Uma das condições mais complexas que pode afetar a cavidade oral é o bruxismo. Quando esse problema se dá nas crianças, chama-se bruxismo infantil. Mas, você sabe o que é o bruxismo, como ele se manifesta e seu impacto na saúde bucal dos pequenos?

Confira mais sobre essa condição nos tópicos a seguir

O que é o bruxismo?

O bruxismo é uma condição em que as pessoas, mesmo que involuntariamente, apertam ou rangem os dentes.

Normalmente, esse processo costuma ocorrer à noite, enquanto as pessoas estão dormindo e com menos controle das ações dos músculos faciais.

Essa é uma condição que pode afetar pessoas de todas as idades, sem uma restrição para esse acontecimento.

Entretanto, existem estudos que apontam que a maior recorrência costuma ser durante a infância, especialmente em crianças de até 6 anos de idade.

Essa é uma condição que, se não tratada, pode gerar uma série de problemas dentais, tais como:

  • Desgaste dentários;
  • Lesões periodontais;
  • Distribuídos na articulação;
  • Dores musculares.

Quais são as causas do bruxismo?

As causas do bruxismo infantil podem ser as mais variadas possíveis, o que pode dificultar o diagnóstico de sua origem.

Contudo, essa é uma condição que é recorrentemente associada ao modo de vida das pessoas, principalmente por problemas físicos e psicológicos, como a ansiedade e o estresse, e a formação da arcada.

Quando uma pessoa adulta, por exemplo, está muito estressada ou ansiosa por conta de uma situação específica, seja no trabalho, no convívio social ou nas tarefas de casa, elas podem começar a ranger os dentes involuntariamente.

Isso também pode ocorrer em crianças, que podem passar por situações semelhantes, conforme seu universo e vivências, demandando o devido acompanhamento para controle.

Além dessas causas, existem outros problemas que podem ocasionar o bruxismo, como a congestão nasal, uso de medicações, má oclusão dentária e a apneia do sono.

Diagnóstico

Apesar de ser um problema que acomete a região da boca e dos dentes, essa é uma situação que vai além da saúde bucal.

Por isso, além de contar com um plano odontologico para identificar, tratar o bruxismo e diagnosticar possíveis impactos desse quadro, o acompanhamento de outros profissionais pode ser necessário.

Apesar disso, a identificação costuma ser facilitada no acompanhamento de rotina junto aos dentistas e clínicos gerais.

Para ter um diagnóstico mais preciso dessa condição, é importante fazer uma análise clínica mais completa.

A vistoria dos pais também é fundamental, visto que eles podem observar e relatar mudanças importantes no comportamento da criança, ajudando a encontrar as causas.

Um aspecto que é importante destacar sobre o diagnóstico do bruxismo é que, quanto antes ele for realizado, mais chances de o tratamento ser eficaz.

Como essa condição muitas vezes não é tão aparente, podendo acontecer apenas no período noturno, muitas vezes os pais têm dificuldade de identificar, mas alguns sinais podem ser notados para auxiliar nesse processo.

São sintomas característicos do bruxismo infantil:

Dores no maxilar;
Dor de ouvido;
Zumbido;
Conturbações durante um sono.

Portanto, é importante observar essas questões, principalmente quando a criança está sob forte pressão e momentos de estresse de modo a avaliar, junto ao profissional do convenio odontologico, de forma mais rápida o bruxismo e suas possíveis causas.

Principais tratamentos

Apesar de ser uma condição que não possui exatamente uma cura, existem uma série de tratamentos que podem aliviar os sintomas, diminuindo o desconforto e controlando a síndrome de modo que a crise seja consideravelmente reduzida..

Para crianças, antes de iniciar propriamente um tratamento para o bruxismo, como em um convenio odontologico empresarial, é importante identificar as causas.

No caso de estar relacionada ao estresse, a apneia do sono ou a ansiedade, é possível realizar tratamento psicoterapêuticos para amenizar e reduzir as situações que favorecem o bruxismo.

Nesse processo terapêutico, a criança passa a compreender mais o que acontece ao seu redor. Isso pode ser um facilitador para que ela não acumule estresse, passando por situações que fogem do seu controle e que provoquem esse ranger dos dentes constante.

Além disso, outra opção é realizar um tratamento mais direto, utilizando instrumentos que atuam na correção da posição da mandíbula e do maxilar, que também podem originar o quadro.

A placa de bruxismo, por exemplo, é um instrumento desenvolvido justamente para reduzir o tensionamento entre as arcadas e auxiliar na correção do ranger.

Basicamente, a placa interoclusal se trata de uma placa, normalmente em acrílico, desenvolvida a partir da dentição e deve ser colocada na estrutura antes de dormir.

A principal função dessa placa é corrigir esses movimentos que causam as dores, desgaste dentário e desconforto mandibular.

Como um dos problemas que pode causar o bruxismo infantil é a má oclusão dentária, o tratamento para essa condição pode ser o tratamento ortodôntico, que é costumeiramente recomendado em consultórios de odonto empresarial.

Nesse caso, a estrutura visa alinhar o sorriso e corrigir a mordida, reduzindo o contato inadequado entre as arcadas, podendo ser conciliado com a placa.

Conteúdo desenvolvido pela equipe do Conviva Melhor, blog criado com o intuito de melhorar a saúde e o bem-estar por meio de conteúdos que reforçam a importância dos cuidados regulares.