Quando você possui ou gerencia uma marca, contratar prestadores de serviços externos que se alinhem aos seus objetivos é um grande desafio. Entre eles, está a escolha de uma agência de marketing digital para aumentar sua presença online e escalar as vendas do seu e-commerce.

A maioria das marcas já reconhece o valor do Marketing Digital para ganhar notoriedade no mercado, pois não se trata apenas de ter um negócio de e-commerce na web, mas também de torná-lo conhecido por meio de conteúdos valiosos, fidelizando seus usuários e atraindo potenciais consumidores.

Hoje, nos encontramos com um fluxo infinito de informações, cursos, palestras, webinars, etc. sobre marketing digital. Com apenas alguns cliques, você pode aparecer nas principais redes sociais ou ser a primeira opção no buscador do Google.

No entanto, tendo tudo tão perto e acreditando em tudo o que se fala sobre “você pode fazer você mesmo”, é muito fácil cometer um erro e desperdiçar o dinheiro disponível para uma ação de marketing. São momentos como este em que a diferença entre uma campanha bem executada e um fracasso retumbante dependerá da estratégia e da agência de marketing digital escolhida para tal ação.

Embora muitos empresários tenham alto conhecimento em Marketing Digital ou tenham uma  equipe interna , eles reconhecem que precisam da ajuda de agentes externos para focar em tudo o que uma boa estratégia desse tipo de marketing online exige.

Como posso saber qual é a melhor agência para o meu negócio?

Há tantas respostas para essa pergunta quanto negócios existentes na internet. A escolha de uma agência de marketing digital vai depender dos objetivos, da flexibilidade e porque não, do sentimento com a equipe de trabalho.

Acredito que existem 4 pilares fundamentais nos quais podemos nos interiorizar para focar a busca por um parceiro de marketing:

Referências e casos de sucesso:

Considero a pesquisa sobre agências digitais um fator decisivo. Isso nos permitirá conhecer os players que temos no mercado, conhecer as marcas com as quais trabalham, aprofundar o trabalho que essas marcas fazem, olhar para as equipes e estudar a situação. Também nos permitirá saber com qual NÍVEL de agência estamos e se é o certo para o nosso negócio. Você também pode ver se eles são parceiros de primeira linha das principais plataformas de Marketing: Google , Facebook e Amazon , o que dá credibilidade e suporte da mídia.

Interesse na marca e nos objetivos do negócio:

Fazer um primeiro contato com uma marca pode ser avassalador, pois enviamos a mesma consulta para cerca de 5 ou 6 leads que pesquisamos na internet e parecem apropriados. No entanto, diante da resposta dessas agências, o que deve ser considerado são as perguntas que elas nos farão (em uma ligação ou em uma reunião inicial). Você tem que ouvir atentamente enquanto a conversa se desenrola. Se uma agência não para de falar de si mesma, de suas conquistas e compara genericamente todas as histórias de sucesso das indústrias, recomendo que pare por aí.

Uma agência deve mostrar interesse no que você propõe, deve fazer você se fazer perguntas para se encomendar quando não sabe o que vai procurar (e a única coisa que reconhece é que “você quer vender mais” ) . Ok, todos nós queremos vender mais . Mas como sua indústria está se desenvolvendo? Há quantos anos você está no mercado? Como foi feita a viagem até aqui? Quais são seus KPI’s com os quais você determina a rentabilidade do negócio hoje? No que você gostaria de focar?

Possivelmente no momento você não encontra essas respostas. Mas calma, porque aí está a questão. Uma agência de marketing digital deve ajudá-lo a fazer essas perguntas e resolvê-las de maneira inteligente, para estabelecer uma base clara para começar a trabalhar.

Criando um plano de ação:

Não se deixe enganar por falsas promessas e palavras doces, não existe mágica, é puro ilusionismo. Se queremos falar de trabalho real, devemos definir ações. Crie estratégias. Que em cada etapa do plano seja contemplado o que se deseja alcançar, mas também o que pode ser alcançado. E isso é muito importante porque as agências são aliadas estratégicas, que como toda aliança também precisam que o cliente consiga avançar em suas tarefas.

É necessária uma equipe dedicada para poder atender os requisitos de uma agência, para poder atender as necessidades de imagens, implementações técnicas, formas de pagamento, acessos, etc.

Flexibilidade:

Um aliado estratégico deve entender onde você está e servir para que, a partir dessa colaboração, seja criada uma sinergia. Posturas frias são inúteis porque nem todos os negócios têm a mesma natureza. Tente encontrar uma equipe que entenda sua necessidade, sua liquidez, que lhe ofereça um acordo monetário que funcione para você, mas que também lhe dê a segurança de que ele colocará sua camisa e o fará crescer. E para isso, ofereça o mesmo do seu lado. Uma agência de marketing não é uma funcionária, é uma aliada. É um grupo de especialistas que está tentando resolver problemas que você sozinho não consegue. Leve em consideração o tratamento que você dá, quando você exige o que você quer receber

O que devo levar em consideração ao escolher e trabalhar com uma agência de Marketing Digital?

Para escolher e trabalhar com uma agência de marketing digital, é fundamental que sua equipe esteja atenta a várias questões:

Tenha acesso a todos os seus ativos digitais:

Muitas vezes encontramos clientes cujas contas publicitárias, páginas de Facebook ou Instagram, etc. a marca não sabe quanto foi investido por publicidade além da fatura que recebe de sua agência. Bem, isso é um GRANDE ERRO .

Vamos esclarecer uma coisa: as contas são ativos digitais da herança de uma marca. São ativos fixos que ajudam o negócio a crescer, nos quais se investe tempo e dinheiro. E de onde são extraídos inúmeros insights significativos para a correção das ações. Por isso AO VIVO! Inspiramos a lutar pelo bem-estar do negócio. Isso inclui a equipe de marketing saber por quais ativos eles são responsáveis ​​e cuidar deles.

Números, números e mais números:

Marketing não é apenas apresentar ideias de negócios de uma maneira bonita. Cada uma dessas ideias executadas deve trazer consigo um objetivo a alcançar: mais tráfego, mais vendas, maior interação com o usuário, geração de bancos de dados, etc.

É importante definir objetivos alcançáveis ​​com o orçamento, saber qual é a nossa margem de trabalho. As equipes devem se informar em um glossário de métricas relevantes: ACOS, ROAS, CPC, CPA, etc. Na VIVA ajudamos a formular essas métricas e trazê-las à realidade de uma forma razoável e saudável acima de tudo.

Organização:

É essencial ter um plano de marketing para não cair no desespero. Se você nunca teve um ROAS acima de 3x, não espere que em um primeiro mês de gestão o objetivo seja 6x e o dobro do volume, pois provavelmente não é possível atingir. É preciso estar atento às solicitações que são feitas a um aliado estratégico e saber que é preciso trabalhar em equipe para alcançá-lo. Defina ações, coloque-as em um calendário e acompanhe o que está sendo alcançado. E trabalhe constantemente nessas bases para que seu aliado também possa cumprir suas tarefas e lhe dar feedback.

Recomendações para definir com qual agência de marketing você vai colaborar

No momento decisivo de escolher com qual agência de marketing digital você quer trabalhar, lembre-se das dicas que demos neste post.

A escolha de um parceiro deve ser pensada e acordada com a equipe de marketing para que todos estejam alinhados. Dessa forma, as bases e expectativas de cada integrante podem ser lançadas como um grupo em busca de melhorias para a empresa.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.