Como Escolher a melhor Raquete de Tênis

A primeira coisa a saber é que não existem raquetes de tênis que sejam as melhores de todas. Cada raquete de tênis combina características diferentes, e o resultado disso, faz de uma raquete a melhor opção para um jogador e não para outro.

Escolhendo a melhor raquete de Tênis para você

Tamanho da cabeça

Os tamanhos das cabeças das raquetes de tênis podem ser três:

  • Aro ou meio da cabeça: Raquetes de tênis com cabeças / aros de até 95 polegadas quadradas (sq) ou seu equivalente, 613 cm2.
    Anel ou cabeça midplus: raquetes de tênis com cabeças / anéis entre 96 e 100 polegadas quadradas (sq) ou seu equivalente de 614cm2 a 645cm2.
  • Rim ou cabeça grande: raquetes de tênis com cabeças / anéis maiores que 100 polegadas quadradas (sq) ou seu equivalente, 645 cm2.

Embora o aro ou a cabeça das raquetes de tênis não façam por si só o tipo de jogo, as regras gerais em relação ao tamanho da cabeça são:

– Cabeça maior: Maior potência, menor capacidade de manobra, menos controle
– Cabeça menor : menor potência, maior capacidade de manobra , maior controle

Peso de raquetes de tênis

Existem dois pesos diferentes nas raquetes de tênis: Há um peso estático e um peso móvel. O peso estático é o que está impresso na raquete. É o que a raquete pesa na sua mão. O peso em movimento é o peso da raquete quando ela é usada para acertar a bola.

Este peso é uma combinação do peso estático e do equilíbrio da raquete. Em geral, raquetes de tênis mais pesadas oferecem mais potência do que as mais leves. É claro que uma raquete de tênis pesada só oferecerá mais potência se o jogador puder movê-la ao mesmo tempo mesma velocidade ou mais rápido do que uma raquete mais leve.

A ideia é usar uma raquete com o maior peso de movimento que possa ser facilmente manobrada. Raquetes de tênis com peso inferior a 265gr aprox. são consideradas raquetes leves, de 265gr a 300gr aprox. raquetes de tênis com peso intermediário e 301gr aprox. Doravante, são consideradas raquetes de tênis mais pesadas.

Comprimento da raquete de tênis

As raquetes de tênis podem variar em comprimento para se adequar a diferentes situações de jogo. No entanto, o lago mais comum para uma raquete de tênis para adultos é de 68,5 cm. Quando o comprimento das raquetes de tênis é maior que 27 ”, a raquete é considerada positiva.

Pode ser que a raquete de tênis alcance 28 “de comprimento, ou mesmo (não muito comum), 29” de comprimento. Raquetes mais longas fornecem maior alcance, mais vantagem no saque e um pouco mais de potência do que as raquetes de tênis padrão.

A maioria das raquetes de tênis estendidas ou positivas tem um peso estático menor do que seu par padrão para manter a manobrabilidade. Ele também muda frequentemente o equilíbrio da raquete para o mesmo propósito.

Largura do quadro das raquetes de tênis

Este aspecto das raquetes de tênis é importante e muitas vezes esquecido ao escolher uma raquete de tênis. Um quadro mais amplo oferece mais potência, mas sacrifica o controle. Desta forma, podemos dizer então que um quadro mais estreito oferece menos potência, mas mais controle.

Ao escolher entre duas ou mais raquetes de tênis, a diferença entre um quadro de 21 mm de largura e um quadro de 26 mm de largura é muito grande. Isso pode definir a maneira como uma raquete de tênis se comporta. Equilíbrio da raquete de tênis O equilíbrio de uma raquete de tênis indica a distribuição de peso na raquete. Existem três tipos de equilíbrio:

  • O peso da raquete está na cabeça: A raquete ajudará neste caso que, com menos peso estático, conseguiremos obter mais potência no golpe já que aumentaria o peso em movimento. Pode-se dizer que raquetes de tênis com essa característica “atiram” mais.
  • O peso da raquete é equilibrado: São raquetes de tênis que equilibram o peso do cabo da raquete com o da cabeça.
  • O peso da raquete está no cabo: A raquete de tênis neste caso fará com que o peso em movimento seja menor, então precisaremos gerar a força necessária com nosso braço. Uma raquete de tênis com mais peso no cabo, oferece um alto nível de controle.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.

Seguro de vida: Motivos equivocados sobre sua contratação

Muitos de vocês devem se perguntar, porque eu preciso de seguro de vida? Essa pergunta certamente vem acompanhada de alguns mitos sobre a sua importância e motivos dos mais equivocados para deixar de lado essa decisão de proteger-se com esse tipo de seguro. 

1 – “Não possuo filhos e nem dependentes”

Esse pensamento demonstra o quanto as pessoas equivocadamente acham que seguro de vida é algo que se faz para se deixar como “herança”. Não ter filhos ou dependentes nunca deve ser um motivo para não se pensar em investir neste seguro.

Nesse caso lembramos que o seguro de vida não só pode como deve ter coberturas onde o segurado aproveite ainda em vida, como, por exemplo, no caso da necessidade de afastamento do trabalho, despesas médico-hospitalares, odontológicas ou assistência funeral familiar.

2 – “Já possuo seguro de vida pela empresa que trabalho”

Por via de regra os seguros de vida empresariais cobrem somente o que as suas convenções coletivas exigem.

Dessa forma, imagine o seguinte exemplo: a convenção coletiva de sua categoria prevê uma indenização no valor de R$ 30 mil para os casos de morte ou invalidez. Agora responda, com essa quantia, por quanto tempo você arcaria com suas despesas mensais, no caso de invalidez e não mais trabalhar?

Com uma apólice individual você consegue determinar qual o valor que deseja receber e assim complementar seu seguro empresarial. Viu só como é importante ter uma apólice de seguro de vida individual?

Além disso, nos planos de seguro de vida empresarial não existe a cobertura em caso de afastamento temporário por acidente ou doença.

3 – “Não tenho problemas de saúde”

Não ter nenhum tipo de comorbidade, ser forte e saudável, isso é ótimo e o que todos nós desejamos, não é mesmo? Mas saiba que isso por si só já é um ótimo motivo e o melhor momento para contratar um seguro de vida!

Dessa forma você estará se precavendo pois, caso você venha a apresentar algum tipo de doença, sua apólice de seguro pode ficar um pouco mais cara ou talvez você não seja aceito em nenhuma seguradora!

