o processo sanguíneo.

Como preparar?

 

  1. Numa panela, coloque meio litro de água, dois unidades de canela e a casca de quatro maçãs vermelhas. Lembre-se de lavar bem as cascas, para retirada de toda sujeira.
  2. Com todos os ingredientes juntos, leve ao fogo e deixe ferver por cerca de cinco a dez minutos.
  3. Então, retire do fogo, coe e beba.
  4. Pode ser consumido ainda quente ou, se preferir, espere esfriar.
  5. Se quiser, adicione um pouco de mel.
  6. A indicação para quem quer perder peso é tomar três xícaras desse chá ao dia.

Contraindicações e efeitos colaterais:

O chá de canela pode provocar hemorragias e abortos. Por isso, mulheres grávidas não devem tomar o chá. A dica é certificar-se com absoluta certeza que não há possibilidade de gravidez antes de tomar este chá.

O chá de canela também deve ser evitado por pessoas com insônia, ou muito ansiosas, pois esta especiaria tem propriedades estimulantes, que podem deixar a pessoa mais agitada, dificultando o sono.

O chá deve ser evitado principalmente à noite.

Conclusão:

Viu como é fácil ter uma vida mais saudável? Ainda por cima ingerindo uma bebida que pode ser adequada a seu gosto, que leva ingredientes baratos e fáceis de serem encontrados e que lhe trarão inúmeros benefícios.

Dicas para administrar o fluxo de caixa do seu pet shop

Para evitar prejuízos e controlar os gastos de sua empresa é preciso conhecer as dicas para administrar o fluxo de caixa do seu pet shop. Aqui neste artigo você encontra as principais informações para manter o seu negócio, além de melhorar a administração do mesmo.

Sabemos que toda a sua concentração e recursos são investidos na atração de clientes para o crescimento da sua empresa.

Porém, gerenciar uma empresa no segmento de serviços para animais, a qual está em um dos mercados mais concorridos do mundo, vai além do desenvolvimento e da venda de uma boa ideia de negócio. Portanto, aqui mencionaremos 3 dicas para administração do fluxo de caixa do seu pet shop.

Todas as empresas devem ser rentáveis ​​e, para isso, as finanças internas devem estar em ordem. No entanto, muitas empresas ficam aquém dos seus fluxos de caixa, caindo para zero ou negativo.

3 Dicas para administração do fluxo de caixa do seu pet shop

Uma ótima dica é obter um software para pet shop, que nada mais é que um sistema de interface simples que auxilia na administração de empresas, em que o proprietário e pessoas permitidas por ele podem conferir os relatórios financeiros, estoque de produtos, agendamento de consultas, entre outros.

Se você se identificar com esse problema, observe estas três dicas básicas que todo fluxo de caixa saudável deve considerar:

  1. Reduzir custos

Caso, seu caixa estiver sob pressão constante para cuidar dos custos operacionais diários, você deve ajudar a descompactar o máximo possível.

Isso significa que você deve reduzir custos, mas evite fazê-lo indiscriminadamente. Comece reduzindo despesas variáveis ​​e aplique melhorias em sua estrutura de custos, como atualizar seu preço de venda de acordo com as tendências do mercado e renegociar constantemente seus valores de matéria-prima.

  1. Aplicar pedido

O fluxo de caixa é o “sangue” da sua empresa. Qualquer coisa que bloqueie essa fluidez acabará prejudicando seus negócios. Portanto, certifique-se de implementar essas boas práticas para fazer seu pedido:

  • Permita que seus clientes paguem parcelado, para que o dinheiro sempre seja investido.

  • Oferece facilidades de pagamento além do cheque.

  • Incentive seus clientes a pagar com prêmios (desconto para pagamento imediato).

  • Crie uma reputação de bom pagador de suas próprias dívidas e contas a pagar.

  • Organize a contabilidade com a ajuda de uma planilha ou software de gerenciamento para pet shop.

  • Organize o pagamento de seus fornecedores em datas diferentes das contas a receber de seus clientes.

  1. Organizar pagamentos

Existem três princípios inalienáveis ​​que se aplicam às contas a receber pelo gerenciamento sólido do fluxo de caixa:

  • Saiba quanto eles lhe devem

  • Saiba quanto você deve

  • Saiba quando pagar

Equilibrar esses três princípios não é fácil, pois você cumpre uma função dupla: fornecedor e cliente. Uma solução é agendar antecipadamente seus pagamentos e a dívida de seus clientes.

Este exercício, ajudará você a saber exatamente qual é o seu ponto de equilíbrio; o momento em que sua renda totaliza suas despesas. Depois de ter esclarecido esse fator, você saberá em quais datas do mês você terá dinheiro para cumprir suas obrigações e quando novos recursos entrarão na caixa.

Dica extra: Tenha um plano B

Ter diferentes fontes de financiamento disponíveis para enfrentar contingências, como o endividamento excessivo, clientes que não desejam pagar ou são imponderáveis.

