Autor: Gbriel (Page 2 of 9)

A mineração em alto mar deve ser interrompida para evitar danos incalculáveis aos seres humanos e à vida selvagem

Dependemos do fundo do oceano para sobreviver. Em fontes hidrotermais, os cientistas encontraram enzimas que nos deram a capacidade de fabricar kits de teste para Covid-19 em uma escala que teria sido impossível sem essa descoberta. Os oceanos absorvem 90% do calor produzido por nossas emissões de carbono e seus ecossistemas são vitais na luta contra a degradação do clima. No entanto, sabemos muito pouco sobre o oceano profundo.

Mapeamos com precisão menos de 0,05% do fundo do oceano , e as fontes hidrotermais só foram descobertas em 1977 . Embora tenhamos mapas de algumas partes do fundo do oceano, eles estão longe de serem detalhados o suficiente para detectar todas as fontes hidrotermais. Com sua destruição, podemos perder ambientes potencialmente únicos.

Sabemos que as aberturas são o lar de muitas criaturas adaptadas a seu ambiente extremo e não encontradas em nenhum outro lugar , desde o ‘caranguejo yeti’ ao fascinante caracol de pé escamoso , que incorpora ferro em sua concha para sobreviver no oceano profundo. Também conhecido como pangolim do mar, o caramujo de pé escamoso foi descoberto apenas em 2015 e já está ameaçado de extinção por causa da mineração em alto mar .

Veja também: O que é aluvião?

Uma nova ameaça sob as ondas

A mineração em alto mar está destinada a ser uma grande indústria. Assim como a vida selvagem, partes do fundo do oceano são ricas em depósitos de cobre, níquel e outros minérios valiosos. O método que está sendo implementado é simples. As rochas e aberturas são esmagadas por máquinas subaquáticas e os fragmentos extraídos para a superfície para serem separados. Isso é um pouco como dirigir um picador de madeira em uma floresta e coletar o que ele cospe atrás dela; qualquer coisa infeliz o suficiente para ser apanhada no caminho é esmagada junto com as pedras.

Ao contrário do que afirmam as mineradoras, ecossistemas insubstituíveis estão na linha de fogo – uma área visada para a mineração tem ‘ uma das comunidades mais diversas […] no fundo do mar ‘, onde mais da metade das espécies coletadas em um estudo de 2016 foram novo para a ciência.

A mineração experimental já está em andamento no Japão. Até agora, isso tem sido de aberturas consideradas inativas, mas mesmo assim não entendemos qual poderia ser o impacto sobre os ecossistemas mais amplos do fundo do oceano. É provável que seja altamente prejudicial; embora o efeito direto sobre as fontes hidrotermais seja obviamente devastador, a mineração também causará imensa perturbação de sedimentos, ruído, vibrações e poluição luminosa em uma escala muito maior.

Isso é particularmente preocupante, pois o ruído subaquático é entendido como tendo um efeito sério na vida selvagem do oceano, incluindo baleias e outros mamíferos marinhos . Mesmo deixando de lado o fato de que não devemos destruir as espécies, dado seu direito intrínseco ao nosso planeta compartilhado, contamos com esses animais para mitigar as mudanças climáticas . Se prosseguirmos com a mineração em alto mar de acordo com os planos atuais, causaremos uma devastação que não podemos prever.

É mais do que apenas a vida selvagem que será afetada. Um empreendimento de mineração em alto mar em Papua Nova Guiné, conhecido como ‘Solwara 1’, desabou no ano passado depois de sofrer forte oposição das comunidades indígenas locais por motivos práticos e espirituais. Praticamente, estava afetando a pesca do tubarão, que é uma fonte importante de segurança alimentar para os povos indígenas. Espiritualmente, a cultura dos povos indígenas desta área enfatiza uma forte ligação entre as pessoas e o fundo do mar.

O que faz um psicólogo? O que é terapia psicológica?

O  trabalho do Psicólogo  pode ser difícil de explicar, mas se o profissional sabe o que está fazendo, ele deve saber transmitir de forma compreensível e simples. Na verdade, considero muito importante explicar aos meus pacientes o que estamos fazendo, como e por que, da mesma forma que um médico ou um advogado deve explicar o que eles fazem para lidar com o seu caso. Muitas vezes, na terapia psicológica , o paciente pergunta a você “E o que é isso?”

Nosso trabalho é investigar e compreender as estruturas internas, recursos, emoções e comportamentos da pessoa , ver se estes são adaptativos para o indivíduo, pensar em alternativas funcionais e transmiti-las ao paciente para que ele possa internalizá-las e colocá-las em prática.

Gosto de comparar isso a aprender uma língua. Por exemplo, você quer aprender chinês, mas sozinho não consegue seguir em frente. Você contrata um professor particular e inicia as aulas. No início, o professor avaliará seus conhecimentos, seu nível, e então começará a transmitir o aprendizado para você, adaptando-se ao seu ritmo, características e habilidades.

Um idioma não é aprendido da noite para o dia, mas requer tempo para integrá-lo e desenvolvê-lo. Não se trata apenas de memorizar, mas de compreender o porquê das coisas. Para avançar, são necessárias horas de estudo e prática, além das aulas particulares. No final, se a pessoa trabalhar, for constante e tiver paciência, vai acabar aprendendo chinês perfeitamente.

A nossa forma de trabalhar é através do diálogo, mas também utilizamos a escrita ou qualquer outra forma de expressão como desenho, representação, etc. Dependendo de como o paciente se encontra em todo o seu contexto, iremos adequar a nossa forma de trabalhar e os recursos que iremos utilizar para que a pessoa possa avançar da forma mais rápida e eficaz.

Pessoalmente, minha forma de trabalhar é por objetivos e resultados. Se não atingir os objetivos previamente traçados e não obtiver os resultados que propus no início, significa que não estou a fazer bem o meu trabalho.

Caso o roteiro que estabelecemos seja distorcido em algum ponto, devo parar e analisar o que está acontecendo para poder comunicá-lo ao meu paciente e, assim, sermos capazes de buscar as melhores soluções juntos. Considero extremamente importante informar o paciente em todos os momentos sobre nosso progresso e onde estamos na terapia.

Em uma terapia psicológica, considero que o tratamento humano vem em primeiro lugar . O profissional deve ser uma pessoa antes de mais nada e é fundamental ter empatia com o cliente, criar um vínculo e um ambiente de confiança e liberdade para que a pessoa possa transmitir de forma tranquila e confortável suas preocupações para você.