Além disso, um lembrete sempre importante: o seguro de vida não existe apenas para situações que envolvam doenças, mas também para possível invalidez por acidente, incapacidade temporária ou despesas médicas, afinal de contas todos nós estamos sujeitos a sofrer algum tipo de acidente.

4 – “Seguro de vida é caro!”

Essa desculpa deve ser a mais utilizada e você com certeza já ouviu ou até mesmo pensou. O mais curioso é que geralmente quem pensa dessa forma nunca fez ou nunca pensou em fazer uma cotação de seguro de vida.

Para essa questão, sugerimos o seguinte: tenha uma outra visão do que o seguro de vida representa e isso com certeza pode fazer você mudar esse pensamento. Imagine o seguro de vida como um investimento. 

“Ah mas a grana está curta”… nós entendemos como isso é um ponto importante para todos, mas agora imagine como essa situação pode ficar ainda mais complicada caso venha a lhe acontecer algum imprevisto e você não tiver uma indenização para receber do seguro. 

Temos certeza de que você se surpreenderá com o que pode garantir mediante um pequeno investimento. Nós sabemos que esse tipo de apólice não faz parte da cultura de nosso país, mas, devido aos riscos gerados pela violência esse pensamento vem mudando.

E então, conseguimos tirar algumas dúvidas quanto ao seguro de vida e sua importância? 

Como dica, caso os valores de cobertura deixe o seu investimento acima do que você pode contratar no momento, pesquise entre as corretoras de seguro da sua região e qual possui os melhores valores.

Dessa maneira você pode contratar uma apólice que caiba hoje no seu bolso e aumentar os valores de indenização com o passar do tempo. Assim nós garantimos que você não fique totalmente descoberto e não seja pego de surpresa.

Óleo de Coco para o cabelo: 7 dicas de aplicação

O óleo de coco para o cabelo é considerado uma verdadeira cura milagrosa. Nós explicamos o que torna o produto natural tão eficaz e como você pode usá-lo.

Quer seja escamoso, seco ou opaco: o óleo de coco é adequado para todos os tipos de cabelo. Seus ingredientes também cuidam da raiz do cabelo e do couro cabeludo. O produto natural é fácil de usar e não causa efeitos colaterais. Mostraremos 7 usos do óleo de coco para o cabelo.

1. Fortaleça o cabelo com óleo de coco

Radiação ultravioleta, ar aquecido, chapinha – o cabelo tem que resistir a muitas influências ambientais. As vitaminas e minerais do óleo de coco ajudam a proteger o cabelo e a reparar seus danos – tudo sem ingredientes artificiais, como parafinas e silicones. Após a lavagem, esfregue uma pequena quantidade do óleo na mão e aplique nas pontas do cabelo.  

2. Óleo de coco para cabelos secos

Aqueles que sofrem de cabelos secos devem usar óleo de coco regularmente como tratamento para o cabelo – de preferência durante a noite. O óleo hidrata o cabelo, o couro cabeludo e as raízes do cabelo.

O cabelo fica mais macio e brilhante. Outro ponto positivo da cura: o aroma natural do coco. Se você não gostar do cheiro, simplesmente enxágue o óleo após um curto período de exposição.

3. Remova as pontas duplas

A causa das pontas duplas é a falta de umidade. A cutícula protetora do cabelo é danificada e o cabelo se quebra. No geral, eles parecem ásperos e sem brilho. O óleo de coco hidratante neutraliza o ressecamento e, portanto, evita a formação de novas pontas duplas. Esfregue uma quantidade do tamanho de avelã do óleo entre as pontas dos dedos e massageie nas pontas do cabelo. 

4. Trate a caspa do couro cabeludo com óleo de coco

Você tem couro cabeludo seco e caspa? Antes de lavar, massageie o couro cabeludo com cerca de uma colher de chá de óleo de coco. É melhor deixar de molho por 30 minutos. Após alguns usos, os sintomas como couro cabeludo seco e coceira devem ser aliviados. 

5. Óleo de coco para queda de cabelo

O óleo de coco pode ajudar a prevenir, neutralizar ou até mesmo eliminar a queda de cabelo. Massageie o óleo de coco no couro cabeludo antes de cada lavagem do cabelo. 

O óleo de coco contém ácido láurico: no couro cabeludo forma a monolaurina antibacteriana. Os patógenos infecciosos são destruídos e os folículos capilares são protegidos.

Importante: se você tiver queda de cabelo severa, sempre deve falar com um médico para esclarecer as causas exatas.

6. Endireite o cabelo naturalmente 

O óleo de coco pode ser uma alternativa suave aos secadores de cabelo e alisadores. Porque fornece exatamente os nutrientes de que o cabelo necessita para ter uma estrutura capilar lisa, macia e fluida.

Este método funciona melhor em cabelos ondulados. No entanto, se você tem cabelo muito crespo, ainda pode usar óleo de coco antes de alisá-lo para usar menos calor. 

7. Óleo de coco como condicionador de cabelo: como usá-lo corretamente

Para que o óleo de coco possa desenvolver todo o seu efeito nos cabelos, deve-se considerar os seguintes pontos: 

  1. Antes de usar óleo de coco, lave o cabelo com um shampoo suave primeiro;
  2. Enxágue o shampoo por pelo menos dois a três minutos para removê-lo completamente;
  3. Seque o cabelo apertando suavemente com uma toalha macia;
  4. Penteie suavemente o cabelo antes de aplicar óleo de coco;
  5. Derreta uma quantidade do tamanho de avelã de óleo de coco em suas mãos e massageie seu cabelo e couro cabeludo com a ponta dos dedos;
  6. Depois de massagear, alise o cabelo na direção do crescimento;
  7. Enrole o cabelo em uma toalha por pelo menos 30 a 45 minutos para que o óleo de coco fique um pouco mais quente – assim fica líquido e pode ser absorvido facilmente;
  8. Lave o cabelo com um shampoo suave.

Quanto maior for o tempo de exposição ao tratamento capilar com óleo de coco, mais visível será o efeito nutritivo. Você também pode deixar o óleo de molho durante a noite. Em seguida, coloque uma toalha no travesseiro para evitar manchas de óleo.

Qual óleo de coco comprar para o cabelo?

Você pode obter óleo de coco em farmácias ou lojas de produtos naturais. Na hora de comprar, preste atenção no rótulo orgânico: entre outras coisas, diz que nenhum fertilizante químico foi usado. Além disso, o óleo deve ser “prensado a frio” ou “natural”. Se não foi aquecido, mais ingredientes valiosos estão presentes.

