O custo de procedimentos e atendimentos relacionados com a saúde e a precariedade da saúde publica, trouxe para o brasileiro a preocupação e desejo em ter um plano de saúde privado.

Com o aumento da oferta no mercado de operadoras de planos de saúde nos últimos anos, antes da contratação é importante uma boa avaliação das opções existentes e simular plano de saúde desejado.

O primeiro passo é definir suas necessidades de uso para depois simular plano de saúde, para isso avalie: histórico de doenças crônicas ou genéticas, frequência habitual de uso dos serviços de saúde, idade, quantas pessoas serão incluídas no plano de saúde, abrangência desejada que pode ser local, regional e nacional.

É importante também avaliar as modalidades em que são oferecidas antes de simular o plano de saúde. Essas modalidades costumam ser a de coparticipação: onde a cada consulta, exame, internação e serviços utilizados o contratante paga um determinado valor que é tabelado pela operadora pelo o que utilizou além do que já é pago mensalmente. É oferecido também a modalidade sem coparticipação onde é pago apenas um valor mensal fixo independente dos serviços utilizados.

Quando for simular plano de saúde é importante avaliar as operadoras que possuem boa cobertura e rede credenciada em sua região, lembrando que a prestação de serviços das operadoras pode ser variável de acordo com a localidade.

Após definir a cobertura e modalidade que seu perfil se encaixa melhor, para encontrar o plano ideal para você e para seu orçamento ferramentas online podem ser utilizadas para simular plano de saúde.

Não se esqueça de simular também as opções alternativas aos planos de saúde clássicos antes da contratação. Muitas empresas disponibilizam para seus funcionários planos de saúde a valores mais acessíveis que os encontrados nos planos disponíveis para pessoas físicas. E para quem é empresário as próprias operadoras oferecem para pessoa jurídica planos coletivos mais acessíveis que os planos individuais.