Se a pessoa realmente deseja  resolver suas dificuldades  e trabalha para isso, na maioria das vezes obtém-se bons resultados.

Quando pedir ajuda a um profissional?

Quando a pessoa se sente mal consigo mesma ou com o meio ambiente. Quando, depois de ter (ou não) compartilhado seus problemas com a família e / ou amigos, você ainda não consegue resolvê-los. O profissional foi treinado para acompanhar o cliente neste caminho que o levará à mudança.

Quanto tempo dura uma psicoterapia?

Esta é uma pergunta frequente que os clientes nos fazem. Na sociedade em que vivemos, estamos acostumados a conseguir o que queremos quase imediatamente e também com pouco esforço.

Bem, a psicoterapia funciona de outra forma … É honesto explicar a nossa incerteza sobre a duração de um processo psicoterapêutico. Às vezes, as mudanças desejadas acontecem logo, mas outras vezes, o trabalho é mais trabalhoso. Realizamos terapias de curta duração (semanas) e mais longas (anos), de acordo com os objetivos acordados e o próprio processo. Cada pessoa é um mundo e, portanto, cada terapia é um novo processo diferente do anterior.

O fator atitude é básico em qualquer processo psicoterapêutico. O cliente que se envolve, assume a responsabilidade pelo seu trabalho e assume uma atitude pró-ativa com ele, consegue as mudanças. Quem espera que o profissional resolva seu problema, joga seu dinheiro … Nosso objetivo é que você fique satisfeito conosco. Nossa dinâmica é ativa e clara. Queremos que você alcance seus objetivos no menor tempo possível, sendo realista e sensato.

O psicólogo me liberou. Estou curado para sempre?

Você está se sentindo bem, sente que alcançou o bem-estar interior que desejava, sente-se mais seguro consigo mesmo e mais confortável com os outros. Por fim, ele conseguiu superar seus medos e decide viver livre. Chegou a hora, junto com a psicóloga decidem que é hora de dar alta.

Com seu trabalho psicoterapêutico, alcançaram os objetivos propostos no início da terapia. Parabéns! -Amo quando chega esse momento, afinal um processo mais ou menos curto, em que quase certamente encontramos obstáculos, mas com confiança e equilíbrio, decidimos superá-los e assim fazemos.- Esta é uma jornada para o profissional, como a própria vida. Cada um dá um sentido à vida, nela cada um de nós é o protagonista, ser ativo que decide como o queremos e como o podemos viver.

A terapia é um percurso em que se aprende muito com cada um, em que a pessoa decide se despir e se conhecer (na medida em que quiser), se aceitar e mudar, para crescer. Mas vamos continuar … Uma vez descarregado, o caminho da vida continua seu caminho e somos nós que nele habitamos e vivemos. Às vezes nos sentimos preparados, às vezes não, mas isso não quer dizer que não estamos, apenas significa que não nos sentimos … e aqui, o trabalho que foi feito na terapia, dia a dia a gente merece continuar no nosso própria, a fim de continuar crescendo.

E que diferença faz se às vezes voltarmos a pedir ajuda ao profissional? Isso significa que o trabalho que fizeram não tinha valor? NÃO!! significa que somos humanos e os humanos tropeçam uma vez e outra, mas também nos levantamos continuamente.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.

Sustentabilidade empresarial – A Vantagem Competitiva para o seu negócio

O negócio de sustentabilidade é uma empresa que se esforça para sustentar a atividade econômica, levando em consideração os fatores sociais e ambientais, e tornando a sua gestão, uma ação responsável com os recursos.

A sustentabilidade é um conceito importante nas atividades desenvolvidas pelas empresas, pois estabelece um parâmetro de medição quanto à forma como utilizam os seus recursos financeiros , humanos e operacionais e como tratam os recursos tangíveis; insumos, materiais e até resíduos.

É também uma forma de analisar quais práticas de negócios eles possuem. Em relação à sua cultura e se consideram, por exemplo, o meio ambiente, a comunidade com que convivem ou os trabalhadores.

Características da sustentabilidade empresarial

A sustentabilidade empresarial é uma forma de gerir recursos e torná-los eficientes, tanto para a empresa, como para o meio ambiente e a sociedade. Portanto, alguns exemplos de aspectos que devem ser considerados para realizar uma gestão empresarial sustentável são:

  • Gerar boas práticas de trabalho para o bem-estar dos colaboradores e a maximização da produção da empresa.
  • Realizar uma avaliação da gestão dos recursos financeiros.
  • Avalie o consumo de insumos derivados do meio ambiente, como eletricidade, água, gás, papel e outros.
  • Tratar os resíduos com responsabilidade, para que os elementos que reúnam as condições para o fazer sejam aproveitados ao máximo.
  • Estabelecer contato permanente com a comunidade envolvente para receber questionamentos e inquietações sobre a atividade da empresa na área e corrigir os processos que potencialmente os afetam.

Rentabilidade e sustentabilidade

Sem dúvida, o primeiro princípio de uma empresa é gerar rentabilidade suficiente para continuar operando. Caso contrário, ele acabará desligando.

No entanto, existem vários mecanismos para o fazer e sempre haverá a possibilidade de gerar esta riqueza com responsabilidade para o ambiente e a sociedade, e a possibilidade de não o fazer, deixando de lado estes aspectos e tendo como único objetivo o enriquecimento a qualquer custo. .

Agora, poderíamos dizer que a primeira alternativa é a mais complexa para as empresas e por isso nem todas conseguem desenvolver uma atividade empresarial sustentável.

Isso ocorre por diversos aspectos, entre os quais podemos destacar:

  • O custo econômico de geração de processos de sustentabilidade é muito alto para a empresa e não é prioritário.
  • A legislação do país não é exigente e permite o exercício da sua atividade, mesmo quando não está alinhada com o cuidado com o meio ambiente e o respeito às comunidades.
  • O poder econômico da empresa é muito forte e os moradores não resistem à sua atividade, pois poderia gerar um problema maior para eles.

É um desafio para os diretores e gerentes da empresa encontrar um equilíbrio entre o sucesso econômico e o bem-estar ambiental e social. Isso, já que alguns deles são provavelmente mais difíceis de segurar.