O que posso esperar de uma agência de marketing digital

O mundo digital experimentou um crescimento exponencial na última década com uma gama de dispositivos e gadgets inovadores que podem ser usados ​​para acessar vários serviços digitais, como câmeras de última geração, tablets, smartphones, etc. Este post destaca o que você deve esperar de empresas de marketing.

 

Marketing de mídia social

Milhões de clientes em potencial usam plataformas de mídia social para se conectar com algumas das melhores empresas do mundo. Eles também usam as mesmas plataformas para interagir e compartilhar com seus entes queridos e amigos. Na maioria dos casos, essas plataformas são de uso gratuito e vale a pena aproveitá-las quando houver necessidade de se conectar com compradores em potencial.

As empresas de marketing digital precisam garantir que as plataformas certas sejam usadas para interagir com os clientes em diferentes partes do mercado. Eles podem fazer isso colocando anúncios de marketing estrategicamente em várias plataformas de mídia, onde o público-alvo pode vê-los facilmente.

 

Otimização de mecanismo de pesquisa

Uma boa empresa de marketing deve envolver um executivo de SEO experiente, cujo dever é garantir que o site da sua empresa seja classificado na página de resultados do mecanismo de pesquisa (SERP) para aumentar o tráfego do site.

É importante observar que as funções executivas de SEO tendem a estar disponíveis apenas em grandes empresas com departamentos de marketing. Eles ajudam a conduzir análises externas e internas de clientes com base em diferentes setores. Eles também são treinados para compilar relatórios de desempenho com a ajuda do programa Google Analytics. A otimização de mecanismos de pesquisa também envolve a realização de pesquisas de palavras-chave usando as estratégias de pesquisa de palavras-chave mais recentes.

 

Redação

As empresas de marketing com uma compreensão mais profunda de seu trabalho devem contar com uma equipe de redação confiável. Dessa forma, sua agência de marketing digital garantirá que seu site seja alimentado com conteúdo de alta qualidade que pode incluir blogs, conteúdo da web, postagens em mídias sociais, e-mails de incentivo, etc.

Essa equipe garantirá que, a cada vez que criarem conteúdo, o objetivo seja informar os clientes sobre os benefícios que eles poderão obter caso optem por comprar de sua empresa. Portanto, a equipe estará focada em descobrir o que os clientes de um determinado segmento de mercado procuram e atendê-los com um conteúdo altamente envolvente para oferecer soluções aos mais diversos problemas.

 

Equipe de Contas

Sua agência também terá uma equipe de contas que apoiará sua empresa preparando e examinando registros financeiros. A equipe de contas também cuidará das transações da empresa e, devido à sua existência, você poderá obter um orçamento preciso da sua agência de marketing digital. A equipe de contas trabalha na agência de SEO para garantir que seus clientes obtenham os melhores serviços sem se sentirem explorados financeiramente.

 

Otimização de imagem

As empresas de marketing digital entendem que precisam garantir que seu site seja totalmente otimizado. Sua velocidade de carregamento determina a taxa de rejeição do seu site. Portanto, se as imagens não estiverem perfeitamente otimizadas, o site ficará lento e os clientes sairão e usarão os sites dos concorrentes.

Com isso, sua empresa terá acesso ao seu site e reduzirá o tamanho das imagens disponíveis para tornar o site mais leve. Além disso, em vez de usar quaisquer imagens no site, a agência selecionará fotos de alta qualidade relevantes para o objetivo principal do site de aumentar o envolvimento do cliente.

 

Conclusão

Esperamos que esta postagem ajude você a saber o que esperar de sua agência de SEO. Embora existam muitos mais, os mencionados acima são os mais básicos quando se trata de melhorar o desempenho da sua empresa. Certifique-se de trabalhar com uma agência cujos serviços sejam acessíveis e estejam disponíveis o tempo todo. Portanto, não tenha pressa e trabalhe em uma agência com boa reputação.

5 razões pelas quais o coworking pode beneficiar startups

Fizemos uma parceria com o escritório de coworking Beework para analisar os benefícios do coworking hoje.

Já se foi o tempo em que o coworking era um conceito de nicho, principalmente associado a freelancers e mesas compartilhadas. De acordo com um relatório Cushman & Wakefield, a demanda por escritórios de coworking está crescendo de 10 a 15% ao ano.

Este aumento significativo na popularidade é parcialmente alimentado pelo número crescente de startups que estão ingressando em escritórios de coworking. Se você ainda não tem certeza sobre os benefícios do coworking, aqui estão 5 razões pelas quais os escritórios de coworking podem ajudar startups a ter sucesso.

 

Flexibilidade

As startups costumam ter dificuldade em encontrar um ambiente de trabalho que lhes dê flexibilidade para escalar sua equipe. Se você é um fundador de uma startup que deseja aumentar seu quadro de funcionários nos próximos meses, a última coisa que deseja fazer é assinar um contrato de aluguel de dois anos. Isso explica por que um número cada vez maior de startups está mudando para escritórios de coworking.

Ao oferecer opções de associação que variam de mesas dedicadas a escritórios privados, os escritórios de coworking podem fornecer a flexibilidade que tantas startups precisam, especialmente nos estágios iniciais de crescimento. Por exemplo, um fundador com apenas dois ou três funcionários pode inicialmente considerar o hotdesking, antes de mudar para um pequeno escritório à medida que sua equipe se expande.

 

Conveniência

Outro motivo pelo qual as startups estão migrando para os escritórios de coworking é porque eles oferecem uma alternativa para a inconveniência do dia-a-dia de gerenciar um espaço de escritório. E se o tempo e o dinheiro que você gasta com gerentes de escritório ou manutenção geral pudessem ser canalizados para o crescimento do seu negócio? Ao lidar com tudo, desde contas de eletricidade até gerenciamento de instalações, os escritórios de coworking dão às startups a oportunidade de gerenciar seus recursos limitados de forma mais eficiente, para que possam dedicar toda a atenção aos assuntos de negócios.

 

Oportunidades de networking

Como o networking é uma forma essencial para as startups construírem uma base sólida de clientes, faz sentido encontrar um espaço de trabalho que promova conexões de negócios orgânicas. Os escritórios de coworking são inerentemente projetados para incentivar o networking e a colaboração. Por exemplo, é muito fácil para os membros iniciar uma conversa na despensa durante uma xícara de café ou durante um workshop de desenvolvimento profissional.

