O empréstimo pessoal é um assunto muito conhecido, especialmente por aqueles que estão precisando de dinheiro rápido. No entanto, apesar de famoso, ainda há uma série de perguntas que rondam o assunto.

Para quem não sabe, o empréstimo pessoal se trata de um acordo firmado entre uma instituição financeira e uma pessoa física. Nele, a instituição empresta dinheiro, para que a pessoa pague após, aos poucos e com juros.

Mas, afinal, quem pode solicitar um empréstimo pessoal? Que tal descobrir?

Empréstimo pessoal: quem está apto a solicitar

Para início de conversa, qualquer um está apto a solicitar um empréstimo pessoal, seja pensionista, trabalhador autônomo, pensionistas e, até mesmo, aqueles que estão com o nome negativado.

No entanto, é preciso que você saiba que os valores sobre taxas e juros cobrados mudam de acordo com o seu status. Quando se está negativado, por exemplo, esses juros tendem a ser maiores.

Além disso, algumas instituições financeiras podem exigir que você comprove renda para que o empréstimo pessoal seja aprovado. No entanto, isso não é regra.

Outras, por exemplo, podem exigir algum bem como garantia. Muitas pedem imóveis, terrenos ou carros como uma garantia de que você irá pagar o empréstimo pessoal. Nessas há, inclusive, juros mais baixos devido ao risco.

Devo solicitar um empréstimo pessoal?

Analise se é realmente necessário solicitar um empréstimo. Afinal, apesar de ser uma forma rápida de se conseguir o dinheiro, ainda assim você pode arcar com juros muito mais altos e, além disso, corre o risco de não poder pagar.

O empréstimo pessoal é um acordo muito sério. Precisa ser pensado e repensado diversas vezes antes de ser requerido. Além disso, é importante que você pesquise sobre o tipo de empréstimo que é melhor a você.

Agora que você já sabe que você está apto a pedir um empréstimo, analise muito bem o assunto.