Aplique as seguintes alternativas simultaneamente para que você nunca fique sem fluxo:

  1. A reserva da reserva. Manter uma reserva, equivalente às despesas de um quarto, que é intocável, exceto em emergências.

  2. Créditos. Se sua empresa estiver financeiramente madura, você terá mais chances de obter um crédito ou uma linha de crédito em um banco ou instituição financeira regulamentada pela Comissão do Mercado Financeiro.

  3. Programas estaduais. Pesquise sobre os programas de benefícios estatais que apoiam a gestão das pequenas e médias empresas, com recursos ou conselhos.

Você não precisa ser um especialista financeiro para gerenciar adequadamente o fluxo de caixa da sua empresa. Mantenha suas receitas e despesas em ordem e adiante pagamentos e cobranças o máximo possível.

Lembre-se sempre de que o gerenciamento eficiente do fluxo de caixa é um sinal da maturidade da empresa aos olhos do mercado. No entanto, sua má administração pode levar seu negócio ao fracasso.

Vender consórcio para comprar um imóvel? Confira 6 erros comuns que você deve evitar

Pensando em vender seu consórcio para comprar sua primeira casa? Para muitos compradores iniciantes, o processo pode ser tão confuso quanto emocionante.

Estar ciente de algumas das armadilhas mais comuns ajuda as coisas a correrem o mais suavemente possível, para que você possa minimizar seu estresse e potencialmente economizar algum dinheiro ao longo do caminho.

Por este motivo, a Consórcio na Web separou alguns dos erros mais comuns que os compradores iniciantes cometem:

1.      Comprar mais do que você pode pagar

Pode parecer óbvio, mas comprar uma casa fora do seu orçamento da sua cota de consórcio é um dos erros mais comuns para os compradores iniciantes.

Seja você apegado a uma casa além da faixa de preço, ou seja, aprovado para um financiamento maior do que você pode pagar, ser realista sobre o orçamento existente e as despesas futuras ajudarão a evitar o remorso de qualquer comprador.

2.      Não planejando com antecedência

Quando se trata de comprar uma casa, seja com a venda de uma cota de consórcio ou não, o planejamento antecipado compensa.

Em vez de se apressar em uma compra, vale a pena reservar um tempo para planejar e organizar suas finanças.

Isso pode incluir a espera de um ano ou dois a mais para economizar um adiantamento maior ou dedicar um tempo para melhorar sua pontuação de crédito para que você possa acessar uma melhor taxa de juros. Ser paciente com o processo de compra de casa pode ajudá-lo a economizar dinheiro a longo prazo.

3.      Tomar decisões baseadas exclusivamente em emoção

Vender meu consórcio para comprar sua primeira casa é um dos maiores compromissos financeiros que você fará.

Portanto, é uma boa ideia pensar na compra de casa como uma decisão de negócios, não apenas pessoal.

Por mais tentador que seja escolher uma casa com base apenas em uma lista de desejos, você pode acabar comprando uma casa que não é um bom investimento ou fazer lances muito altos apenas para vencer a concorrência.

É importante que a casa em que você se instala não apenas o faça feliz, mas também seja uma boa decisão financeira.

4.      Drenando suas economias

Embora muitas vezes seja ideal oferecer um adiantamento maior, você não deve esvaziar suas contas de poupança para que isso aconteça. Usar fundos de emergência ou economias de aposentadoria que você reservou pode parecer uma boa ideia no momento, mas pode custar a longo prazo.

Em particular, como as novas casas podem exigir reparos ou reformas inesperadas, a falta de dinheiro pode colocá-lo em uma posição ruim.

5.      Comprar antes de solicitar um financiamento

Olhar para casas em potencial é muito mais divertido do que resolver suas finanças. É comum que os compradores iniciantes iniciem a visualização das propriedades antes mesmo de terem uma ideia do que podem pagar.

Embora isso possa ser tentador, você pode se decepcionar se uma casa que você ama não acabar na sua faixa de preço.

Para evitar surpresas desagradáveis, a coisa mais inteligente a fazer é ter uma ideia do que você pode pagar antes de começar a fazer compras.

6.      Ignorando despesas extras

A compra de uma casa é mais do que apenas o pagamento da mesma. Assim como você planeja e orça sua compra e venda de cota de consórcio, você também deve se preparar para quaisquer despesas adicionais em que possa incorrer durante o processo de compra ou depois de comprar sua casa.

Familiarize-se com os custos médios de serviços públicos onde você mora e, dependendo de sua propriedade, quaisquer taxas de manutenção, taxas de condomínio ou outros custos associados.

Especialmente para compradores iniciantes, vender meu consórcio para comprar uma casa pode ser um processo estressante e imprevisível.

Planejando com antecedência e instruindo-se sobre algumas práticas recomendadas, você pode ajudar a torná-la uma experiência mais suave e evitar gastar mais do que o necessário.

« Older posts

© 2020 Cidan Dicas

Theme by Anders NorenUp ↑