Os escritórios de coworking também organizam eventos regulares de networking, que fornecem uma boa plataforma para startups construírem seus contatos de negócios e potencialmente ganharem novos clientes. Essa maior visibilidade só pode ser um trunfo para startups – especialmente se elas desejam gerar boca a boca para seus produtos ou serviços.

 

Procura de talento freelance

Para startups com poucos recursos que dependem de terceirização, muitas vezes pode ser desafiador construir uma lista confiável de freelancers e consultores. Como os escritórios de coworking geralmente atraem freelancers em uma variedade de setores, eles podem servir como um ambiente ideal para startups buscarem talentos.

Se você precisa de ajuda com a criação de conteúdo, design gráfico ou RH, é muito provável que você encontre um colega de trabalho que possa fazer o trabalho. E se sua startup não puder pagar por esses serviços, você sempre pode organizar uma troca de habilidades que beneficie ambas as partes.

 

Tutoria

Uma das principais vantagens de aderir a um escritório de coworking é que lhe dá acesso a uma rede de empreendedores experientes. Se você é um fundador de startups nos estágios iniciais de lançamento de seu negócio, é extremamente valioso se conectar com empreendedores de sucesso, para que você possa explorar seus conhecimentos. Alguns escritórios de coworking até oferecem programas de mentoria e organizam workshops regulares ou conversas com líderes do setor.

As startups que optam por escritórios de coworking frequentemente descobrem que eles fornecem um sistema de suporte exclusivo que as ajuda a escalar seus negócios. Com todos os benefícios proporcionados pelo trabalho flexível, não é de se admirar que cada vez mais as startups estejam se afastando do ambiente de escritório tradicional.

Leia também: https://beeworkrp.com.br/o-que-e-um-endereco-fiscal-quanto-custa-e-como-contratar/

Dicas para se vestir jovem e com estilo

Existem pessoas que querem ter uma boa aparência o tempo todo. Na sua loja para comprar roupa desportiva online somos especialistas em tendências e modas. É por isso que trazemos várias dicas para se vestir jovem e com estilo . Continue lendo e aprenda que roupas você pode combinar para se ver na moda.

Quer entrar na moda jovem? Confira agora os incríveis Tênis Air Jordan

Estilos de moda e suas características

Atualmente existem diferentes estilos de modas para se vestir de acordo com sua personalidade ou modo de vida. Você só precisa levar em conta alguns detalhes para escolher o que mais gosta. Para os jovens, os mais populares são estes:

Rocker, faça a diferença

Esse estilo é fácil de conseguir tanto para homens quanto para mulheres. A ideia é combinar todos esses elementos de rebelião, que agregam caráter a qualquer momento. Embora existam diferenças marcantes no tipo de roupa, homens e mulheres podem usar roupas semelhantes.

As peças mais comuns são camisetas com desenhos de bandas de rock famosas, jeans surrados, jaquetas de couro e botas.

Bohemian, para almas grátis

O estilo boêmio é muito mais que uma tendência. Tem a ver com todo um estilo de vida. Caracteriza-se por procurar sempre com um toque confortável. É possível que devido ao trabalho, escola ou obrigações do dia a dia seja difícil para você usar este estilo, mas você pode adotar pequenos detalhes ou implementá-lo nos finais de semana.

São peças confortáveis, com tecidos, capas, acessórios, que mesclam texturas, tons diversos e elementos boêmios, hippies e étnicos.

Surfista, 100% natural

Embora muitas pessoas se sintam atraídas por este estilo, poucas conseguem adaptá-lo ao seu dia a dia. O look indicado para pessoas liberais ou simplesmente para dar um toque de frescor e leveza às suas roupas. Talvez esta seja uma das tendências mais fortes dos últimos anos e que tanto homens como mulheres a utilizem sempre.

Urban, um look vencedor

É uma gestão muito marcada nos dias de hoje. No entanto, você deve criar o equilíbrio correto para obter o toque desejado. Existem muitas preocupações em relação a esta tendência. Acredite ou não, conseguir um estilo urbano é muito simples. Os jovens são cada vez mais atraídos pela simplicidade que as suas roupas oferecem.

Skatista, sempre na moda

Este estilo pode ser classificado como uma variante do estilo urbano. Mas realmente não é, se levarmos alguns aspectos em consideração. Embora tenha se tornado conhecido na década de 70, esse estilo inovou no final dos anos 60.

A moda dos skatistas perdurou ao longo do tempo por sua simplicidade e pela forma como é constantemente atualizada. Estabelecendo-se no modo de vida dos jovens.

Existem outros estilos que também são bastante juvenis, como o retro, o hipster, o grunge.

Dicas para se vestir jovem e com estilo

Existem detalhes que são decisivos na hora de vestir os jovens. Para isso, você deve levar em consideração alguns fatores que podem fazer você parecer elegante. A combinação de cores aliadas a acessórios joviais vão dar aquele toque moderno em todas as suas roupas. Siga essas recomendações para se vestir de acordo com as tendências.

  • Escolha um estilo. Atualmente existe uma grande variedade de tendências para todos os tipos de pessoas e de diferentes idades. É preciso analisar bem o que se deseja projetar. Seja um look boêmio ou uma tendência mais descolada como o surfista, você precisa se concentrar nos detalhes.
  • Atualize seu guarda-roupa. É importante lembrar que para cada estilo existem diferentes acessórios característicos. Portanto, o primeiro passo para projetar um estilo jovem é adquirir roupas e acessórios adequados.
  • Concentre-se na combinação. Que a roupa combine bem é uma preocupação de muitos. Não apenas roupas, mas acessórios. Como já dissemos, é de vital importância levar em consideração os acessórios para cada estilo.
  • Analise seu corpo. Existem roupas que podem ficar lindas, mas não se adaptam ao seu corpo. Você deve ter cuidado com esse tipo de roupa. Recomendamos que experimente antes de comprar, pois sempre terá uma vantagem na hora de escolher a roupa.
  • Pense em simplicidade. Ter uma boa aparência não se resume necessariamente a roupas complexas e bem feitas. As tendências geralmente ditam o contrário. Usar roupas simples pode ser a melhor opção e muito mais se você está procurando se vestir de maneira jovem.

Como se vestir com um estilo jovem

Cada tendência ou estilo juvenil tem certos detalhes que você deve levar em consideração. Uma camiseta ou acessórios mal usados ​​podem afetar o propósito da roupa.

Estilo boêmio

No caso dos homens, você pode usar o look boêmio no seu dia a dia levando em consideração alguns detalhes. Vestir jeans de tom médio ou desgastado pode ser uma boa opção. Isso, combinado com uma camisa simples, vai lhe dar um ar relaxado. Você também pode aplicar detalhes às suas roupas, como remendos coloridos ou elementos criados por você. Use a imaginação!