É por isso que as avaliações de projetos de negócios incluem variáveis ​​sociais, legais, ambientais, comerciais e econômicas. Pois o sucesso de um negócio não depende apenas de um bom estudo de mercado , mas também de um bom tratamento e relacionamento com o meio ambiente, o marco legal regulatório e claro, o relacionamento com a comunidade.

Como alcançar a sustentabilidade do negócio?

Nesse sentido, a cultura organizacional desempenha um papel fundamental no estabelecimento de práticas internas sobre o uso eficiente dos recursos, considerando todas as variáveis ​​citadas.

Quando as empresas levam esses aspectos em consideração na cadeia de valor (insumos, processos e saídas), os produtos e sua atividade econômica ficam mais robustos e alinhados às necessidades do meio ambiente.

É também importante considerar a avaliação constante das ações que significam dispêndio de recursos, de forma a melhorá-las e geri-las melhor, de forma a maximizar a eficiência e com ela a rentabilidade derivada dos processos internos da empresa.

Outro aspecto importante tem a ver com a forma como a sustentabilidade do negócio é comunicada e como os consumidores e clientes validam isso.

Quando as empresas veiculam com sucesso suas ações em prol de uma melhor sustentabilidade, os consumidores podem questionar, aceitar e / ou apoiar.

Esse último aspecto é o que ampliará a lucratividade da empresa, pois gerará a fidelização de clientes que, como eles, buscam consumir marcas responsáveis ​​pela sociedade e pelo meio ambiente, pois sua cultura de vida o estabelece.

Em suma, desenvolver uma atividade empresarial sustentável não é uma tarefa fácil. Requer vontade, talento na gestão do negócio e um olhar amplo e profundo sobre o meio ambiente, que permite identificar os elementos que devem ser cuidados durante o processo produtivo.

Para isso, é aconselhável consultar especialistas da área das ciências sociais, ambientais, jurídicas e económicas, com o objetivo de conjugar critérios e estabelecer uma estratégia que proteja o cuidado de todos os atores e elementos que intervêm na produção de bens. e serviços aos quais a empresa se dedica

O que é o Imposto de Renda Pessoal?

O imposto sobre o rendimento das pessoas singulares é um imposto que obriga cada pessoa a contribuir para a manutenção do Estado com base nos seus rendimentos e na sua situação pessoal.

Em Renda, os cidadãos pagam pelo que ganharam em um ano fiscal (um ano). Esses ganhos não vêm apenas do trabalho realizado. Todos os rendimentos obtidos (subvenções, ajudas, rendimentos de produtos financeiros devem ser declarados.

Mas não só a renda conta, mas a situação pessoal. Duas pessoas com o mesmo volume de renda não pagarão o mesmo se suas circunstâncias forem diferentes.

São muitas as circunstâncias que influenciam o Rendimento e fazem com que se pague menos: família dependente, deficiência, mais de 65 anos.

Há também “deduções”, que passam a ser como despesas incorridas que reduzem o valor que resulta a ser pago: doações, contribuições para planos de previdência.

Veja também – Tudo sobre a Isenção de imposto de renda por doença grave

Como funciona o imposto de renda pessoal?

A renda é um imposto progressivo: quanto mais você ganha, mais você paga. Mas também pode acontecer que seja o Tesouro a devolver o dinheiro, se já cobrou do contribuinte mais do que a sua parte.

Ao longo do ano, as pessoas adiantam o pagamento de Impostos ao Tesouro. Os trabalhadores assalariados têm uma retenção na fonte em sua folha de pagamento. Seu empregador fica com uma porcentagem do seu salário e a paga ao Tesouro em seu nome. Isso é o que se chama de pagamento por conta.

O mesmo acontece com os profissionais. Quem paga a sua fatura também retém uma percentagem prevista na Lei que entra no Tesouro por sua conta.

Se esses valores inseridos forem excessivos em relação ao que você tem que pagar, o direito a um reembolso será gerado.

Como é pago o imposto de renda pessoal?

Para pagar o imposto, o cidadão deve preencher um formulário elaborado pela Agência Tributária (formulário 100). Conforme você preenche as seções, você chega ao cálculo final para pagar ou devolver.

O que é declarado na receita?

No Imposto de Renda, são declaradas todas as percepções obtidas pelo declarante em um ano-calendário.

  • Rendimentos do trabalho (salários) ou das atividades econômicas (rendimentos obtidos pelos autônomos).
  • Rendimentos de capital móvel (rendimentos provenientes de juros de contas, dividendos de ações, rendimentos produzidos por produtos financeiros)
  • Renda de capital imobiliário (renda de aluguel)
  • Ganhos de capital (derivados da venda de um ativo ou de prêmios, subvenções)

Em geral, qualquer rendimento obtido pelo contribuinte deve ser incluído no aluguel. Existem rendimentos isentos, mas é conveniente consultar o Fisco se são ou não.

 

Como escolher o tecido certo

Depois que alguns de vocês sugeriram, achei que era hora de falar mais sobre tecidos. Escrevi um pouco sobre esse tópico há cerca de 5 anos (!) E pensei que finalmente era hora de atualizar esse post. Avance 5 anos e sejamos honestos, estou muito à frente de onde costumava estar na hora de escolher tecidos.

A experiência me ensinou muito, assim como as mulheres adoráveis ​​que trabalharam comigo no estúdio, todas com habilidades de seleção de tecidos muito melhores do que eu (devido aos cursos de modelagem ou passagens pela Central St Martins!).

E assim que comecei a escrever, minha mente teve um sério transbordamento de informações … parece que venho armazenando as ideias há um tempo! É por isso que, em vez de ser apenas um post, esse pequeno bate-papo sobre tecido se transformou em uma série.

Nas próximas semanas estarei compartilhando mais, neste post estamos falando sobre o básico, e então vamos passar para qual tecido é melhor para qual projeto, então falaremos sobre os vários atributos de diferentes tipos de tecido, e finalize com dicas de onde comprar os melhores tecidos. Espero que goste!

Compre agora os seus tecidos na Melhor Loja de Tecidos Online – Qualidade para você

COMO ESCOLHER O TECIDO CERTO

SELECIONE SEU PROJETO

Há muitas maneiras de selecionar seu novo projeto, gosto de buscar inspiração no Pinterest e depois descobrir como fazer o design da maneira mais simples – muitas vezes é uma abordagem de tentativa e erro, mas funciona para mim ( a maior parte do tempo!). Outra opção é usar tutoriais como os que você encontra aqui ou usar um padrão. Você também pode encontrar um item em uma loja de que goste, ou algo que já possui, e usar essa ideia (ou o item real) como base.

