Uma das frases mais repetidas entre os novos empreendedores é que antes de obter uma empresa de sucesso, é provável que ela tenha alguns fracassos.

E embora esse tipo de circunstância aumente sua experiência, devemos dizer que você pode evitar essa pílula amarga. Como? Com um bom estudo de mercado.

Na verdade, essa é a diferença mais marcante entre um empreendedor comum e os grandes empreendedores que decidem experimentar uma nova oportunidade de mercado. Os primeiros muitas vezes perdem o passo ao se jogarem no ringue às cegas. Enquanto este último estudará suas chances de sucesso para verificar se realmente vale a pena correr o risco.

Felizmente, nos últimos tempos, o conceito de pesquisa de mercado está ganhando cada vez mais popularidade entre os empreendedores iniciantes para ter uma inteligência de mercado mais completa e acertiva. Não seja a exceção! Aqui estão os fundamentos a ter em conta para realizar uma análise deste tipo:

O que é um estudo de mercado?

Ao definir este conceito, é preciso admitir que o nome “estudo de mercado” diz muito. Pois é exatamente isso!

Trata-se da investigação e posterior análise de todas as características do mercado que possam interessar a uma empresa. Abrange um bom punhado de variáveis, como os interesses e necessidades dos usuários ou a situação atual dos concorrentes ou produtos similares.

No entanto, seria impossível mencionar uma lista dos itens a serem considerados. Afinal, cada negócio é diferente e, portanto, precisará de fontes de informação diferentes. Por isso é importante que o responsável pelo desenvolvimento do estudo de mercado seja uma pessoa com senso crítico para extrair dados valiosos.

O resultado final após a conclusão da pesquisa de mercado será uma mudança de perspectiva ou um aumento na mesma. Agora os líderes deste novo empreendimento terão um quadro de referência para tomar decisões mais precisas.

Graças a isso , a margem de erro será muito reduzida ao entrar no mercado. Mas isso não é tudo! Então é necessário repetir este estudo com alguma frequência para atualizar o que se sabe e garantir a validade de cada ação a ser implementada.

Qual é o objetivo de um estudo de mercado?

A razão pela qual as empresas gastam tempo e esforço estudando o mercado está focada em aumentar a conscientização de seus clientes. Em termos gerais, o propósito fundamental de qualquer empreendimento comercial é vender. E isso só é possível quando todo o modelo de negócios está alinhado para atender às expectativas das pessoas.

É por isso que realizar uma pesquisa de mercado relevante permitirá que você melhore seu processo de tomada de decisão.

Com isso você conquistará novos clientes criando uma marca sólida que irá muito além das tendências: os compradores perceberão sua preocupação em ser cada vez melhor e não hesitarão em ser fiéis à sua empresa.

Vantagens de realizar um estudo de mercado

  • Ele permite que você preveja o que vai acontecer: Um bom estudo permitirá que você coloque dados infinitos na tabela que o ajudarão a prever o futuro. Para onde o mercado se moverá? Que novos interesses o público-alvo apresentará? Agora você terá uma noção bastante completa para responder a esses tipos de perguntas.
  • A empresa aperfeiçoará o design de produtos ou serviços: Graças a novas informações sobre as necessidades, interesses ou problemas dos usuários ao usar o que você vendeu. Dessa forma, inicia-se um processo iterativo no qual você pode remodelar seus processos de fabricação até obter produtos e serviços de primeira linha. Mas acima de tudo, atenda às expectativas de seus clientes.
  • Otimização da experiência do usuário: Um bom estudo de mercado terá como objetivo ter um impacto positivo na forma como os clientes interagem com os produtos. Para isso, sua usabilidade, vida útil, qualidade, entre outros parâmetros semelhantes, devem ser revistos.
  • Delimitação de novas estratégias de marketing: Existe a possibilidade de um empreendimento com produtos excelentes acabar fracassando por não conseguir atingir as pessoas. A solução é fazer uma pesquisa de mercado para descobrir a que tipo de marketing seu público-alvo é suscetível. Uma vez que você tenha essas informações, será suficiente criar uma estratégia para explorar essas oportunidades.

Tipos de pesquisa de mercado que podem ser realizadas

Dependendo do grau de profundidade que se deseja atingir e dos meios disponíveis para isso, haverá dois tipos de pesquisa de mercado. Que? Os seguintes:

Estudo de mercado primário

Recebe esse nome porque é a empresa em primeira pessoa que vai lidar com cada uma das fases do estudo de mercado. Para isso , recorrerá a métodos qualitativos e quantitativos para completar uma base de informações que lhe permita melhorar seus processos.

Uma boa prática a ter em conta é encontrar uma forma de entrar em contato direto com os consumidores finais. Com o objetivo de que eles próprios expressem sua opinião sobre os produtos ou serviços da marca.

Para que tudo isso funcione, é necessário que a empresa planeje todo o processo de estudo. Para que os dados coletados de diferentes fontes sejam complementares e agreguem ainda mais valor.

De referir que no caso de empreendedores iniciantes pode ser um pouco complicado recorrer a um estudo primário. Por isso será muito importante atribuir tal função a um membro que realmente tenha o treinamento necessário para fazê-lo. Não há lugar para improvisações!

Estudo de mercado secundário

Neste caso, a pesquisa será realizada a partir de fontes externas. Para isso, devem ser consultados terceiros que realmente ofereçam informações válidas e verificadas. Pode ser o caso de empresas governamentais, mídia ou agências especializadas em comércio.

É importante que esta informação seja credível e que seja publicada em sites de consulta populares, como jornais ou páginas web. Existem até fontes educacionais que podem ser de grande ajuda na obtenção de mais dados. Especialmente no caso de universidades e bibliotecas.