Para as meninas pode variar um pouco devido ao número de peças que você pode usar. A combinação de cores suaves com tons fortes vai fazer você ficar bem. Os acessórios são essenciais neste estilo: colares, coroas de flores, pulseiras, lenços, entre outros, podem ser usados ​​de acordo com a roupa que você escolher. Blusas largas e jeans rasgados são a melhor opção, junto com sandálias de tiras.

Estilo urbano

Por ser um estilo jovem onde predomina o conforto ao vestir, pode usar roupas para o seu dia-a-dia. Jeans rasgados combinados com uma camiseta estampada podem lhe dar aquele toque urbano que você está procurando.

Chapéus, balaclavas e óculos de sol são bons acessórios para uma boa aparência. Você pode combinar com calçados esportivos com cores neutras. Preto ou branco clássico será o melhor para os homens.

Para as mulheres, o uso dos vestidos Ellese pode simplificar um pouco a busca pelo estilo urbano. As leggings também são uma peça de roupa muito útil e funcional. Pode ser adequado para vários tipos de roupa, dependendo da ocasião. Acessórios como carteiras podem ser originais com padrões e cores escuras.

Os sapatos Vans são os que mais combinam com este estilo, uma vez que o seu formato dá o toque casual que procura.

Estilo skatista

Para se vestir como um skatista chique você deve usar roupas básicas que se adaptem ao seu corpo. Calças justas ou leggings dão aquele conforto que você precisa no dia a dia. Shorts também são usados ​​por algumas mulheres, mas já é uma questão de gosto.

T-shirts largas e estampadas são as que vão fazer a diferença. Seja com mangas ou sem mangas, este tipo de t-shirt não pode faltar. Eles são o toque distintivo dessa tendência. O calçado, por sua vez, pode variar dependendo da ocasião. Algumas Vans ou combinam com este estilo.

Para os homens, as opções de curativos são um pouco reduzidas. A calça que você deve usar para este estilo deve ser larga se for jeans. Tem quem prefere shorts. Proporcionam maior conforto.

As camisas costumam ser com estampas com uma mensagem ou simplesmente o nome da marca. Sapatos de patinação especiais de marcas conhecidas como DC e Vans são a opção mais funcional. E as tampas são o complemento perfeito. Se estiver frio, compre moletons , eles vão fazer você ficar linda.

Estilo rock

Para poder ficar bem com essa tendência, recomendamos criar looks inspirados no rock. Use jaquetas de couro com detalhes metálicos. Jeans skinny e usados ​​darão aquele toque feminino com peças grossas.

Você também pode usar shorts com meia-calça por baixo para atrair mais olhares. O calçado é muito importante, os botins são a melhor opção. Acessórios como chapéus e pulseiras não dão errado com este estilo.

Ao contrário de outros estilos, o look rocker masculino tem uma variedade maior do que o feminino. Jaquetas de couro geralmente são mais elaboradas com zíperes e detalhes. Recomendamos o uso deste tipo de roupa, pois proporciona um toque distinto.

Os jeans devem ser um pouco justos e de cor escura. Além disso, camisas xadrez abertas com camisetas farão você ficar bem. No caso do calçado existe uma grande variedade consoante a ocasião. Se você está procurando algo que combine com todas as roupas, o melhor é usar um tênis escuro.

Estilo sofredor

Alcançar esse estilo não é uma tarefa fácil se falamos em adaptá-lo ao seu dia a dia. Para isso você deve ter em seu guarda-roupa uma série de roupas essenciais para essa tendência. Shorts e bermudas acima do joelho permitem que você alcance o estilo desejado.

As camisetas devem ser leves e lisas. Se você usar shorts simples, a camisa pode ficar com estampas. A ideia é alternar as roupas para não saturar visualmente. É importante notar que o calçado deve ser o mais simples possível. Combinando com óculos de sol, colares e pulseiras como acessórios.

Nos homens, shorts de banho com cores fortes costumam ser os corretos na hora de vestir. Camisas havaianas ou camisetas com estampas dão aquele toque essencial que você procura. Existem também acessórios que combinam bem com este tipo de roupa. Relógios e bonés esportivos são o complemento perfeito.

Esperamos que essas dicas para se vestir jovem e com estilo sempre tenham um visual moderno. Se você deseja compartilhar sua experiência conosco, entre em contato. Estamos sempre abertos a comentários.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.

Como comprar tênis de basquete

Os tênis de basquete são projetados tendo em mente o desempenho, o conforto e a moda. Saber quais recursos se ajustam melhor ao seu jogo pode ajudar a levá-lo da bancada para a pintura em um piscar de olhos.

Antes de tomar qualquer decisão sobre um calçado, você precisa entender seu estilo de jogo e suas capacidades. Você atira de longa distância ou fica mais confortável na chave? Seu jogo mostra agilidade e velocidade ou poder e agressividade? Você vai quebrar as pranchas a cada rebote ou ficar para trás e capitalizar na transição?

O excesso ou falta de equipamento com calçados é um problema que nenhum atleta deseja. Depois de compreender suas habilidades de jogo, você pode pesquisar os recursos desejados com mais facilidade.

Seus tênis de basquete típicos são separados em três seções principais: a parte superior, a entressola e a sola. Cada seção do seu sapato possui qualidades que afetarão a durabilidade e o desempenho. Portanto, identificar quais recursos atendem às suas necessidades e estilo de jogo é vital para encontrar o equipamento certo.

Em busca de um bom Air jordan 4 retro para atividades esportivas e dia-a-dia? Confira agora mesmo.

O SUPERIOR

Ao discutir a parte superior dos tênis de basquete, a primeira decisão que você deve tomar é a altura desejada. Os tênis de basquete estão disponíveis em alturas altas, médias ou baixas; cada um deles apelando a um estilo diferente de jogador.

Alto: a parte superior envolve o tornozelo para fornecer uma camada extra de suporte e estabilidade. Com essa cobertura extra, muitas vezes vem um peso extra.

Mid: Como o nome sugere, os tênis de basquete de cano médio fornecem um meio-termo feliz para os jogadores em termos de suporte de tornozelo. O material superior fica bem no tornozelo para fornecer alguma cobertura sem um design totalmente fechado. Mid-tops permitem maior flexibilidade.