FAÇA SUA PESQUISA

Antes mesmo de entrar na loja de tecidos, vale a pena fazer algumas pesquisas sobre a roupa que você deseja fazer. Algo que eu realmente gosto de fazer é olhar as vitrines e ver o que está nas lojas e quais tecidos estão sendo usados.

Nada mais valioso do que ser capaz de tocar e sentir uma peça de roupa para entender o papel que o tecido desempenha, e assim você pode entender o que os tecidos estão em alta, tornando seus projetos um pouco mais contemporâneos.

VERIFIQUE A CORTINA

Quando estiver comprando o tecido em si, sempre desenrole o tecido alguns metros e veja como fica pendurado. O jeito ou ‘drapeado’ do tecido será um elemento chave em termos de como a roupa fica. Observe como a seda fica pendurada suavemente, enquanto os lençóis são mais pesados, com tendência a sobressair quando são pregueados ou franzidos? Para mim, o drapeado do tecido é o fator mais importante na escolha de um tecido que tenha uma boa aparência e se adapte ao projeto.

AVALIE A LARGURA

Os tecidos geralmente vêm em duas ou três larguras diferentes – 60 polegadas (150 cm) ou 45 polegadas (112,5 cm) sendo o mais comum, e a largura do tecido determinará quanto você precisará comprar.

VERIFIQUE DUAS VEZES A COR

Frequentemente, a iluminação em uma loja pode fazer uma cor parecer diferente de como fica com luz natural, então sempre leve o tecido para a luz natural (ou perto de uma janela) antes de comprar. Além disso, certifique-se de segurar o tecido junto à pele para verificar como fica contra você se você estiver fazendo algo para si mesmo.

Se o tecido for muito parecido com a cor da sua pele, às vezes pode não estourar muito quando transformado em uma roupa (é o que acontece comigo de qualquer maneira).

TESTE O ALONGAMENTO

Puxe o tecido entre os dedos para testar o alongamento. A maioria dos tecidos terá um elemento de elasticidade, principalmente quando puxado na cruz (diagonal contra a fibra), e isso será útil para entender. Prefiro escolher tecidos não muito elásticos, pois acho que esses têm um desgaste mais natural e caem, mas vai depender do que você está fazendo. Pense duas vezes antes de comprar lycra ou tecido de jersey, a menos que você saiba costurar elástico – isso pode ser um pouco mais desafiador.

VISUALIZE SEU PROJETO

Aproveite o tempo para visualizar como o projeto ficará em um determinado tecido. Pense na cor e no drapeado – o vestido que você quer fazer ficará bem em um tecido de seda leve ou será melhor em um linho pesado? Pense também na sua própria forma – tecidos mais pesados ​​tendem a perdoar mais na figura do que sedas leves – principalmente no caso de projetos de costura simples com estrutura limitada.

COMPRAR

Finalmente, compre seu tecido. Certifique-se de comprar o suficiente para seu item. Em geral, se estou comprando tecidos em um mercado e comprando muitos de uma vez, geralmente compro cerca de 2 – 3 m (cerca de 2,5 jardas) de tecido se não tiver certeza do que vou fazer … Dependendo no preço, é claro! Dessa forma, tenho um pouco de flexibilidade quando se trata de costurar de verdade.

TECIDOS COM OS QUAIS GOSTO DE TRABALHAR

Para mim, os tipos de tecidos que escolho são baseados no projeto em si, quais tecidos estão em alta na época e como serão fáceis de costurar. Eu também acho que alguns tecidos têm uma sensação mais luxuosa para classificar, o que significa que eles ficam bem, mesmo se você fizer algo simples com eles…. Ótimo para pessoas que gostam de atalhos (como eu!). Estes são alguns dos meus favoritos.

ALGODÃO LEVE

Começando? Algodão leve com uma trama fechada é um ótimo lugar para começar, já que geralmente é fácil de costurar e geralmente tem uma queda leve que é ótima para projetos simples como tops e vestidos. Verifique a cortina do algodão leve para se certificar de que não está muito rígida.

ALGODÃO PESADO

Algodão pesado é perfeito para peças que você deseja ter mais forma, mas ainda é muito fácil de costurar. Ao escolher o seu algodão pesado, saiba que geralmente ele é bastante rígido e certifique-se de que isso seja levado em consideração no projeto que você escolher. Caso contrário, ele ficará muito destacado em lugares que você não deseja.

LINHO

Ok, então linho no meu tecido favorito para trabalhar no momento, você pode dizer por todas as coisas que fiz com ele recentemente. Por quê? Eu acho que praticamente não importa o design, o linho tem uma queda e peso tão bonitos que parece caro e luxuoso antes mesmo de você cortá-lo. Existem muitos pesos diferentes de linho no mercado, mas descobri que o linho mais pesado tem uma queda grande. Eu também adoro que você possa deixar as bordas expostas para um visual mais áspero (também conhecido como preguiçoso).

SEDA

Finalmente, a seda dá um resultado adorável, e de vez em quando eu a uso em meus projetos. No entanto, pode ser mais difícil de costurar, principalmente se você for iniciante na costura. Dito isso, a seda mais uma vez tem uma aparência e um toque adoráveis, e você pode se safar com um item muito simples se seu tecido for de seda … Portanto, definitivamente vale a pena experimentar!

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.

Aplicativo de Delivery: dicas para escolher o melhor

Após o início da pandemia houve um aumento significativo na procura por serviços delivery, em torno de 60%, afinal, o mais indicado nessa época que estamos vivendo é evitar ao máximo sair de casa e ter contato direto com outras pessoas. Sendo assim, todo aplicativo de delivery está sendo muito útil, tanto para clientes como para as empresas.

As empresas de ramo alimentício foram as primeiras a se adaptar ao sistema delivery, mas claro, outros tipos de serviços se adaptaram também, como farmácias, mercados e até algumas lojas de roupas e sapatos. Mas as empresas de delivery de lanches, pizzarias e restaurantes em geral foram as primeiras e são as mais procuradas.

