Na hora de trocar de motocicleta, é muito comum que o condutor coloque o veículo atual à venda, seja para levantar um valor específico ou para não ficar com uma moto parada. Se você está pensando em fazer o mesmo, conheça a seguir 6 dicas para colocar a moto a venda!

1. Dê uma geral na sua moto

Antes fazer o anúncio de que sua moto está a venda, é importante levar o veículo ao mecânico para que ele faça uma revisão completa, o que certamente vai ajudar a despertar o interesse dos possíveis compradores.

 A explicação é simples: ao comprar uma moto usada, o mínimo que o cliente espera é que a mesma esteja em boas condições de uso. Saber que o veículo passou por uma revisão recente significa que o comprador não vai precisar passar por essa etapa tão cedo.

Na revisão da moto, lembre-se de conferir desde o óleo do motor e os filtros, até a firmeza da grade para acomodar a baú para moto. E claro, informe que você fez uma revisão recente no anúncio de venda da moto.

2. Veja se a documentação está atualizada

Na correria do dia a dia, não é difícil esquecer do pagamento de alguma taxa ou mesmo do IPVA do veículo. O problema é que, para conseguir vender a sua moto, você vai precisar estar com a documentação atualizada.

Antes de anunciar sua moto, tenha certeza de que todos os documentos estão em dia, desde o IPVA até eventuais débitos com o Detran. Certamente, um interessado na compra só vai fechar negócio após checar a documentação.

Se você ainda tiver guardado, apresente notas de serviço ou peças que você comprou para turbinar a moto, já que isso pode impactar na valorização do veículo.

3. Defina um preço que esteja dentro da média do mercado

Normalmente, para estabelecer o preço de uma moto a venda, faz-se uma pesquisa na Tabela Fipe para saber qual o valor determinado. Entretanto, nem sempre o preço da Tabela Fipe vai estar de acordo com o que está sendo aplicado no mercado.

Por isso, além de verificar a tabela, pesquise online ou nas lojas próximas à sua casa qual é o preço que das motos do mesmo ano e modelo. Se você verificar que está abaixo da Fipe, pode diminuir um pouco o valor de venda para ter mais competitividade.

4. Considere todos os elementos que vão (ou não) com a moto

Por mais que sua moto já esteja usada, quanto mais completa ela estiver em matéria de acessórios originais ou colocados posteriormente, melhor.

Portanto, tire um tempo para levantar todos os itens que vão com a moto. Esses itens podem ser o manual de instrução, a chave reserva, a caixa plástica para moto que você utiliza, entre outros.

Ao saber quais acessórios da motocicleta você tem disponível e quer colocar a venda, você consegue dar mais informações para os compradores.

5. Se esforce para tirar fotos atrativas da sua moto

No mundo das vendas, a imagem faz toda a diferença. Afinal, é por meio de fotos e vídeos que o potencial cliente vai ter contato pela primeira vez com o produto.

O mesmo vale para a sua moto. Uma das melhores dicas para colocar a moto a venda é se esforçar para tirar fotos de qualidade do veículo.

Para isso, dê “aquele trato” na moto: lave e encere o veículo para que ele cause uma boa impressão. Além disso, opte por fotografar a moto em um ambiente com poucos elementos, para que o destaque fique somente no produto a ser vendido.

6. A descrição também é importante

Se a imagem de qualidade é capaz de chamar a atenção do potencial comprador, é por meio da descrição que você vai conseguir passar todas as informações para que a pessoa considere comprar sua moto.

No campo de descrição, informe todos os detalhes da moto. Alguns dados que você não pode deixar de lado são:

  • Ano de fabricação;
  • Modelo da moto;
  • Quilometragem atualizada;
  • Capacidade do motor;
  • Se vem com algum acessório.

Além disso, você pode falar sobre outros aspectos da moto que podem ser importantes para quem estiver pensando em comprar. De qualquer forma, seja sempre sincero e descreva até mesmo as falhas na pintura ou algum defeito técnico. Inventar coisas sobre a moto nunca é uma boa opção.

 

Com tudo isso feito, é só colocar o anúncio no ar e esperar pelos contatos. Você pode usar sites especializados em vendas, redes sociais e até WhatsApp para comunicar que a sua moto está à venda.

Com essas 6 dicas para colocar a moto a venda, certamente o processo será mais fácil e você vai ter mais sucesso no anúncio.