Baixo: Construído para velocidade e agilidade, o tênis baixo para basquete tem pouco apoio para o tornozelo devido ao seu perfil mais baixo.

SEGURANÇA SUPERIOR

Existem várias técnicas de fechamento disponíveis, sendo os atacadores os mais populares.

Você também pode encontrar tênis de basquete com zíperes, tiras ou fechos de velcro. Essas peças podem adicionar mais suporte ao seu tornozelo, especialmente em modelos de cano alto, bem como fornecer outra camada de cobertura sobre os atacadores padrão. Lembre-se de que uma cobertura adicional significa mais peso.

A MIDSOLE

A entressola de um tênis de basquete é onde o amortecimento do calçado será encontrado. Isso torna esta seção uma das partes mais essenciais do desempenho de um calçado. A maioria das entressolas é composta por várias espumas, sendo as opções mais leves de espuma EVA e espuma EVA comprimida, em comparação com as entressolas de poliuretano, que são densas e mais duráveis.

Tecnologias de amortecimento específicas da marca também são encontradas na entressola; nomeadamente no calcanhar e antepé. Esta tecnologia é adicionada para fornecer amortecimento extra nos pontos de pressão que suportarão muito estresse durante o jogo.

A OUTSOLE

A sola do calçado é feita de borracha ou material sintético e é o ponto de tração do calçado. Ao decidir sobre tênis de basquete, procure uma sola relativamente plana e larga para fornecer o máximo de equilíbrio. Para maior aderência, procure solas que apresentem um padrão em espinha de peixe ou hexagonal, uma vez que foram projetadas para ajudar a proteger seus pés e evitar que você deslize para cima e para baixo na quadra.

Quase todos os tênis de basquete são projetados tendo em mente o jogo em ambientes fechados. Quadras externas são menos tolerantes do que as internas de madeira. Então, se você sabe que vai jogar exclusivamente em superfícies externas, procure um calçado com uma sola mais grossa e durável. Além disso, lembre-se de que o asfalto pode consumir o piso do seu sapato.

SAPATOS DE BASQUETE POR POSIÇÃO

Quais são os melhores sapatos para atirar em guardas? Existem tênis de basquete específicos para centros? Aqui está uma análise de alguns sapatos comuns usados ​​por posição.

Guardas: Esta posição requer movimentos rápidos na quadra. Os tênis de basquete de cano baixo oferecem pouco apoio para o tornozelo, mas podem ajudar com movimentos fluidos.

A frente: a frente precisa comandar a pintura. Os tênis de basquete de cano alto vêm com peso extra, o que pode ser popular entre esses jogadores maiores e mais agressivos. Os sapatos de cano alto têm cobertura e suporte adicionais.

Jogadores versáteis: Se você for um jogador versátil de basquete na quadra, precisará encontrar um bom meio-termo. Os tênis de basquete de cano médio fornecem suporte para o tornozelo, mas ainda dão a você algum espaço para se movimentar. Há mais flexibilidade neste tênis, o que é ótimo para jogadores de basquete híbridos e com várias posições.

TAMANHO DOS SAPATOS DE BASQUETEBOL

Os atletas têm uma grande variedade de calçados para escolher. Mas antes de amarrar seu novo par, você precisa determinar o tamanho do sapato. Não sabe por onde começar? Consulte este guia de dicas profissionais sobre como medir o tamanho do seu calçado .

Assim que tiver o seu tamanho, é hora de escolher o sapato perfeito. Também há muitos sapatos unissex à sua escolha. Por esse motivo, os tênis de basquete em nosso site são exibidos em tamanhos unissex marcados em “M / W”.

Normalmente, há uma diferença de tamanho de 1-1,5 entre sapatos masculinos e femininos. No entanto, isso pode variar de acordo com a marca, portanto, verifique os tamanhos antes de comprar ou experimentar um novo calçado.

ESTÉTICA

Ao escolher um novo par de tênis de basquete, você não deve apenas considerar como eles são feitos, mas também sua aparência. Você vai querer tênis de basquete que não apenas funcionem bem, mas que também sejam marcantes.

Mostre sua personalidade escolhendo esquemas de cores e designs que atendam ao seu gosto. Se você quer se destacar, escolha um estilo com cores e elementos de design mais ousados. Se você está procurando representar as cores da sua escola na quadra, alguns de seus modelos favoritos também estão disponíveis em cores do time para combinar com seu uniforme .

Tênis de praia, tênis de praia ou paddle de praia, um novo conceito de paddle na praia

Vai de férias mas não existe campo de padel no hotel? Quer experimentar algo novo sem sair da areia da praia? O tênis de praia será seu aliado perfeito neste verão.

Leve sua raquete para a praia

O tênis de praia é uma fusão de esportes como tênis , vôlei e badminton e também praticado na areia da praia para que você tenha sorte neste verão. Pode ser jogado individualmente, por dois jogadores e em pares ou duplas. Não importa quantos anos você tem, você tem que experimentar, você verá como é divertido.

Para desfrutar de paddle ténis de praia, ténis de praia ou ténis de praia necessita de uma rede, raquete ou pá e uma bola. Você pode aproveitar as redes de vôlei que já estão instaladas em algumas praias. As medidas não são as mesmas, mas na ausência de uma rede de remo de praia pode ser útil. O importante é jogar.

A área de jogo é semelhante à do vôlei de praia . É um retângulo de 8×16 metros com uma rede de 1,70 metros que divide o campo em dois. Se a partida for individual, a largura da quadra é reduzida de 8 para 5 metros.

Em busca de uma boa Raquete de Beach Tenis? Confira agora mesmo.

O tênis de praia é um esporte federado

Desde 2008 faz parte da Federação Internacional de Tênis, embora também exista a Federação Internacional de Tênis de Praia . Você pode encontrar clubes privados nas praias da Catalunha, Ilhas Canárias, Andaluzia ou você mesmo pode preparar o terreno com alguns amigos para jogar quem paga a paella e a sangria neste verão.

Este esporte é ideal para complementar a prática e melhorar a aptidão física durante as férias. Graças ao facto de ser praticado na praia e não em superfície firme, faz com que os músculos da parte inferior do corpo tenham que trabalhar mais e por isso são fortalecidos. Você chegará na nova temporada mais apto do que nunca. Além disso, a areia absorve praticamente todo o impacto, minimizando assim os ferimentos temidos e odiados. Ninguém quer iniciar o novo curso de enfermagem.

Um esporte para toda a familia

Com o tênis de praia não haverá discussão que você fica com a raquete na mão o dia todo ou pensando na próxima competição, já que toda a família pode desfrutar deste divertido esporte. Observe, ele engancha muito.