Mas, em meio a tudo isso, como adaptar e como escolher o melhor aplicativo de delivery para sua empresa? Vou dar dicas e exemplos de como fazer essa escolha de forma que seja o mais rentável e lucrativo possível para seu restaurante ou lanchonete.

O que considerar na hora de escolher

Atualmente os clientes buscam a maior comodidade e rapidez possível, então você deve buscar um aplicativo que ofereça tudo isso. Porém, ao mesmo tempo, você deve fazer uma pesquisa de mercado e analisar qual o aplicativo de delivery será o mais rentável para sua empresa.

Taxas do aplicativo de delivery 

Todo aplicativo de delivery cobra uma taxa ou porcentagem sobre as vendas feitas pelos restaurantes, sendo assim você deve buscar aquele que tenha uma taxa que caiba no orçamento da sua empresa. 

Além do mais, você deve considerar o valor dessa porcentagem e colocá-la sobre os preços dos seus pratos e produtos oferecidos, para que você não tenha prejuízos. Mas não se esqueça, não vá direto ao aplicativo de delivery que cobre a taxa mais baixa, talvez ele não seja o melhor do mercado, e você pode ter mais prejuízos do que imagina.

Vantagens e desvantagens 

Há os dois lados da moeda quando se trata de aplicativos de entrega. A praticidade é uma enorme vantagem, pois o dono do estabelecimento não precisa se preocupar com muita coisa, apenas em produzir seus pratos, ou seja, fazer o melhor que sabe fazer.

Porém, só porque você oferece o melhor produto que for, não significa que os consumidores irão optar por ele, afinal, alguns deles não levam apenas a qualidade do que é oferecido em consideração, há também a questão das taxas de entrega, que podem ser maiores ou menores de acordo com a distância que seu estabelecimento fica da residência do cliente.

Planejamento

Além de verificar tudo isso que eu falei acima, você deve fazer um planejamento bem amplo antes de optar por algum aplicativo de delivery, por exemplo, os gastos que você terá com etiquetas, embalagens, sacolas e etc. 

Pesquise não somente os mais em conta, mas também os que melhores se adequam ao tipo de comida que você oferece, afinal, nenhum cliente gosta de receber sua comida toda bagunçada ou fria, não é mesmo?

Além disso, não se esqueça das taxas que eu falei acima, elas são muito importantes, pois como os aplicativos pegam uma certa porcentagem em cima dos pratos vendidos pelo delivery, os preços dos pratos pelo aplicativo e no local físico, podem variar. 

E lembre-se, estar em uma plataforma de vendas digital não garante as vendas, você deve investir em marketing e continuar a divulgação do seu estabelecimento e dos produtos que você oferece. 

Marketing

Uma grande vantagem dos aplicativos de delivery é que eles próprios já investem no marketing e propaganda, o que pode aumentar a visibilidade do seu produto. Mas você pode tentar contactar e falar diretamente com o cliente que comprar no seu estabelecimento pelo aplicativo de delivery e fazer com que ele passe a comprar diretamente com você.

Para fazer isso, ofereça cupons de desconto que sejam válidos para a compra direta com o estabelecimento, peça um retorno pelo whatsapp com sugestões e dicas que o cliente possa ter, dessa forma você consegue criar um vínculo com o cliente e ele pode começar a preferir comprar diretamente com você, e isso pode aumentar seus lucros.

Faça também propagandas do seu negócio em redes sociais, use e abuse delas, pois nesse mundo novo de tecnologias, marketing em redes sociais junto com um bom produto de qualidade, garante sucesso de vendas. Propagandas na vizinhança do seu estabelecimento e da sua casa também podem ser muito úteis.

Enfim, existem várias dicas de como escolher o melhor aplicativo de delivery para a sua empresa, e se seguir todas elas combinadas com um bom investimento em marketing de conteúdo, com certeza você conseguirá escolher o melhor e terá sucesso nas suas vendas.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.

Toalha infantil: um guia para ter uma toalha sempre macia

Quando se tratam de cuidados higiênicos, não devemos medir esforços. Cuidar da nossa higiene é essencial para se ter uma qualidade de vida boa e satisfatória. Parte dos cuidados higiênicos envolve cuidar muito bem das nossas toalhas de banho, e principalmente de uma toalha infantil. 

As crianças são bem mais sensíveis e merecem um maior cuidado com sua higiene, por isso, a toalha de banho de uma criança deve ser sempre macia, estar sempre muito bem limpa, e livre de mofo ou fungos que podem vir a ocorrer se não houver uma boa higienização.

Uma toalha infantil sempre macia e higienizada faz com que a pele de nossas crianças esteja sempre bem cuidada pois, ao evitar a aspereza de uma toalha, evitamos alergias e arranhões que podem ocorrer na pele sensível delas.

Neste artigo vou apresentar algumas dicas e truques infalíveis para que você mantenha sempre suas toalhas macias, limpinhas e com cara de nova. Servem para cuidados com toalha infantil e toalha adulta.

Guia para ter uma toalha sempre macia

Amaciante não, vinagre sim 

Provavelmente você deve ter aprendido esse truque já com sua mãe ou avó, pois é um truque bem antigo, mas não custa nada reforçar.

Geralmente os amaciantes que encontramos nos mercados contém silicone, o que faz com que a superfície da toalha se desgaste e perca a capacidade de absorção de água.

Por isso, ao fazer o primeiro ciclo de lavagem da sua toalha, ou de uma toalha infantil, ao invés de amaciante, coloque meia xícara de chá de vinagre branco (álcool ou maçã), pois os ácidos contidos no vinagre contribuirão para a quebra de resíduos como sais e minerais que endurecem as fibras das toalhas. Depois, lave normalmente.

Bicarbonato de sódio

O bicarbonato tem a mesma função do vinagre, mas deve ser colocado junto com o sabão.

Então, ao realizar o primeiro ciclo de lavagem, coloque meia xícara de chá de bicarbonato junto com o sabão líquido ou em pó. 

Além de contribuir para a maciez, o bicarbonato ajuda a eliminar odores, se for necessário.

O sabão

Cuidado ao exagerar no sabão, pois ele é a maior causa da aspereza da toalha. Siga as instruções de lavagem do fabricante e procure evitar o sabão em pó, substituindo-o pelo líquido. Se isso não for possível, dilua o sabão em pó na água antes de iniciar a lavagem.