Métodos comuns de um estudo de mercado
  • Pesquisas: Consiste na apresentação de um questionário com perguntas qualitativas ou quantitativas abertas ou fechadas a pessoas de interesse. É um meio eficaz porque permite registrar dados que lhe oferecerão informações em primeira mão. Além disso, seu uso é muito prático, pois hoje em dia você pode realizar pesquisas in loco ou aproveitando as ferramentas digitais.
  • Entrevistas: Se você deseja obter uma perspectiva mais específica, esta é a opção para você. É uma reunião individual onde você pode perguntar a uma pessoa sobre as informações que você precisa saber. O melhor de tudo, os dados serão diretos e sem intermediários.
  • Grupos focais: Neste caso, o estudo de mercado será possível graças ao encontro de um grupo de pessoas com características específicas. Todos eles serão liderados por um moderador responsável por gerenciar o fio da conversa para garantir que os resultados sejam obtidos. Com este método você poderá saber mais sobre a impressão geral que as pessoas têm sobre sua empresa, produto ou serviço.
  • Observação: Consiste em trazer pessoas para usar seus produtos ou experimentar os serviços que você oferece. Dessa forma, você pode tomar nota de como eles interagem com eles para tirar conclusões.

Como fazer um estudo de mercado?

O processo para realizar o estudo de mercado é dinâmico. Isso significa que ele pode mudar dependendo das informações que você precisa saber em um determinado momento.

No entanto, como regra geral, existem seis etapas que você deve percorrer: elas vão desde a definição dos objetivos até a tomada de decisão final. Aqui explicamos o que fazer em cada uma dessas fases:

Passo 1: Defina o objetivo e os problemas

Este será sempre o primeiro passo ou então sua pesquisa de mercado estará fadada ao fracasso. Para evitar que isso aconteça, você deve saber por que deseja fazer uma investigação: Qual é a variável a ser determinada?

A partir desta premissa você estará em condições de reconhecer o problema da empresa e estabelecer objetivos que possam resolvê-lo.

Um bom conselho é seguir a filosofia SMART que indica que seus objetivos devem atender a algumas características específicas. A saber: ser específico, mensurável, alcançável, realista e temporário (tenha um início e um fim marcados no calendário).

Além disso, essas metas serão o melhor juiz quando se trata de medir o sucesso ou o fracasso de seu estudo de mercado. Depois de definir as metas, cuide para cumpri-las!

Passo 2: Definir o projeto de pesquisa

Neste ponto você já sabe que existem duas variantes de pesquisa de mercado: primária e secundária. É hora de decidir! Qual deles favorece seu processo investigativo? Quais recursos você tem ao seu alcance? Quanto tempo você tem antes de tomar uma decisão? Essas são algumas perguntas que você deve se fazer ao definir o design do seu estúdio.

Passo 3: Realize a coleta de dados

É hora de começar a trabalhar e buscar as informações que você precisa. Esta fase será condicionada pelo tipo de estudo que pretende realizar: Primário ou Secundário? Assim você saberá se deve apontar para o público na primeira pessoa ou ir em busca de fontes documentais que permitam validar um ponto.

Seja qual for o caso, você deve garantir que a fase de coleta seja bem projetada e livre de vícios ou condições indesejadas. Lembre-se que é muito importante que os dados obtidos representem fielmente a realidade do mercado.

Passo 4: Analise os resultados

Você já tem as informações que esperava, então é hora de traduzi-las em resultados. Como? Através de uma fase de análise em que você usa todo o seu senso crítico para detectar os sintomas que o mercado tentou lhe comunicar.

Passo 5: Faça o relatório de investigação

Dentro do mundo dos negócios é muito importante registrar tudo. E como pode parecer evidente, o caso dos resultados de um estudo de mercado não é exceção.

Você pode conseguir isso por meio de um relatório onde você resume todos os resultados encontrados. Mas você também deve indicar o desenho da investigação e as fontes consultadas. Isso permitirá que você mantenha um histórico que pode ser um bom material de referência no futuro.

Passo 6: Tomada de Decisão

Você ainda não terminou! Chega a fase crucial para a qual o estudo de mercado em questão foi desenvolvido: é preciso tomar decisões consistentes com as informações coletadas e os resultados obtidos.

Ele considera que a fase de tomada de decisão é tão importante quanto o estudo em si. A boa notícia é que sua decisão será baseada nos sinais que o mercado lhe ofereceu. Isso significa que há uma boa chance de que suas ações tenham um impacto positivo na forma como você se relaciona com os consumidores.

Perguntas comuns para um estudo de mercado

Como explicamos em nosso curso para empreendedores, é necessário que o estudo de mercado seja focado em abranger várias frentes: meio ambiente, concorrência e tendências de compra de potenciais clientes formulando as perguntas certas. Como os listados abaixo:

  • Quão satisfeito está o público com os produtos? Essa é uma afirmação clara para detectar a aceitação da oferta da empresa. Se os resultados forem positivos, a estratégia atual deve continuar. Caso contrário, é melhor girar 180°.
  • Por que as pessoas escolhem determinados produtos? Isso fornecerá uma noção das necessidades, interesses e problemas que moldam o mercado. A empresa deve agir para adequar sua estratégia comercial e de marketing de acordo com as respostas obtidas. Com isso você terá conquistado boa parte da receptividade do público.
  • O público-alvo conhece o produto? Através desta pergunta cumpre-se um duplo propósito: diagnostica-se o posicionamento da empresa no mercado ao mesmo tempo que se mede a força dos seus concorrentes.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.