Irá permitir-lhe partilhar o seu hobby, melhorar o seu equilíbrio e agilidade e acima de tudo desfrutar das férias sem abrir mão da raquete que como bom fã de padel com certeza irá adorar.

JOGAR ESPORTES PREJUDICA O CRESCIMENTO MUSCULAR?

Você ainda pode obter ganhos musculares significativos se praticar esportes regularmente durante a semana? Em caso afirmativo, qual é a melhor maneira de combinar os dois para manter o seu progresso na academia maximizado?

A resposta curta é que sim, contanto que você planeje as coisas adequadamente durante a semana e faça os ajustes corretos, você ainda pode construir músculos com eficácia, mesmo se estiver praticando esportes regularmente.

O impacto específico que a prática de esportes terá sobre seus ganhos (se houver) dependerá de quão extenuante é, bem como de quantas horas totais por semana você está dedicando a isso.

Por exemplo, praticar um esporte de baixa intensidade como o beisebol quase certamente não afetará negativamente seus resultados.

Por outro lado, algo mais exigente como futebol ou hóquei várias vezes por semana pode ter um efeito menor devido ao aumento da demanda muscular e cardiovascular.

Esportes de alto impacto, como futebol ou rúgbi, têm maior probabilidade de interferir em sua recuperação e ganhos gerais se você não seguir as etapas adequadas.

Se busca por um bom sneaker Nike Air Max, confira já.

6 dicas para combinar musculação e esportes 

Dica nº 1: certifique-se de que está consumindo calorias suficientes

A dica número um é a mais básica e fundamental.

Se o seu objetivo é maximizar o tamanho do músculo e os ganhos de força, você precisa consumir calorias totais suficientes e comer um pequeno excedente de cerca de 200-300 acima do necessário.

Praticar esportes extenuantes durante a semana resultará na queima de calorias adicionais e consumirá os recursos nutricionais de que seu corpo precisa para se recuperar e crescer entre as sessões de treinamento com pesos.

Certifique-se de monitorar seu peso corporal geral na balança, e se você achar que ele permanece estagnado a cada semana, este é um sinal claro de que você não está com excesso e que sua ingestão calórica atual é muito baixa.

Quanto mais intenso for o seu esporte específico e quanto mais horas você dedicar a ele, mais fortemente você precisará ajustar suas calorias para compensar.

Como uma estimativa aproximada, um levantador iniciante que está construindo músculos em uma taxa ideal sem ganhar gordura corporal excessiva deve esperar um ganho de peso geral de cerca de um quilo por mês, e não mais do que três no máximo.

Essa taxa de ganho de peso deve diminuir pela metade a cada ano de treinamento adequado depois disso.

Esses números são apenas estimativas aproximadas, mas o resultado final é que, se a escala não estiver subindo, você não terá um excedente de calorias.

Se este for o seu caso, continue aumentando sua ingestão diária em 100-150 calorias até que a balança comece a se mover novamente.

Dica # 2: separe seu treinamento com pesos e esportes

A dica número dois é tentar separar suas sessões de treinamento com pesos dos dias em que você está praticando esportes o máximo que puder, a fim de maximizar a recuperação.

Certifique-se de levar em consideração os principais grupos musculares que seu esporte em particular requer ao planejar sua programação semanal de ginástica.

Por exemplo:

Idealmente, você não gostaria de fazer uma escalada ou fazer uma sessão intensa de remo antes ou depois de um treino nas costas, pois ambos envolvem muitos movimentos de puxar.

Você provavelmente gostaria de tentar programar seus exercícios de perna mais longe de um esporte que envolva muita corrida ou salto.

Tente distanciar seus treinos de peito de algo como o boxe, que envolve muitos empurrões na parte superior do corpo.

O objetivo principal aqui é dar aos músculos que estão sendo trabalhados o máximo de tempo de recuperação possível.

A programação de cada pessoa é um pouco diferente, mas apenas faça o melhor que puder para separar as coisas ao longo da semana, a fim de minimizar a sobreposição entre o (s) esporte (s) escolhido (s) e as sessões de treinamento de fisiculturismo.

Dica # 3: reduza ou elimine exercícios cardiovasculares adicionais

A dica número três é descartar qualquer exercício cardiovascular extra que você possa estar fazendo.

Se você está tentando construir músculos e ganhar força da forma mais eficiente possível, não há razão para realizar exercícios aeróbicos adicionais na academia se já estiver praticando esportes várias vezes por semana. Este é um dos muitos erros cardiovasculares importantes a evitar.

Em vez disso, apenas trate seus esportes como seu método de exercício cardiovascular.

Qualquer atividade física que aumente seus batimentos cardíacos e aumente a respiração por um período prolongado, no final das contas, será uma forma eficaz de cardio .

Tentar combinar musculação, ginástica aeróbica e esportes ao longo da semana pode resultar em muito estresse geral em seu corpo, que interfere em sua capacidade de recuperação e crescimento.

Dica nº 4: diminua o volume e / ou a frequência do treinamento com peso

A dica número quatro é reduzir o volume e a frequência geral do treinamento com peso se você estiver dedicando muito tempo e esforço (4 dias ou mais por semana) ao esporte escolhido.

Isso ajudará a garantir que você não treine demais.

Por exemplo, alguém que estava tentando treinar MMA quatro dias por semana enquanto também treinava com pesos cinco dias por semana provavelmente estaria fazendo muito trabalho total para obter ganhos ideais.

Lembre-se de que o crescimento muscular ocorre quando você está fora da academia, em repouso. O trabalho que você realiza na academia é simplesmente a “faísca” que põe as coisas em movimento, mas é o processo de recuperação que realmente produz o próprio crescimento. Se você não pode se recuperar adequadamente, você não pode crescer.

Se você está praticando esportes extenuantes regularmente, provavelmente será melhor reduzir as sessões de musculação para, no máximo, quatro sessões por semana. Três sessões seriam ainda melhores para a maioria dos levantadores naturais.

Se você vai à academia três dias por semana, mas ainda está tendo problemas com a recuperação, a próxima etapa seria reduzir o volume real por sessão realizando menos séries no total. Comece com uma redução geral de cerca de 20% e continue daí.

Por último, você também pode reduzir a frequência em termos de frequência com que você treina cada grupo muscular individual.

Por exemplo, em vez de treinar cada músculo duas vezes por semana, você pode reduzir para uma vez a cada 4-5 dias, ou mesmo apenas uma vez por semana.

