Tomar a decisão de mudar sua dieta e começar um estilo de vida mais saudável é fácil, mas tornar essa mudança duradoura e consistente é muito mais complicado. Apesar de enchermos o frigorífico com legumes e fruta, e a despensa com produtos saudáveis ​​e biológicos, é muito fácil acabarmos com um saco de batatas fritas na mão no dia menos esperado. Velhos hábitos muitas vezes nos pregam peças e voltam, justamente quando pensávamos que tínhamos tudo sob controle. Por isso, propomos 6 dicas de organização que podem ajudá-lo a manter uma alimentação saudável.

Você pode se interessar também por marmitas fitness baratas – Mantenha a sua dieta com um preço acessível.

6 dicas para seguir uma dieta saudável sem cair em tentação

Livre-se de alimentos não saudáveis

A primeira coisa a fazer ao tomar a decisão de mudar os hábitos alimentares é se livrar de todos os produtos e alimentos não saudáveis. Se tiver à mão alimentos como salgadinhos fritos ou pastéis industriais, é provável que acabe sucumbindo à tentação. Portanto, se você realmente pretende levar uma vida mais saudável, o primeiro passo é tirá-los de casa.

Faça uma lista de compras e cumpra-a

As lojas, mercados ou supermercados estão cheios de comidas tentadoras e para evitar comprá-las a chave é saber muito bem o que se quer comprar. Sempre saia de casa com uma lista de compras que especifique os alimentos e a quantidade que deseja comprar de cada um deles. Também é importante que, quando estiver na loja, vá diretamente procurar o produto sem ficar vagando olhando toda a oferta.

Aprenda a cozinhar

É difícil comer bem se você não aprender a cozinhar porque provavelmente acabará recorrendo a refeições pré-cozidas, que quase sempre contêm muita gordura e sal. Na verdade, é importante que você esteja ciente de que as diferentes formas de cozinhar não influenciam apenas o sabor, mas também o quão saudável um alimento pode ser. É melhor cozinhar carne e peixe na grelha ou no forno e legumes no vapor.

Hidrate-se com água e infusões

Há algumas semanas, a agência de saúde das Nações Unidas lançou um apelo global para que todos os países imponham impostos sobre bebidas açucaradas e, assim, reduzam a atual epidemia de obesidade e diabetes que afeta centenas de milhões de pessoas e é especialmente preocupante em crianças. A melhor forma de se manter hidratado é apostar na água e, na falta disso, em infusões e sumos de fruta, mas naturais, já que muitos dos sumos encontrados nos supermercados contêm demasiado açúcar.

Reduz o estresse

As pessoas que comem quando estão com fome e param de comer quando estão cheias estão em sintonia com os sinais biológicos de seu corpo, mas o estresse pode derrubá-los. O Dr. Paul Lattimore, especialista em comportamento alimentar da Liverpool John Moores University, explica por que as pessoas que fazem dieta comem mais sob estresse. “Essas pessoas gastam tanta energia controlando seus sinais biológicos que têm poucos recursos para lidar com os problemas do dia a dia. É por isso que, quando se estressam, perdem o controle e, se têm comida à mão, consomem”. Por isso é importante reduzir ao mínimo o seu nível de estresse. Evite situações estressantes e aprenda técnicas de gerenciamento de estresse.

Vá passo a passo

O maior erro que os iniciantes cometem é querer mudar muitos hábitos de uma só vez. No entanto, se você quiser mudar muitas coisas ao mesmo tempo, se sentirá sobrecarregado e provavelmente desistirá. É por isso que é recomendado que a cada semana você mude algo em sua dieta. Na primeira semana você pode eliminar o açúcar e na semana seguinte os alimentos com farinhas refinadas, assim semana após semana você adquirirá novos hábitos sem ser um choque.

Depois de seguir esses seis passos, a única coisa que resta é perseverança para poder continuar com uma alimentação saudável e não voltar atrás.

Confira mais conteúdos em nosso site. Aproveite e compartilhe em suas redes sociais. Alguma sugestão no que podemos melhorar? Deixe nos comentários.