Utilize água fria

Nunca use água quente para tirar manchas. O calor tira o brilho e resseca as fibras, o que faz com que a toalha fique áspera e dura. Por isso sempre use água fria para lavar sua toalha, assim você mantém as cores bem vivas e a maciez.

Sombra sempre

Qualquer tipo de calor danifica as fibras da toalha e contribui para que ela fique dura e áspera. Por isso, ao colocar a toalha para secar, sempre coloque na sombra, nunca exponha a luz do Sol.

Além do mais, o Sol mancha o tecido e faz com que a toalha desbote mais facilmente e quando se trata de alguma toalha infantil, é importante manter as estampas divertidas que nossas crianças amam sempre intactas. 

Sem prendedores

Quando colocar as toalhas para secar, não utilize prendedores pois eles deixam marcas no tecido. Pendure-as no varal ao meio, a fim de evitar essas marcas e deixe em um lugar aberto e ventilado para evitar a proliferação de mofo.

Nada de ferro de passar roupa 

Se a água quente e o Sol são prejudiciais à toalha, imagina o que o ferro de passar não faz com as fibras dela. Por isso, nunca passe suas toalhas, nem a seco e nem a vapor, pois o vapor pode deixar a toalha úmida, fazendo com que nela se criem fungos e microorganismos indesejáveis, que podem causar alergia.

Armazenagem

Ao guardar suas toalhas procure sempre um lugar que não fique sempre fechado, um lugar arejado. Mas se isso não for possível, coloque sachês antimofo entre as pilhas de toalha, troque-os caso eles fiquem úmidos.

Toalha infantil sempre macia

Bem, neste artigo dei várias dicas de como manter suas toalhas e as toalhas dos nossos pequenos sempre macias, cheirosas, limpas e com cara de nova. Se segui-las corretamente, você sempre terá toalhas novinhas e evitará gastos desnecessários com toalhas novas por falta do cuidado ideal com as antigas. 

Ao manter uma toalha infantil sempre macia e limpa, você colabora para que a pele das crianças da casa estejam sempre livres de alergia e irritações desnecessárias e inconvenientes por falta dos devidos cuidados necessários.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.

5 Tips for Choosing a Quality Dental Clinic

Taking care of our health also implies having good professionals to help us in this mission, doesn’t it? Hence, it is important to take into account some important factors when choosing a dental clinic.

If you want to put on orthodontic braces, for example, and you’ve never seen an orthodontist in your life, it’s probably time to make that decision. Not to mention the other procedures that are necessary to keep your oral health up to date.

So, to be more prepared for this moment and make better choices, be sure to read the following post and consider the 5 tips presented.

Check it out now Dentist Geelong

5 Tips for Choosing a Quality Dental Clinic

1- Check the level of professional specialization

The first step to trust the hands of a professional is to know what their background and specialties are. In the case of dentists, you can search the website of the CRO (Regional Council of Dentistry) of each state if it is registered and recognized by the Council.

We have the example of orthodontics, which is an area that requires specialization — that is, not every dentist can start orthodontic treatment. Normally, the titles of the clinic’s professionals are displayed, but if you still have any doubts, don’t feel embarrassed to ask as many questions as you like.

Of course, some have several courses and specializations, others many years of experience, but this is not always what matters most. The aim is simply to check if the professionals are really qualified to offer that type of service.

2- Find out about the technologies used

Another relevant issue is to verify what types of technologies and tools are used in the clinic, which can make a lot of difference depending on your treatment expectations.

In fact, professionals who are not up-to-date and do not seek to bring news to their offices may end up not meeting the needs or preferences of patients.

Imagine that you prefer a modern treatment, with invisible aligners and 3D technology, so as not to compromise your appearance so much. So, you already know that this is a differentiating point for your choice if you don’t want to use a fixed braces.

Therefore, find out beforehand so that you are not disappointed or have to change dentists. You can search the clinic’s website or social media, call to ask, or even make an initial appointment to learn about the procedures offered.

3- Consider the indications

A good way to find a dental clinic that meets your desires is to ask the people around you for directions, making this choice process easier.

When you don’t have the recommendation of a family member or friend about a trusted professional, another reference can be the indications provided by the manufacturers of the products they use.

There are seals, awards or even numbers that are made available by companies to help give credibility to certain professionals. So, this is another point worth researching.

4- Analyze the cost-benefit

It cannot be denied that the financial part also influences the choice. After all, it is necessary to analyze whether the costs fit within your budget, whether you will have to look for another clinic or wait a little longer for treatment.

At this point, don’t just consider the final price, but the entire cost-benefit ratio of what was offered. Some people fall into traps when opting for a lower price, but that ends up not guaranteeing the necessary safety and efficiency.

5- Assess whether the service pleases you

Finally, don’t forget that highly specialized professionals and innovative technologies are not enough for a quality dental clinic. There are other important details that involve this type of service.

Among them, you should consider issues such as the hygiene of the place, the kindness of employees, availability of the professional, punctuality, friendliness, among others that you consider as differentials.

For example, a very frequent situation is the patient starting to put on braces with a professional and then starting to be assisted by staff assistants. Not that this is necessarily a problem, but it could make a difference for you.

So, did you like our tips for choosing a dental clinic? How about sharing this post on your social networks to let your friends know about it?

Como Escolher a melhor Raquete de Tênis

A primeira coisa a saber é que não existem raquetes de tênis que sejam as melhores de todas. Cada raquete de tênis combina características diferentes, e o resultado disso, faz de uma raquete a melhor opção para um jogador e não para outro.

Escolhendo a melhor raquete de Tênis para você

Tamanho da cabeça

Os tamanhos das cabeças das raquetes de tênis podem ser três:

  • Aro ou meio da cabeça: Raquetes de tênis com cabeças / aros de até 95 polegadas quadradas (sq) ou seu equivalente, 613 cm2.
    Anel ou cabeça midplus: raquetes de tênis com cabeças / anéis entre 96 e 100 polegadas quadradas (sq) ou seu equivalente de 614cm2 a 645cm2.
  • Rim ou cabeça grande: raquetes de tênis com cabeças / anéis maiores que 100 polegadas quadradas (sq) ou seu equivalente, 645 cm2.