Embora isso não seja ideal para produzir os ganhos muito mais rápidos, você ainda conseguirá um crescimento significativo ao longo do tempo, desde que treine com intensidade suficiente e se concentre na sobrecarga progressiva.

Dica 5: diminua o volume / frequência de esportes

A dica número cinco é diminuir o volume total e a frequência de suas sessões de esportes.

Se praticar esportes é algo que você faz apenas para diversão casual e musculação é uma prioridade mais alta, reduzir um pouco a frequência esportiva pode ajudar a otimizar seus ganhos, se for algo que você faça com frequência durante a semana.

No geral, isso se resume à preferência pessoal e aos objetivos individuais de cada um.

Eu não recomendaria abandonar completamente um hobby que você acha agradável puramente por causa do fisiculturismo, no entanto, se esse hobby está diminuindo sua capacidade de progredir na academia, então cortar um pouco poderia ser uma opção viável.

Por exemplo, em vez de praticar esportes cinco dias por semana, você pode tentar reduzir para três.

Ou, se você já está praticando esportes três vezes por semana, mas é por três horas por sessão, você pode reduzir a duração para uma ou duas horas.

Dica # 6: otimize seu sono

A dica número seis é ter certeza de que você está dormindo bem todas as noites.

O sono é extremamente importante, não importa o tipo de treinamento que você está fazendo, mas ainda mais se você estiver praticando esportes e levantando pesos regularmente.

Ficar cronicamente privado de sono interfere em praticamente todos os processos relacionados à recuperação e ao crescimento e tornará muito difícil acompanhar de forma consistente os esportes e o fisiculturismo.

Algumas dicas importantes para o sono na musculação incluem:

  • Manter uma programação consistente indo dormir e acordando no mesmo horário todos os dias.
  • Evitar trabalho ou outras atividades “estimulantes da mente” na cama.
  • Cortar todos os eletrônicos 30-60 minutos antes de dormir.
  • Não ir para a cama muito cheio ou com muita fome.
  • Manter o ambiente fresco (entre 60-67 graus) e o mais escuro possível.
  • Eliminando ruídos de fundo repentinos dormindo em silêncio total ou usando ruído branco.
  • Evitar cafeína e outros estimulantes dentro de 6 a 8 horas de sono.

Resumo

Se você deseja combinar musculação e esportes, é definitivamente possível na maioria dos casos. Você ainda pode construir músculos e ganhar força com eficácia, contanto que siga as etapas descritas neste artigo.

É possível que seus ganhos ainda possam ser ligeiramente afetados, mesmo se você segui-los, mas essas dicas ajudarão a garantir que qualquer impacto negativo que seus esportes escolhidos tenham sobre seus ganhos seja totalmente minimizado.

Para aqueles que não estão treinando para ser o mais grande e forte possível e apenas querem construir um físico decente e versátil, praticar esportes e fisiculturismo provavelmente não será um problema.

6 benefícios da corrida em trilha

Muitas pessoas começam a correr nas estradas porque é conveniente. Se você estiver disposto a se desviar um pouco do seu caminho, no entanto, vale a pena dedicar um tempo extra para ocasionalmente procurar uma trilha. Quer se trate de uma trilha técnica em um lado da montanha ou uma trilha larga e bem cuidada em um parque tranquilo, aqui estão 6 razões pelas quais você deve tirar seus quilômetros do asfalto, pelo menos parte do tempo para colher os benefícios de corrida em trilha.

Se procura por um bom Air Jordan para o dia-a-dia, confira agora mesmo.

Aumento do equilíbrio

As trilhas são geralmente irregulares e cobertas de obstáculos e perigos, como pedras, raízes de árvores, lama e até mesmo a vida selvagem ocasional. Para evitar pisar ou mesmo cair sobre esses perigos, é necessário um nível muito maior de consciência corporal do que o normalmente necessário ao correr em estradas pavimentadas. A maior consciência corporal, combinada com a mudança constante do peso do corpo para evitar esses obstáculos durante a corrida, ajudará a aumentar o equilíbrio e a estabilidade gerais.

Pernas e núcleo mais fortes

Como mencionado acima, a corrida em trilha requer um maior senso de equilíbrio. Para manter esse equilíbrio, mais grupos de músculos são ativados durante a corrida para compensar a mudança constante do peso do corpo, incluindo músculos estabilizadores menores nas pernas, tornozelos, pés e até mesmo no núcleo. O terreno em constante mudança, as mudanças constantes e muitas vezes as colinas onduladas que acompanham as trilhas exigem que você envolva diferentes grupos de músculos com mais frequência do que simplesmente correr em estradas planas. As trilhas também têm menos rebote do que o pavimento, exigindo que os quadríceps, flexores do quadril e músculos glúteos sejam forçados a se engajar mais do que em um pavimento.

Menos impacto

As superfícies da trilha são normalmente mais macias do que as de pavimento ou concreto. Como resultado, menos força aplicada ao corpo pela superfície de corrida resultará em menor impacto e menor estresse. Variar as superfícies nas quais você corre durante o treinamento pode ajudar a prevenir lesões que ocorrem devido ao uso excessivo e impacto.

Força e estabilidade do tornozelo

O terreno variado combinado com numerosos obstáculos força uma maior propriocepção e envolvimento muscular, especificamente músculos estabilizadores, como os do pé e tornozelo. Você não pode fortalecer o que você não trabalha e, muitas vezes, o movimento monótono e em uma direção da corrida na estrada deixa esses músculos estabilizadores e ligamentos mal trabalhados.

Evite o trânsito

Correndo em trilhas isoladas, você será capaz de evitar semáforos, cruzamentos movimentados, motoristas distraídos e outros perigos que vêm com o tráfego nas estradas. Embora ainda haja muitas dicas de segurança para se manter em mente durante a trilha, é muito menos provável que você encontre obstáculos e perigos feitos pelo homem.

Aproveite o silêncio

Deixe seus fones de ouvido em casa e desfrute da paz e do sossego na trilha. Muitas pessoas acham os sons da natureza, como o chilrear dos pássaros ou a água de um riacho, muito relaxantes. Há uma série de benefícios à saúde associados a passar tempo ao ar livre, incluindo maior felicidade, maior concentração e até melhor cura. Aprecie a pausa do estresse e da agitação da vida cotidiana, e até mesmo das multidões e do trânsito que podem acompanhar a corrida em estrada.

« Older posts

© 2021 Cidan Dicas

Theme by Anders NorenUp ↑