Embora o aro ou a cabeça das raquetes de tênis não façam por si só o tipo de jogo, as regras gerais em relação ao tamanho da cabeça são:

– Cabeça maior: Maior potência, menor capacidade de manobra, menos controle
– Cabeça menor : menor potência, maior capacidade de manobra , maior controle

Peso de raquetes de tênis

Existem dois pesos diferentes nas raquetes de tênis: Há um peso estático e um peso móvel. O peso estático é o que está impresso na raquete. É o que a raquete pesa na sua mão. O peso em movimento é o peso da raquete quando ela é usada para acertar a bola.

Este peso é uma combinação do peso estático e do equilíbrio da raquete. Em geral, raquetes de tênis mais pesadas oferecem mais potência do que as mais leves. É claro que uma raquete de tênis pesada só oferecerá mais potência se o jogador puder movê-la ao mesmo tempo mesma velocidade ou mais rápido do que uma raquete mais leve.

A ideia é usar uma raquete com o maior peso de movimento que possa ser facilmente manobrada. Raquetes de tênis com peso inferior a 265gr aprox. são consideradas raquetes leves, de 265gr a 300gr aprox. raquetes de tênis com peso intermediário e 301gr aprox. Doravante, são consideradas raquetes de tênis mais pesadas.

Comprimento da raquete de tênis

As raquetes de tênis podem variar em comprimento para se adequar a diferentes situações de jogo. No entanto, o lago mais comum para uma raquete de tênis para adultos é de 68,5 cm. Quando o comprimento das raquetes de tênis é maior que 27 ”, a raquete é considerada positiva.

Pode ser que a raquete de tênis alcance 28 “de comprimento, ou mesmo (não muito comum), 29” de comprimento. Raquetes mais longas fornecem maior alcance, mais vantagem no saque e um pouco mais de potência do que as raquetes de tênis padrão.

A maioria das raquetes de tênis estendidas ou positivas tem um peso estático menor do que seu par padrão para manter a manobrabilidade. Ele também muda frequentemente o equilíbrio da raquete para o mesmo propósito.

Largura do quadro das raquetes de tênis

Este aspecto das raquetes de tênis é importante e muitas vezes esquecido ao escolher uma raquete de tênis. Um quadro mais amplo oferece mais potência, mas sacrifica o controle. Desta forma, podemos dizer então que um quadro mais estreito oferece menos potência, mas mais controle.

Ao escolher entre duas ou mais raquetes de tênis, a diferença entre um quadro de 21 mm de largura e um quadro de 26 mm de largura é muito grande. Isso pode definir a maneira como uma raquete de tênis se comporta. Equilíbrio da raquete de tênis O equilíbrio de uma raquete de tênis indica a distribuição de peso na raquete. Existem três tipos de equilíbrio:

  • O peso da raquete está na cabeça: A raquete ajudará neste caso que, com menos peso estático, conseguiremos obter mais potência no golpe já que aumentaria o peso em movimento. Pode-se dizer que raquetes de tênis com essa característica “atiram” mais.
  • O peso da raquete é equilibrado: São raquetes de tênis que equilibram o peso do cabo da raquete com o da cabeça.
  • O peso da raquete está no cabo: A raquete de tênis neste caso fará com que o peso em movimento seja menor, então precisaremos gerar a força necessária com nosso braço. Uma raquete de tênis com mais peso no cabo, oferece um alto nível de controle.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.

Dicas para se vestir jovem e com estilo

Existem pessoas que querem ter uma boa aparência o tempo todo. Na sua loja para comprar roupa desportiva online somos especialistas em tendências e modas. É por isso que trazemos várias dicas para se vestir jovem e com estilo . Continue lendo e aprenda que roupas você pode combinar para se ver na moda.

Quer entrar na moda jovem? Confira agora os incríveis Tênis Air Jordan

Estilos de moda e suas características

Atualmente existem diferentes estilos de modas para se vestir de acordo com sua personalidade ou modo de vida. Você só precisa levar em conta alguns detalhes para escolher o que mais gosta. Para os jovens, os mais populares são estes:

Rocker, faça a diferença

Esse estilo é fácil de conseguir tanto para homens quanto para mulheres. A ideia é combinar todos esses elementos de rebelião, que agregam caráter a qualquer momento. Embora existam diferenças marcantes no tipo de roupa, homens e mulheres podem usar roupas semelhantes.

As peças mais comuns são camisetas com desenhos de bandas de rock famosas, jeans surrados, jaquetas de couro e botas.

Bohemian, para almas grátis

O estilo boêmio é muito mais que uma tendência. Tem a ver com todo um estilo de vida. Caracteriza-se por procurar sempre com um toque confortável. É possível que devido ao trabalho, escola ou obrigações do dia a dia seja difícil para você usar este estilo, mas você pode adotar pequenos detalhes ou implementá-lo nos finais de semana.

São peças confortáveis, com tecidos, capas, acessórios, que mesclam texturas, tons diversos e elementos boêmios, hippies e étnicos.

Surfista, 100% natural

Embora muitas pessoas se sintam atraídas por este estilo, poucas conseguem adaptá-lo ao seu dia a dia. O look indicado para pessoas liberais ou simplesmente para dar um toque de frescor e leveza às suas roupas. Talvez esta seja uma das tendências mais fortes dos últimos anos e que tanto homens como mulheres a utilizem sempre.

Urban, um look vencedor

É uma gestão muito marcada nos dias de hoje. No entanto, você deve criar o equilíbrio correto para obter o toque desejado. Existem muitas preocupações em relação a esta tendência. Acredite ou não, conseguir um estilo urbano é muito simples. Os jovens são cada vez mais atraídos pela simplicidade que as suas roupas oferecem.

Skatista, sempre na moda

Este estilo pode ser classificado como uma variante do estilo urbano. Mas realmente não é, se levarmos alguns aspectos em consideração. Embora tenha se tornado conhecido na década de 70, esse estilo inovou no final dos anos 60.

A moda dos skatistas perdurou ao longo do tempo por sua simplicidade e pela forma como é constantemente atualizada. Estabelecendo-se no modo de vida dos jovens.

Existem outros estilos que também são bastante juvenis, como o retro, o hipster, o grunge.

Dicas para se vestir jovem e com estilo

Existem detalhes que são decisivos na hora de vestir os jovens. Para isso, você deve levar em consideração alguns fatores que podem fazer você parecer elegante. A combinação de cores aliadas a acessórios joviais vão dar aquele toque moderno em todas as suas roupas. Siga essas recomendações para se vestir de acordo com as tendências.

  • Escolha um estilo. Atualmente existe uma grande variedade de tendências para todos os tipos de pessoas e de diferentes idades. É preciso analisar bem o que se deseja projetar. Seja um look boêmio ou uma tendência mais descolada como o surfista, você precisa se concentrar nos detalhes.
  • Atualize seu guarda-roupa. É importante lembrar que para cada estilo existem diferentes acessórios característicos. Portanto, o primeiro passo para projetar um estilo jovem é adquirir roupas e acessórios adequados.
  • Concentre-se na combinação. Que a roupa combine bem é uma preocupação de muitos. Não apenas roupas, mas acessórios. Como já dissemos, é de vital importância levar em consideração os acessórios para cada estilo.
  • Analise seu corpo. Existem roupas que podem ficar lindas, mas não se adaptam ao seu corpo. Você deve ter cuidado com esse tipo de roupa. Recomendamos que experimente antes de comprar, pois sempre terá uma vantagem na hora de escolher a roupa.
  • Pense em simplicidade. Ter uma boa aparência não se resume necessariamente a roupas complexas e bem feitas. As tendências geralmente ditam o contrário. Usar roupas simples pode ser a melhor opção e muito mais se você está procurando se vestir de maneira jovem.

Como se vestir com um estilo jovem

Cada tendência ou estilo juvenil tem certos detalhes que você deve levar em consideração. Uma camiseta ou acessórios mal usados ​​podem afetar o propósito da roupa.

Estilo boêmio

No caso dos homens, você pode usar o look boêmio no seu dia a dia levando em consideração alguns detalhes. Vestir jeans de tom médio ou desgastado pode ser uma boa opção. Isso, combinado com uma camisa simples, vai lhe dar um ar relaxado. Você também pode aplicar detalhes às suas roupas, como remendos coloridos ou elementos criados por você. Use a imaginação!

Para as meninas pode variar um pouco devido ao número de peças que você pode usar. A combinação de cores suaves com tons fortes vai fazer você ficar bem. Os acessórios são essenciais neste estilo: colares, coroas de flores, pulseiras, lenços, entre outros, podem ser usados ​​de acordo com a roupa que você escolher. Blusas largas e jeans rasgados são a melhor opção, junto com sandálias de tiras.

Estilo urbano

Por ser um estilo jovem onde predomina o conforto ao vestir, pode usar roupas para o seu dia-a-dia. Jeans rasgados combinados com uma camiseta estampada podem lhe dar aquele toque urbano que você está procurando.

Chapéus, balaclavas e óculos de sol são bons acessórios para uma boa aparência. Você pode combinar com calçados esportivos com cores neutras. Preto ou branco clássico será o melhor para os homens.

Para as mulheres, o uso dos vestidos Ellese pode simplificar um pouco a busca pelo estilo urbano. As leggings também são uma peça de roupa muito útil e funcional. Pode ser adequado para vários tipos de roupa, dependendo da ocasião. Acessórios como carteiras podem ser originais com padrões e cores escuras.

Os sapatos Vans são os que mais combinam com este estilo, uma vez que o seu formato dá o toque casual que procura.

Estilo skatista

Para se vestir como um skatista chique você deve usar roupas básicas que se adaptem ao seu corpo. Calças justas ou leggings dão aquele conforto que você precisa no dia a dia. Shorts também são usados ​​por algumas mulheres, mas já é uma questão de gosto.

T-shirts largas e estampadas são as que vão fazer a diferença. Seja com mangas ou sem mangas, este tipo de t-shirt não pode faltar. Eles são o toque distintivo dessa tendência. O calçado, por sua vez, pode variar dependendo da ocasião. Algumas Vans ou combinam com este estilo.

Para os homens, as opções de curativos são um pouco reduzidas. A calça que você deve usar para este estilo deve ser larga se for jeans. Tem quem prefere shorts. Proporcionam maior conforto.

As camisas costumam ser com estampas com uma mensagem ou simplesmente o nome da marca. Sapatos de patinação especiais de marcas conhecidas como DC e Vans são a opção mais funcional. E as tampas são o complemento perfeito. Se estiver frio, compre moletons , eles vão fazer você ficar linda.

Estilo rock

Para poder ficar bem com essa tendência, recomendamos criar looks inspirados no rock. Use jaquetas de couro com detalhes metálicos. Jeans skinny e usados ​​darão aquele toque feminino com peças grossas.

Você também pode usar shorts com meia-calça por baixo para atrair mais olhares. O calçado é muito importante, os botins são a melhor opção. Acessórios como chapéus e pulseiras não dão errado com este estilo.

Ao contrário de outros estilos, o look rocker masculino tem uma variedade maior do que o feminino. Jaquetas de couro geralmente são mais elaboradas com zíperes e detalhes. Recomendamos o uso deste tipo de roupa, pois proporciona um toque distinto.

Os jeans devem ser um pouco justos e de cor escura. Além disso, camisas xadrez abertas com camisetas farão você ficar bem. No caso do calçado existe uma grande variedade consoante a ocasião. Se você está procurando algo que combine com todas as roupas, o melhor é usar um tênis escuro.

Estilo sofredor

Alcançar esse estilo não é uma tarefa fácil se falamos em adaptá-lo ao seu dia a dia. Para isso você deve ter em seu guarda-roupa uma série de roupas essenciais para essa tendência. Shorts e bermudas acima do joelho permitem que você alcance o estilo desejado.

As camisetas devem ser leves e lisas. Se você usar shorts simples, a camisa pode ficar com estampas. A ideia é alternar as roupas para não saturar visualmente. É importante notar que o calçado deve ser o mais simples possível. Combinando com óculos de sol, colares e pulseiras como acessórios.

Nos homens, shorts de banho com cores fortes costumam ser os corretos na hora de vestir. Camisas havaianas ou camisetas com estampas dão aquele toque essencial que você procura. Existem também acessórios que combinam bem com este tipo de roupa. Relógios e bonés esportivos são o complemento perfeito.

Esperamos que essas dicas para se vestir jovem e com estilo sempre tenham um visual moderno. Se você deseja compartilhar sua experiência conosco, entre em contato. Estamos sempre abertos a comentários.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.

« Older posts Newer posts »

© 2021 Cidan Dicas

Theme by Anders NorenUp ↑